Gustavo Ride – Wrestlers Injustiçados #2

Continuando com a minha lista dos wrestlers que, na minha opinião, são injustiçados de alguma forma, pelos fãs, pela companhia, ou pelos dois 😛 Dessa vez falarei de um cara que é chamado de lenda, mas que mesmo assim é injustiçado. Se quer saber quem é, clique na continuação do post pra saber, se não sabe quem é, clique também pra desvendar!

Como havia dito antes, não espere um texto épico como de alguns daqui do blog, falarei apenas alguns fatos da carreira do wrestler e darei minha opinião sobre o mesmo. E dessa vez, venho com um ícone, uma lenda, uma lenda HARDCORE. Já sabe de quem falo? Sim, dele mesmo, Mick Foley (ou Cactus Jack, Mankind, Dude Love…)

Como vemos inclusive no wallpaper acima, ele além de lenda, é considerado por alguns um Deus. Isso porque muitos o tem como exemplo, tanto pelo seu jeito único de lutar, a inovação no hardcore, quanto pelo seu jeito humilde e bondoso. Sem contar que um cara que já quebrou dentes em luta, deslocou o ombro, quebrou costelas, perdeu um pedaço da orelha, e ainda recebeu apenas 300 dólares numa noite em que lutou em três lutas envolvendo bombas e arame farpado (talvez uma das armas mais doloridas do wrestling) e continua lutando e sorrindo, merece ser no mínimo respeitado. Sem contar que ele talvez tenha sido o único na história que manteve três gimmicks sem parecer um idiota.

Ele deixou sua marca em todos os lugares que se apresentou, claro, em alguns lugares deixou mais marcas do que em outros, mas mesmo assim foi importante pra todas as federações em que lutou, como veremos à seguir.

Na WCW, além de ter ganho o tag title com Kevin Sullivan, ele recebeu um spot muito feio, em que tomou um powerbomb de Vader no chão de concreto, sem proteção nem daqueles colchões, o que resultou numa concussão e na perda temporária dos movimentos do pé esquerdo e na mão (uma prévia do que aconteceria depois). Além de ter sido na WCW, durante uma tour européia que ele, de novo contra Vader, teve a orelha decepada no meio da luta (podemos perceber que Vader não era muito delicado com os seus oponentes :D).

Depois, em 1994, ele saiu da WCW e foi para a ECW começar a virar O cara que é hoje. Lá venceu o ECW tag title duas vezes com Mikey Whipwreck, e recebeu um spot onde, seguidamente, levou 46 pancadas com o singapore cane de Sandman e Funk :O Lutou também no Japão, na IWA, onde lutou na King of the Death match (a ocasião onde recebeu 300 dólares para fazer três lutas duríssimas numa mesma noite). Em 1996 ele saiu da ECW em direção a WWF, onde teve sua passagem mais significativa.

Já sabemos bastante de sua passagem pela WWF, mas só vou citar aqui algumas coisas pelas quais Mankind foi importante e inovador: lutou na primeira Buried alive match, contra Undertaker, que ele ganhou com ajuda. Lutou na primeira Boiler Room Brawl, onde teria que sair do backstage para chegar até o ringue e pegar a urna de Paul Bearer para vencer (ele estava em feud com Taker). Teve a Hell in a Cell mais memorável de todas, e talvez a luta mais lembrada de todos os tempos, que foi a famosa HIAC com Taker no King of the Ring de 1997 (que foi escolhida a luta do ano). Conseguiu fazer uma simples meia, num dos objetos mais conhecidos do pro wrestling, tendo até um nome: Mr. Socko. Foi o primeiro campeão Hardcore, título dado a ele por Mr. McMahon, e depois de desativado, entregou-o ao Foley, por toda sua história hardcore. Ganhou o WWE title pela segunda vez numa empty arena match, a primeira da história da WWF/E. Com o segmento “This is your life”, ajudou a WWF a chegar no maior rating de sua história (8,4), foi o único louco que caiu duas vezes do topo de uma “estrutura do diabo” (HIAC), em duas lutas diferentes, foi o único que conseguiu se machucar duas vezes com o mesmo spot (do ringue, pular pra bater em alguém na mesa dos comentaristas) e foi um dos poucos que sendo humilhado na WWE, decidiu sair ao invés de ficar engolindo sapo.

Depois ele foi pra TNA, venceu o TNA heavyweight championship, o Legends championship, e agora tá meio que afastado, podendo voltar a hora que der pra ajudar a companhia.

O que eu sinto por ele é um enorme respeito e admiração, além de gostar muito dele. Infelizmente como citado acima, nem todo mundo pensa isso, pois na WWE, nos seus últimos anos, foi meio que esquecido, controlado enquanto era comentarista e não tendo nenhum valor. Mas isso não o prejudicou em nada, mesmo assim ele é FODA, um cara que recebe tudo quanto é spot, ou seja, que se sacrifica pela empresa, que é admirado demais pelos fãs, por tudo que ele representa, e por não ter medo de nada, por saber também lutar sem armas, apesar de seu forte ser com armas, e por dar show em qualquer função, seja como lutador, independentemente da gimmick, comissário na WWF, “dono” na TNA… Além de suas caras, que são impagáveis e únicas, que sempre nos proporciona risos, assim como sua personalidade louca, mas que quando precisa, sabe ser sério.

Pra mim ele realmente está no nível, e eu falo sem medo, de lendas como HHH, Steamboat, Savage e outros, acho que ainda não dá pra compará-lo com Taker, HBK, Flair, mas mesmo assim foi e é muito importante e único. E exatamente esse “esquecimento” na hora de falar dele como um dos grandes nomes da história, seja outra injustiça cometida pela gente, ou vai dizer que quando falamos de grandes lendas você lembra o nome de Foley? Mas mesmo assim, pra mim, ele está ali, no pelotão de elite, e será sempre lembrado por tudo que fez.

Além disso, podemos pensar melhor no Foley, não apenas como um louco que toma spots incríveis, e sim como Michael Francis Foley, alguém que marcou a história e que é muito gentil e profissional, que além de ajudar crianças carentes, dar conselhos a crianças e adolescentes sobre seu futuro, ainda da apoio aos novos talentos, coisa que é muito importante, mas que falta pra muitos. (Vejam Beyond the Mat e percebam a bondade e o profissionalismo de Foley.)

Então é isso pessoal, acabo essa segunda edição, peço comentários de vocês dizendo o que acharam, apontando um possível erro, e dando sugestões para as próximas edições. BANG BANG!!

Anúncios

11 comentários em “Gustavo Ride – Wrestlers Injustiçados #2

  1. só tenho duas palavras para VOCÊ: BANG BANG!
    a materia esta ótima, e o foley não é somente injustiçado, ele é quebrado, esculachado, morto (ou quase) e detonado, mas continua numa boa, por isso ele é a inspiração de muita gente, inclusive a minha. não o SEP mas o felype, setado aqui, digitando.
    FOLEY 4 EVER!!! and after!!!

    • Ele é demais MESMO. Meu respeito e admiração cresceram ainda mais com essa minha coluna, pois vi que ele é legal tanto dentro quanto fora dos ringues, um cara que ajuda todo mundo, que sempre quer o melhor pro wrestling, que ajuda as novas estrelas, orienta crianças e adolescentes necessitados e etc. Falo com toda certeza: ESSE CARA É FODA!! E valeu pelo elogio!

  2. Essa é a primeira vez que eu comento. Visito o blog desde o seu início, mas somente agora com essa homenagem ao meu herói no wrestling resolvi comentar. O Foley pode não ser o mais tecnico, o que tem mais títulos ou o queridinho dos caras que mandam no negócio. Mas não se pode falar nada sobre a dedicação e seu amor ao wrestling. O cara faz de tudo para proporcionar um ótimo espetáculo quando sobe no ringue. por isso toda minha admiração e meu respeito por ele. Parabéns pela matéria.

  3. Muito bom o post! Eu sempre achei que eu era o cara que mais sabia de WWE no Brasil, mas desde que comecei a frequentar esse blog só vejo o quanto eu estava errado… Adorei esse post pq nunca entendi pq Foley, apesar de ser um puta profissional, simplesmente foi jogado pra escanteio pela WWE e mal utilizado na TNA… Pra falar a vdd ainda não entendi, mas fico feliz de saber que eu não sou o unico revoltado com isso!

  4. Todos nós temos nossos heróis e nossas preferências e na maioria das vezes em nosso top 3 ou top 5 Foley é deixado de lado, assim como outros, tipo Dreamer e Terry Funk por exemplo.

    Mas em contrapartida eles são tão amados por nós quanto nossos “tops”, e estão sempre ali nas nossas mais espetaculares lembranças, por tudo que já fizeram pelo wrestling.

    Realmente quando se fala dos “legends” esses nomes deixam de ser citados, mas não é sempre, graças a Deus!hehe

    Beleza de texto!

    R.I.P!

  5. Bom, eu tenho meu motivo pessoa por não citar o Foley nos meus top top mega-seletos e tals (rsrs) porque hardcore não é meu estilo de luta favorito! Eu gosto sim, mas prefiro uma luta mais técnica, com alguns moves high flyers, com toques de hardcore…mas hard hard não é o meu forte. Mas de todos os hardcores, o Foley é sem dúvida o que eu gosto mais!

    Tudo que você disse, eu assino embaixo, e o que eu mais admiro no Mick é o carisma, é o cara que deve ser o máximo sentar do lado e bater um papo, sabe? E é um exemplo de amor ao que faz, bom trabalho, doação, e maluquice! rsrsrs

    Grande texto amiguinho! \o/

  6. É isso ai pessoal, valeu pelos coments.

    Obrigado Double H de dar a honra de seu primeiro comentário ser num texto meu. Mas gostei do que disse, comente sempre falando sua opinião, é importante pra gente!!

    x Deniz, realmente algumas coisas são inexplicáveis, como a não valorização desmerecida do Foley. Pelo menos durante a WWF, mais na attitude era, ele foi um dos mais importantes, apesar de não ser citado por muitos que só lembram de SCSA e Mr. McMahon.

    É Xandao, temos nossos herois e preferências, pena que alguns não dão valor a alguns que merecem (como você citou), mas ainda sim, nós geralmente gostamos muito desse pessoal mais hardcore, mesmo não os considerando os top top de sempre.

    É, eu também me imaginei, ainda mais depois de ver Beyond the Mat, eu conversando com Mick, perguntando sobre os backstages, sobre suas loucuras, sua vida… Esse é um que parece ser muito legal MESMO.

    Obrigado pelos coments, continuem falando ai, e mandem sugestões se quiserem!!

  7. O texto ficou ótimo ( eu li tudo então nem reclama)
    Mankind manda bem e é um cara muito FODA!
    E realmente quando a gente ta falando de caras FODAS, eu sempro esqueço do Mankind.

    Belo trabalho Gustavo,
    Continue assim!!!

  8. Finalmente alguém lembrou dele! O cara, assim como o Xandão disse, acabamos os deixando de lado em nosso tops, mas muito pelo contrário, ele é o 6 no meu Top 10(depois de HBK, Bret Hart, Randy Savage, Undertaker & RVD) Pow, o cara recebia mal e se matava desse jeito, como diz a velha frase
    “Foley não deve se orgulhar de se sacrificar, mas também nao acha ruim”
    Pra mim,ele é O CARA, se fossemos comparar todos os wrestlers da história por feitos, Foley ezstaria em primeiro, mas também, praticipou da ECW original, se acostumou e ficou fod@
    Eu recomendo o Evan Bourne pra você comentar, é só ver o nível de wrestling do cara que tem(vendo algumas lutas dele na ROH(recomendo AJ STyles(acho que era ele) vs. Evan Bourne))e comparar com o push que ele vem recebendo na WWE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s