Corbari Madness Pit – A Odisseia

Após os milhares de votos em pesquisas, bilhares de cartas e e-mails, zinzilhares de pedidos descabelados e mulheres ensandecidas pedindo a volta do ídolo, ele voltou… É, parabéns Wando, sucesso a você… Agora eu, honrando os 47 votos do meu cabo eleitoral, amigos e família, retorno com o Corbari Madness Pit. Hoje, como é uma matéria de retorno, não falo das famosas duplas, e sim da história e o que tiveram que passar alguns dos grandes figurões da luta livre mundial. Vá adiante e confira o que vai rolar no episódio de hoje…

Primeiramente, caros leitores, quero dizer que fiquei um tempo sem aparecer por aqui, pouco por falta de tempo, pouco por desgosto do wrestling, o qual não acompanho veementemente por um bom tempo. Pois bem, após alguns bons shows, essa vontade de assistir a boa e velha luta livre reacendeu em mim. Espero aparecer novamente aqui por mais vezes, já que até o Mun-rá da blogosfera, que todos achavam que estava descansando em sua tumba, aproveitando sua vida eterna retornou.

Pois bem, hoje trago um novo texto, onde contarei a história (e não farei uma biografia) sobre lutadores que lá atrás, passaram por maus bocados, interpretaram personagens grotescos e “viveram para contar a história”, conseguindo importantes papéis na história do wrestling após sobreviver a uma verdadeira “Odisseia”, no maior estilo das narrativas de Homero.

A ODISSEIA

E quem estreia esse quadro é um homem que por muito tempo esteve no topo, mas por mais tempo ainda foi ridicularizado e visto como aquele que nada teria para adicionar. De desacreditado à campeão de tudo (e não falo do Internacional): Glen Jacobs, mas popularmente conhecido como KANE;

"Oloco meu, essa fera da luta livre, filho do Seu Jacob, Vem ai...."

Não, não é o Arquivo confidencial

GLEN THOMAS JACOBS (ou Kane, como preferir)

É, se tem um lutador que merece chegar onde chegou, esse é Kane. Em sua história na luta livre, foi de jobber mór a estrela maior, de um figurante cobrindo os espaços dos outros, ao ápice do personagem. Kane oscilou nos vários anos de carreira na luta livre, mudou muito e voou rumo ao estrelato, sendo considerado hoje como uma grande lenda do wrestling. Mas então, vamos abrir esse abarrotado baú, e ver que pedras nosso campeão mundial teve que empilhar.

Ôô Menino Lindo!

Nascido em Madrid, na Espanha, o pequeno Glen Thomas Jacobs já demonstrava o que queria ser no futuro. Maior que seus amigos da mesma idade, adorava esportes e lutas, tanto que desde cedo já se destacava no basquete e em combates corporais. Com uma altura incomum, ganhou bolsas de estudo para jogar basquete na faculdade, fez bacharelado em língua inglesa, atuou como professor, e teve uma considerável carreira na NCAA,  mas o coração falou mais alto, e Glen partiu em busca de um sonho de criança, ser um lutador de wrestling, sua paixão.

E não foi difícil para Glen entrar no mundo da luta livre, aliás não é sempre que encontra-se homens de 2,13 metros de altura. Com um físico impressionante, treinou forte e deu vida ao seu primeiro personagem em cima dos ringues: ANGUS KING, na federação de Missouri, após ser treinado pelas lendas Dean Malenko e Ray Candy (isso no ano de 1992).

Angus King era um daqueles personagens que ninguém sabe porque está lá. Roupas nada convencionais, olhos pintados de preto e nenhum objetivo para lutar, mas o tamanho assustador de Glen dava credibilidade a personificação.

Mas foi em seu segundo personagem que Glen alcançou um determinado conhecimento, mas não por suas glórias ou feitos, e sim pelo tamanha tosquisse de sua caracterização.

Agora, na USWA, é proposto um novo personagem ao jovem e ainda inexperiente Glen. Era algo que iria abalar as estruturas, e que os promotores da federação realmente achavam que poderia dar certo: CHRISTMAS CREATURES, a abominável, assustadora e nada credível árvore de natal do mal.

"Vai Sudowoodo, eu escolho você!"

…ÁRVORE DE NATAL DO MAL?   FUJAM!

Vídeo do personagem: AQUI

Eu sempre quis entender qual o motivo, causa ou circunstância que leva uma árvore de natal ganhar vida, e sua primeira ação é correr para um ringue de luta livre confrontar os mais diferentes lutadores.

Na verdade eu sempre quis entender porque essa aberração respeitava as regras e usava essa roupa de camurça horrível, com um monte de enfeite, serpentina e frescanagens envolto ao seu corpo.

Mas na verdade mesmo seu sempre quis entender muita coisa sobre esse ser, principalmente quem foi a mente brilhante que teve uma idéia desse patamar para um personagem de luta livre. Pô, ao menos montasse algo mais interessante e aceitável, como um Peru todo colorido ou uma dupla com roupas de camisinha.

O fato é que essa gimmick perdurou por várias semanas. Ele era imbatível, seus golpes eram brutais, pareciam até pauladas (“na mesma praça, no mesmo banco…”), e seu finisher era o Chokeslam, o qual seguiu na carreira de Glen Jacobs até os dias de hoje.

Foi também com esse personagem que Glen teve sua primeira luta televisionada (Smoky Mountain Wrestling).

Essa fantasia só teve fim quando Jerry Lawler, inconformado por ver o Papai Noel escrotizado pela criatura, o derrotou, acabando com a maldição do natal, para a tristeza geral dos fãs…   NOT!

Mas seu legado ficou, e até hoje em algumas federações independentes, reaparece, próximo ao natal, a figura marcante da árvore diabólica

Após o fim de sua caracterização do natal, Glen lutou no Japão, por pouco tempo, como Glen Jacobs mesmo.

Novamente na Smoky Mountain Wrestling, um novo personagem era criado: UNABOMB.

WTF?...

Olha que personagem mais masoquista. Esse é Unabomb, algo que ninguém sabe o que seja e que no ano de 1995 fez sua primeira aparição. Usava uma máscara preta e vermelha (e que lembra muito a máscara do Kane), uma roupa medieval e adornos desnecessários.

Tenho a impressão de que quem montou esse personagem deve ter pensado: “Vamos colocando o que tiver ai para usar, vamos colocar uns remendos aqui, umas tiras ali, e vai ficar da hora, manolo, esse personagem será histórico”… NOT!

Só para deixar claro, essa fantasia toda era apenas utilizada “na entrada” do personagem. Ele tirava todas essas tralhas e máscara para lutar… Agora não me peça o porque de usar isso para entrar no ringue, era preferível colocar uma sacola de pão na cabeça do que esses adornos.

Unabomb não tinha nenhum golpe característico, nenhuma catchphrase, nada que o marcasse. Era apenas conhecido como aquele personagem lá, que entra só pra dar uns socos, bater em alguém e retornar para sua pokebola. Claro, não preciso dizer que não caiu nas graças do povo, apesar de junto com Al Snow, ter conquistado o título de duplas da Smoky Mountain.

Era preferível usar a máscara...

VÍDEO DO PERSONAGEM: AQUI

Glen Jacobs ainda deu vida ao personagem MIKE UNABOMB, que teve rápida aparição na WWF, no ano de 1995, e DOOMSDAY, no mesmo ano. Ambos eram semelhantes ao Unabomb.

Após empilhar personagens nada admiráveis, nosso bravo Glen Thomas Jacobs finalmente chegou a WWE, um grande sonho. Estaria entrando para a federação de maior conhecimento no mundo, tinha tudo para explodir, mas para isso teria que abandonar a caracterização de Unabomb e criar algo de “sustância”, nos moldes da WWE, na época, algo que iria entreter o público e trouxesse um bom reconhecimento, e ele veio…

Mas não da melhor forma…

Aparecia na WWE, ISAAC YANKEM DDS, o dentista do mal.

"Calma, isso não vai doer nada... ou vai"

Isaac Yankem debutou como dentista e ajudante de Jerry Lawler. Naquela época (1995) a WWE gostava de criar personagens com dupla profissão. Até porque é mais do que normal dentistas, lixeiros, professores, contadores e afins, após terminar seus trabalhos “normais”, irem em direção à arena, descer o iáiá em outros trabalhadores do cotidiano.

Só que Isaac não era um simples dentista. Olhando essa imagem, nota-se uma certa repulsa na face desse caboclo. Apesar de um profissional na saúde bucal, os dentes de Isaac eram mais feios que peidar na missa, e sua cara de poucos amigos acusava que ele não era um dentista de verdade.

Várias promos de “dentro do consultório” foram feitas. Me impressiona como alguém procura um dentista desses, que tem essa estatura e essa cara de javali… Mas bem, Isaac Yankem era um dentista que gostava de fazer seus pacientes sentirem dores e reproduzia isso em cima dos ringues.

"Me dê imagens do dentista que maltrata os pacientes."

VÍDEO DO PERSONAGEM: AQUI

Isaac Yankem era odiado pelo público, e essa era a intenção. Aliás, quem não tem medo de um dentista, e aquele barulhinho repugnante da broca, vindo em sua direção pronto para desmontá-lo em apenas um golpe?

Esse personagem teve um relativo sucesso, graças a Jerry Lawler e seu dom para movimentar as feuds e combates. Isaac teve até um confronto contra Undertaker, no qual foi derrotado, mas mostrou ter potencial.

Entretanto, Isaac colecionava derrotas, e com as movimentações na WWE, com os Outsiders (Kevin Nash e Scoot Hall/ Diesel e Razor Ramon) partindo para a WCW, Vince se viu no direito de segurar os personagens Diesel e Ramon, que eram propriedade da WWE, e utilizar em outros lutadores, na maior intenção de não deixar as storylines “morrerem” e claro, atacar os lutadores que tinham saído…

Eis que, como se ninguém percebesse, toca o som de Diesel e Razor Ramon na arena. Ninguém entende, pois oras, eles estavam de saída para a WCW. O Público olha mais atentamente e … Oh meu deus, são impostores. E imagina quem foi o trabalhador escolhido para pegar o papel de palhaço DIESEL?

"E o campeão de Cosplay é...."

Claro, Glen Jacobs. Nosso determinado lutador segurou mais essa bomba e ridicularmente estava lá, com peruca falsa, uma barba que parecia ser feita de canetinha, interpretando um personagem que acabará de ser usado por outro lutador.

VÍDEO DO PERSONAGEM: AQUI

Diesel e Ramon, na época, estavam no topo da companhia, vencendo títulos de duplas e tendo grande reconhecimento e adoração do público. Não é preciso dizer também que o público detestou a idéia, apesar de os personagens “Fake” não terem ido tão mal na interpretação.

Essa palhaçada toda durou por alguns show, até que Fake Diesel e Fake Razor Ramon foram para federações independentes. Lá, os dois se enfrentaram e quem perdesse estava fora da federação, Fake Diesel perdeu, mas isso era apenas uma jogada para algo bem maior.

Com o fim do personagem Fake Diesel, Kane estava pronto para encarnar mais um desafio na sua carreira. Foram vários personagens diferentes, caracterizações complicadas e gimmicks mal tramadas, mas ele estava disposto e pronto para ser aquele que mudaria a história do wrestling, de fato.

KANE!

"huuum..."

Em 1997, em uma Hell in a Cell entre Undertaker e Shawn Michaels, no PPV Bad Blood, Paul Bearer introduziu Kane, o suposto irmão de Undertaker que teria morto queimado (por ação do próprio Undertaker) e que agora estaria de volta para alcançar sua vingança.

O personagem era muito bem feito, com uma roupagem assustadora e uma máscara que tornou-se um dos apetrechos mais vendidos no WWE.shop. The Big Red Machine ganhava vida.

VÍDEO DO PERSONAGEM: AQUI

O momento foi épico, um frisson tremendo e uma storyline que levaria à várias vertentes. Kane surge da escuridão, destrói a porta da cela, e aplica um tombstone piledriver no seu irmão de sangue. Um fato que marcou a WWE.

A partir desse acontecimento, Kane foi o centro da empresa por muito tempo. Esteve presente em momentos históricos da WWE, como o episódio da Invasão e teve combates épicos contar Undertaker. Após tanto tempo, após tantos personagens ciladas e vergonha alheia, Kane estava reinando no wrestling mundial.

Enfim, não precisa citar aqui os feitos desse grande personagem, pois vocês estão cansados de saber de seus feitos vitoriosos…

Mas…

Sua rixa com Undertaker tinha chegado a um fim, formaram uma dupla, acabaram com essa dupla, e o personagem que foi criado para ser a pedra no calçado de Undertaker estava sem rumo, sem utilidade. A imagem do Big Red Machine estava desgastada, e sem storylines decentes, seu personagem passou por mudanças, que, no entanto, não agradaram muitas pessoas.

Após perder para Triple H, em 2002, no combate que estava em jogo sua máscara, Kane mostrou a cara ao público, começando agora sua jornada como UNMASKED KANE.

Que cabelo é esse, manolo?

Para alguns, foi apenas uma máscara, uma acessório dispensável. Mas para a maioria, o Kane sem máscara não perdia só na caracterização, como também na construção do personagem e tudo o que ele representava nas storylines.

VÍDEO DO PERSONAGEM: AQUI

Não há como negar como a máscara assustadora de Kane caia bem no personagem. Unmasked Kane ainda seguiu com seus momentos de glória, formando duplas interessantes com Undertaker, Big Show e Rob Van Dam, mas com o passar dos tempos, o personagem Kane foi caindo “em desuso” e começou a ser visto apenas como um membro do roster, e não mais como o monstro gigante que destruía quem se opusesse a ele.

Mesmo assim, sempre próximo das Wrestlemanias e eventos importantes, segmentos entre Kane e Undertaker levam o público ao delírio. Mesmo passando por épocas no limbo, Kane ainda era uma peça importante para compor a gimmick de Undertaker…

E foi nesse ano de 2010, quando pouco se esperava do Big Red Monster, que a bigorna caiu do céu e ele voltou ao topo…

Admito que fui um dos que critiquei e desacreditei Kane. Para mim ele não tinha mais o que adicionar para a WWE… PEQUEI!

Pequei porque a WWE se apegou em uma combinação que sempre dará certo: Kane e Undertaker.

Quando ninguém esperava, Kane conquista o título de pesos pesados (já tendo conquistado os títulos mundiais da ECW e WWE) e dá início a uma feud contra Undertaker, que provavelmente culminará em uma Wrestlemania, onde mais provavelmente ainda, determinará o fim da carreira do lendário Deadman.

Imagina o quão épico seria uma luta final entre Undertaker e Kane? Pois é, foi esse o motivo que me fez voltar a acompanhar isso tudo. Mais de 10 anos depois do surgimento do personagem, Kane voltou ao topo para, possivelmente, compor uma das lutas mais esperadas em Wrestlemanias.

"Wrestlemania, ai vamos "nózes""

Então caros leitores, é isso que queria passar a vocês, a história desse exímio wrestler, que lá atrás, teve personagens de dar risada, que foram um erro e não embalaram, e que em um passado não muito distante, estava desacreditado e sem importância alguma na empresa. Mas, de um instante pro outro, se tornou o campeão mundial e iniciou uma das rivalidades mais esperadas da historia, a rivalidade que pode dar fim a carreira de Undertaker.

Kane engoliu muito sapo, desviou de muitas pedras, passou por uma verdadeira Odisseia, e venceu, podendo ser, espero eu, o protagonista de um combate mítico.

Enfim, a vergonha do passado pode construir a glória do futuro…

… Ao menos na WWE funciona mais ou menos assim, :P.

Assim acaba minha história, assim acaba meu espaço. Foi bom ter voltado a conversar com vocês, e espero aparecer por aqui novamente, o quanto antes.

Até uma próxima, e “bora” torcer para que esse confronto “Legeeeen … wait for it… dary” se concretize de uma vez na próxima Wrestlemania.

E se gostou, comente e clique no “GOSTEI” abaixo.

Anúncios

36 comentários em “Corbari Madness Pit – A Odisseia

  1. Que beleza de post hein Corba!
    Que bom que voltou com essa odisséia de um dos maiores personagens do wrestling.

    Tô gostando muito dessa feud (apesar de estar no comecinho ainda…), espero que chegue até o Wrestlemania, mas ainda tem muito chão até lá né?
    Rezemos aos deuzes do wrestling (quem? JBL?) e aos demons também 😛 para que não caguem nessa história que tem tudo pra ser maravilinda!

    Valeu senhor!

    *uahuahuahuahua a cara do garotão vendo a playba da Cléo auhuahuahuaua

    • Valeu Haruo San!
      TEM que chegar na Wrestlemania, será AWESOME ver o Taker perdendo e o Kane pegando o cinturão e dizendo “É, eu sou o maior de todos!”…

      Controverso, mas não deixa de ser verdade, hehe.
      Abraço.

  2. É teremos mais um Kane x Undertaker……
    e mais uma carreira acabada, e não sera do nosso Deadman.

    UNDERTAKER IS 19-0 IN WRESTLEMANIA, KANE’S CARRER IS OVER !!!

  3. Pra começar, quero parabenizar o Corba, que mesmo estando longe, voltou com um texto muito pertinente e MUITO bom!!

    Sobre o texto, REALMENTE vemos que ele sofreu pra chegar onde está hein! E vemos que, mesmo assim, ele não desistiu, e seguiu em frente, e ai deu no que deu. Muitas e muitas escrotices e erros (e também não sei como um cara olha isso e pensa: humm, arvore de papai noel? Sim, dará certo!) mas, no final, tudo deu certo e agora vemos ele ai, que apesar de EU achar que durante um curto tempo do Kane, ele foi interpretado por outro, leva a gimmick como ninguém.

    Infelizmente foi mal usado durante um bom tempo, mas o que vale é que finalmente acordaram e viram que ele merece estar no topo!! Sobre a feud, acho que não chega na WM, mas ela, pelo menos até agora nesse comecinho, está EXCELENTE, uma puta promo no SD passado, e com uma ideia que pode ir longe. E, caso chegue no WM (acho bem difícil) acharia muito ruim, porque por um lado o cara perder três vezes pro mesmo cara é muito pato, ainda mais numa WM (só o Rooney no DDA mesmo :P) e por outro, pq depois de td que vimos, o Taker perder a streak é algo que não queria ver de jeito algum… Apesar que só faria um pouco de sentido se fosse com o Kane mesmo!

    É isso, ótimo texto, ótimo tema, esperamos que esse push fique mais, e que não seja como o Swagger que agora feuda com o MVP :S

  4. Nuss , nunca pensei que um cara como o Kane , já tinha tido uma Gimmick de árvore de natal … Que coisa tosca :S

    Pois bem , essa Feud tem tudo pra dar certo , pois pode é a última deles , e talvez o WHC que está em jogo , será provavelmente a última conquista dos dois (mais pro Kane , que está realmente em fim de carreira , e Taker pouco provável que ele ganhe outro Title depois que sair da disputa por ele) , e se isso naum der certo , o que mais vão fazer com Storylines ??

    Ótimo texto , e que venha os próximos 😛

  5. Isso ai manolo,destruiu,ótimo post.Conseguiu aliar varias coisas em um só texto.EURIALTO disso ai:

    “Vamos colocando o que tiver ai para usar, vamos colocar uns remendos aqui, umas tiras ali, e vai ficar da hora, manolo, esse personagem será histórico”

    Demais cara,espero que detone assim com os Legends.

    • Valeu Raphael CM Punk que tem a foto do Edge no profile, hehe…

      Com certeza detonarei, detonar está no meu sangue..

      Ops! não ficou muito bem essa frase.

  6. Fala Corbari. Kane, grande Kane, se voltarmos a Attitude Era e observar a passagem de Jacobs por outras federações, acho que ninguém acreditaria na quantidade de Gimmicks que não foram trabalhadas corretamente, é surpreendente poder imaginar que o bom e velho Kane, já foi uma Árvore de Natal.

    Um lutador que pecou, e aprendeu muito nesses anos de carreira, e foi persistente para chegar no que é hoje, um caminho com muitas barreiras.

    Ao olhar Glen Jacobs, é de se perceber personagens nada normais. Hora é cover, hora é um dentista, e o resultado foi crucial, tornou-se um dos maiores personagens que o Wrestling já viu, um personagem fortalecido, que tinha uma história para qualquer um aplaudir de pé.

    Todos devem ter achado a idéia do Kane genial, um mascarado e monstruoso lutador, que jurava tornar a vida de seu irmão um inferno. E é como já falei, essa Storyline com o Taker, foi um fator importante para a carreira de Kane despencar, tornando-se dali, um magnifíco wrestler.

    É uma pena esses anos atrás, tornar-se algo tão humilhante para ele. Confesso que também participei da sociedade dos críticos de Kane, mas também havia de saber que seu talento estaria guardado, a espera de uma revalorização. E hoje, há possibilidades de que poderá estar voltando a ser o real The Big Red Monster, e além de tudo, poder novamente causar medo ao público, que é o que a gimmick durante esse tempo, clamou desesperadamente.

    Sou grande fã de gimmicks sombrias, e por ter conduzido tão bem esse personagem, Kane foi reconhecido por todo o mundo. É um wrestler de alta qualidade, que deve ter o respeito de todos.

    Sobre a rivalidade entre os irmãos novamente, é como comentei em meu texto, uma das melhores feuds de toda história do pro-wrestling está retornando, prometendo momentos emocionantes, como o que demonstraram naquele nostálgico tempo.

    Cara, é algo especial poder está lendo novamente o Corbari Madness Pit, uma coluna descontraída e bem escrita. Ótimo texto Corba, espero que não os perca de vista novamente. Abraço.

    • Eai camarada Patrick, valeu pelas palavras…
      Eu te disse que faria um texto sobre o Kane, só que diferente do seu, hehehe.

      Poderia ter copiado esse teu comentário e colado como texto pra finalizar a matéria, hehe…

      Kane é histórico, apesar de não aparecer na maioria das listas “Top 10/20 melhores de sempre” ( e talvez, se páh, nem mereça) tem uma história fantástica dentro do Wrestling

      Kaaaaane!

      Abraço.

    • UoooW, valeu
      3 vezes? Eu li “malemal” 1, ehheeheheh
      Brinks.

      Eu acho que ele teve relativo sucesso. Pô, o cara ganhou praticamente todos os títulos mundiais, fora duplas e etc…

  7. Como diria o grande mestre Mike Kyle… Booyatchaka! Quando eu votei achei que eu era o único, hehe. 😛

    Grande Fábio, voltando a escrever, e muito bem por sinal. Não gosto de colunas muito extensas, mas essa me prendeu até o final. Podemos apelidá-lo de Wikipédia gaúcha, afinal, isso é uma biografia.

    Já o Kane… O Kane não é mais o mesmo, mais velho, mais gordo, mais limitado, mas sempre um “mas” na história: O Kane é o Kane. Embora ele tenha sido até uma arvore de natal ambulante, tudo que ele fez, e faz até hoje é muito fantástico. Desde sua entrada, com riffs tenebrosos até o seus finisher, o segundo chokeslam mais violento da WWE (O do Big Show é mais foda 😛 ).

    Mas infelizmente acho que eles deram esse título ao Kane para não passar sua aposentadoria em branco.

    É isso aí, e Corba, vê se não some de novo, senão começaremos a fazer piadas de gaúcho contigo “tchê”.

    • Booyatchaka, hehehehe!

      Pô, por causa do Jack, vão ficar me chamando de Gaúcho até a eternidade, hehehehe.
      Fazer o que se pros Cariocas, tudo abaixo deles é “Rio Grande do Sul”, hehehe…

      Valeu Vortekzzzz. Realmente Kane tá meio fora de forma e lento, mas mesmo assim owna metade do roster da WWE.

      Sobre o título para não passar em branco, seilá cara, Kane já teve várias glórias e títulos, teve muito mais wrestler que são lembrados até hoje como grandes lendas e nunca sequer ganharam um título mundial em uma federação grande…

      Kane ganhou os pesos pesados, o da WWE, o da ECW…. (que não era lá grandes coisas quando ele venceu :P) e vários outros títulos com devida importância.

      Hehe, e espero postar algo o quanto antes…

  8. E só falando sobre a magia da máscara, ela era importante pois metia medo, era parte da gimmick, era inovadora e SEMPRE deixava a pergunta: nossa, como será o rosto deformado dele? Tão mal que tem que usar máscara? Ai quando acabou, mostraram tudo manchado, mas depois ele de cara limpa, perdeu essa “magia” citada acima, porque vimos que era meio que mentira as marcas deixadas pelo irmão… Por isso que tirar a sua máscara foi um dos maiores erros da WWE!!

    • Realmente, sábias palavras, foi bem nesse sentido a reação de muitos…

      Igual você, Gustavo.
      No começo, todo mundo pensava: “Noooosa, como deve ser esse cara, posta DDA demais, com uma sagacidade incrível, sempre trollando os outros…” E a mulherada sonhava em conhecer sua face…

      Depois da épica foto “Su Fódí” que apareceu nos posts do Havock, o mundo de todos caiu, sonhos foram estraçalhados, cabeças foram implodidas…

      Enfim, perdeu essa “magia”. 😛

      • Mulherada? E ainda querendo me ver?? Sei não… Mas depois que viram, muitos pagaram pau, tanto que até tem emoticon e gritos histéricos na rua quando passo e me reconheçem! E obrigado pelo DDA, eu sou foda mesmo né 😛

  9. A ENCICLOPÉDIA DO WRESTLING na sua melhor definição, ladies and gentleman, Fábio Corbari!

    Não decepcionando nem um pouco meu caro…

    Só tenho algo a reclamar, qual o problema de peidar na missa?

    • Hehehe, Valeu Mrrrrrrrrrr… Anderson.
      Obrigado pelas palavras, agora…

      E tu não acha feio peidar na missa?
      Vai me dizer que acha bonito encoxar a vó no tanque?

      Como diria um conhecido meu, gaudério: “Só não é mais feio que Paraguaio baleado”.

  10. FINALMENTE HEIN OW!

    Pra mim Kane foi responsável pelo debut mais impressionante que a WWE já teve…mais impactante que até mesmo o debut do Taker. O cara é uma lenda, um monstro e ele, somente ele pode encerrar a carreira do Deadman, junto com Paul Bearer.
    Acho que na WM do ano que vem o fenomeno encontrará seu fim, mas não creio que ele perca para o Kane.

    BOM RETORNO! AHHHH MULEKE!

    • Oooo, OooOooo, OooOooo XANDÃO!

      Ai meu camaradagem.
      Realmente é difícil pensar no Undertaker perdendo pro Kane, por mim que mantenham essa Streak. Mas se tem alguém com o cacife e história pra tal ato, esse é o Kane.

      Valeu Xandovsky, e quero continuar vendo seus textos por aqui, parça.
      Abraço.

  11. Por isso votei tantas vezes (mais de uma já pode ser considerado tantas vezes) para que esta coluna voltasse.

    Nada mais precisa ser dito. Quer dizer, precisa sim: Gostei e quero mais (foi o que disse sobre o almoço de hoje).

    • Hehhehehe, Valeu Tytan, por ser meu cabo eleitoral.
      Cabo não, melhor só eleitoral.

      Voto em mim pra Deputado também, 2222, Corbari, pior que tá não fica!

      ….É, não rimou… Antes parecia uma jingle tão foda, hehe…

      Espero trazer mais também, hehehe…
      Aé que disse isso sobre seu almoço? Diga-nos mais sobre…

      hehe, Abraço

  12. Cumpadi Corbarinho,

    Nunca vi um cara escrever biografia tão bem e em tempo record que nem vocÊ. Impressionante a riqueza da história, os detalhes e pitada de humor.

    Muito foda, sou seu fã e tu sabe disso!

    Sobre o texto:

    Ao mesmo tempo que me orgulho de admirar e ser fã do Kane, sinto um pouco de envergonhado disso (rs). Como o cara passou por mal bocados…Arvore, dentista, Diesel Fake, a fantasia do Unabomb que mais parece o Jason do sertão…

    Jesus…

    • Boemio, Boeminho, Boemasco, Boemante, Boemoooou!
      Grande Boemius.

      Valeu parça. Desde que vi a vitória do Kane, tive vontade de falar sobre. Lembro que eu e Jack ríamos nos podcasts lembrando de seu passado nebuloso e gimmicks engraçadas (quando na verdade eram pra ser assutadoras). Tava ele lá, pobre Kane, desacreditado… E de repente, Rááááááááá, título na mão.
      Foi muito legal ver isso.

      A primeira coisa que pensei quando vi o Unbaomb foi em um personagem de um jogo pra PLAY1, chamado SOUL EDGE… Quem jogou COM CERTEZA lembrará.

      Abraço Boemius, e quero ver mais suas palavras por aqui também…

  13. Foda, grande retorno! Eu mordi a minha língua e qs morri envenenada….Kane como champ? Nossa, eu fiquei muito feliz de ter dedicado um tempo baixando o tal do PPV.

    Não é de dizer que não esperávamos..porque vários cogitaram Undertaker com Kane na WM há muito tempo..mas quem realmente acreditava que era possível?

    É um momento muito importante na carreira dele, a chance de se reerguer e dar a volta por cima, e, se eu fosse ele, aproveitar pra correr pra aposentadoria antes de declinar novamente. Claro, ele lutando contra Taker na WM, não me agradaria nem um pouco ver o Deadman perdendo, e não acredito nessa derrota. Mas não é pra fechar a carreira dos dois com chave de ouro isso aí? Vamos esperar pra ver.

    Grande texto, como sempre!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s