Mesa Redonda da Luta Livre #14

Olá galera do GRTR, apesar de não ser uma volta oficial, estou postando o “Mesa Redonda da Luta Livre”, consegui arrumar um tempo para fazê-lo, porque afinal, esse programa foi a edição que finalmente teve a final do Campeonato Brasileiro. Continuem a ler.

A primeira luta é entre a Caveira Killinger X Tony Smith, mas antes de começar os comentários sobre a luta, tem que falar sobre a equipe de comentários presente no Evento, com além da participação de Renato Dias, Marcos Amaral e Coutinho Jr., tivemos também a presença do Marcelo Fontana (apresentador do Ultimo Round), também ,do já conhecido pelos atuais fãs de Wrestling, Jarbas Duarte, uma das lendas da luta livre Nacional Mr. Argentina, o também conhecido Tony Videla para acompanhar esse programa especial.

Agora sim falando da luta, a Caveira Killinger entra acompanhada pelo Perninha, pelo Rony Morano e pelo Tony Lima, após entra o “Rockeiro” Tony Smith. Na minha opinião, foi uma luta normal, com o estilo característico da caveira, com golpes acompanhados de gingados e firulas, e o Tony Smith com os golpes característicos de um Volante na luta livre Brasileira, a única diferença é que eu vi é que o Tony Smith estava utilizando draps pelas cordas (o que prova que as cordas melhoraram e também que é possível agora os lutadores também arriscarem mais golpes aéreos). Isso aqui não é um monólogo, então qual a opinião de vocês sobre a luta?

RS Bogo: Eu achei normal, boa de introdução para o que viria a seguir. Killinger e Smith são lutadores reguladores, têm pouco espaço, mas fazem sua parte no ringue.

Douglas Álex: A Caveira Killinger teve uma atuação excelente, ela sabe mexer com o público, um personagem que deveria inspirar de alguma forma outros lutadores que ainda não tem um personagem bem definido ou que se diferencie dos outros por meio das ações em cima do ringue e fora dele. E continuo da mesma opinião, sendo passível de estar errando, porque faz tempo que não assistia ao Telecatch, por falta de tempo e principalmente falta de interesse. Mas esse programa me cativou do começo ao fim. Quanto ao Tony Smith, o que faz dele ser um “rockeiro”? Veio-me isso agora enquanto estou escrevendo minha opinião… Alguma característica que demonstre isso? Não vi… O visual não remete ao rock. Pelo menos em minha opinião, e novamente repito que posso estar cometendo graves erros e injustiças quanto a minha visão. Mas presumo que não estou… Como você citou Havock, “golpes característicos” de um Volante na luta livre brasileira. Ou seja, os mesmo golpes de sempre e repetições… Mas tenho que parabenizá-lo também porque fez uma manobra bem executada, o dropkick citado pelo Hermano. Sinal que há a tentativa dele de inovar e melhorar, ou melhor, de se diferenciar.

Iran Santiago: Ambos tiveram boa evolução de seus outros combates. Deixo claro que quem fez o anuncio dessa luta não foi eu, foi um rapaz chamado Renato, ele acompanha o pessoal da BWF em todos os shows. Mesmo tendo síndrome de Down ele se esforça para ajudar de maior forma que poder.

Tony Smith prova que é capaz de usar as cordas (e não aparecer no print :D)

Lucas Godoi: Pra começar…a Caveira exagera nas graças…ela luta 1 minuto e faz graça pro público nos outros 5!!!Ok, é um personagem de comédia, mas poderia dosar isso um pouco mais.

Outra coisa, pelo amor de Deus!!!Alguém fala pro Valdemar que submissão não é pin???Já é a 500000ª vez que ele faz isso!E ele também conta muito lento, de resto, elogio ao Tony Smith que melhorou bastante e aqueles draps foram sensacionais.

Tá, eu também não entendi isso.

O Raposa: Normal, combate na média, não vou descrever a review do combate aqui, porque creio que quem vá ler já assistiu… Ainda acho estranho o lutador dividir os mesmo bastidores com Xandão e Jhon e não ficarem nem um pouco com inveja deles e tentar melhorar… Pô, não é por mal, mas se eu fosse lutador, ainda mais nessa nova fase da BWF, eu teria vergonha de ficar dando só drap tesoura e balão!

Enquanto Tony Smith faz uma submissão, Valdemar conta como se fosse PIN...

Com a luta acabada, vamos fazer um pequeno intervalo com direito a Merchan…

Enquanto esperamos a segunda luta, o que vocês acharam da mesa de comentários na luta?

RS Bogo: Muito boa, foi uma ótima ideia da BWF trazer antigos lutadores e outros nomes da luta livre brasileira, como Jarbas Duarte. Apesar de algumas confusões na hora de comentar, a mesa foi especial.

Douglas Álex: Com todo respeito, o Renato deveria ser mais aberto às críticas, porque a BWF tem isso como frente de trabalho, ele sendo o narrador do programa têm que ler ou ouvir as críticas e tentar melhorar. Gostei da participação do Jarbas Duarte, e imagino nesse momento, no futuro a mesa sendo composta por ele e o Marcos Amaral. Em minha opinião, a dupla ideal.

Iran Santiago: Cara foi muito bacana, lembro-me bem, quando cheguei ao 7 de Setembro acompanhado do Marcão e comprimentamos a galera, ai eis que surge o Marcelo Fontana, que nos disse ser a primeira vez que ele foi em um show de pro-wrestling, já alguns minutos entra ele com sua jaqueta da WWE, Jarbas Duarte, também super atencioso e conversamos por alguns minutos. Até mesmo as lendas como Mister Argentina e Tony Videla foram super atenciosos, pode conversar alguns minutos com ambos.

Lucas Godoi: Bem…achei que ficou muita gente comentando e todo mundo ficou meio perdido, aquele cara que não sei o nome e patrocina a BWF poderia e deveria ter ficado de fora, Renato, Marcos e Jarbas seria uma mesa muito boa mesmo.

O Raposa: Marcelo não participou direito hehehe! Jarbas e Marcos seriam perfeito, mas o cara cobra cachê (e alto ainda) então é melhor a BWF investir esse dinheiro em outras melhorias do que no narrador…Por enquanto!

Agora finalmente o momento que mais esperávamos, a grande final do Campeonato Brasileiro de Luta Livre, com um maluco fazendo o papel de Ring Announcer (Né Iran ?:P). O primeiro a entrar no ringue é o Xandão (que por sinal mal deu para ver o Iran chamando ele, menos um ponto pro Editor…), e depois é John que entra fazendo um Rap (que me pareceu um Funk…). Agora indo para a luta, foi uma luta bastante agitada, com bons golpes de ambos os lados (e infelizmente, boa parte deles não foi pego pela câmera) e também parte de Hardcore para deixar todos os fãs felizes. E então finalmente foi decidido o campeão da BWF, seu nome é XANDÃO, o que vocês acharam da luta?

RS Bogo: Foi um baita combate pros nossos padrões, e seria bom até no exterior. Ambos os lutadores já se mostraram aptos para essa final, têm muita técnica e bom carisma. O combate foi longo, mas não tedioso, e tenho certeza que agradou a todos no ginásio.

E Mano John entra com seu cinturão miniatura da WWE e cantando seu Funk Rap

Douglas Álex: Gostei muito, os dois deram o ritmo e a luta que precisava para honrar uma final para decidir o primeiro Campeão Brasileiro da BWF. Teve de tudo, como já comentei no site da BWF, voos para fora do ringue, Xandão jogando John contra a mesa, também utilizando essa mesa para bater muito no Mano. Novamente citado pelo Havock, os erros na gravação do combate, que prejudicaram porém não por completo essa final.

Xandão usando a voadora que aprendeu com o Kung Lao

Iran Santiago: Fiquei feliz pela luta, no entanto, alguns detalhes não poderam ser vistos graças a edição, que para mim ficou devendo em alguns pontos, como vocês não puderam ver o tanto que a testa do Mano John estava sangrando… Eu me assustei na beira do ringue, além disso tivemos uma ótima luta, na minha opinião a melhor até hoje da BWF, alias, todas as lutas tiveram um algo mais, deu para perceber nos bastidores que todos estavam empenhados para que aquela fosse uma luta noite inesquecível.

Mano John é forte, consegue arremessar o Xandão! (ah vá!)

Lucas Godoi: Luta muito boa, mas não achei a melhor da história da BWF, sobre o Iran anunciando…na primeira a edição cortou e na segunda o Mano John o cortou, traduzindo, ele se ferrou XD. As câmeras não vou nem comentar…é urgente esse ajuste de câmeras com elas mais próximas do ring captando as expressões dos lutadores principalmente em submissões e pelo Amor de Deus né gente, pega um spot direito nessa porra!

O Raposa: Resultado meio que óbvio (mas muito merecido), claro que os primeiros cinturões da BWF não poderiam acumular tudo com o Mano John, ou ele seria o campeão mais overrated de todos os tempos da luta livre nacional! Mas em si a luta foi boa, digo isso porque já vi combates melhores deles, alias a primeira luta que tiveram (numa rua cheia de gente) foi a melhor…

Antes de verem a luta, para quem vocês estavam torcendo?

RS Bogo: Xandão mesmo. Sempre foi o lutador que mais me agradou na BWF.

Douglas Álex: Xandão… Ele é o melhor lutador da BWF e desde começo torcia para ele. Só falta a ele uma melhor definição do seu personagem, aprimorar no microfone, já que agora ele é o Campeão da BWF, o primeiro, tem que honrar isso fora do ringue, porque lá em cima ele já honrava faz tempo. Sem nenhum momento desmerecer o John, porque este teve uma evolução fantástica dos primeiros programas para hoje, sendo ele um dos melhores lutadores da BWF junto ao Xandão. E discordo da tua opinião, companheiro de região, eu gostei do Rap do John, incrementando sua entrada, ponto que o Tim Anderson bem referiu. E concordo plenamente com isso.

Iran Santiago: Mano John, muitos achariam algo chato ele manter 2 cinturões, mas, na minha opinião seria um desafio aos bookers da BWF, muito interessante por sinal.

Lucas Godoi: Xandão, ele é o que luta mais ali e pra mim é um dos melhores lutadores do MUNDO no momento.

O Raposa: Não adianta torcer se você já sabe quem vai ganhar hehe! Estava torcendo para que ambos se saíssem bem no combate, afinal são meus amigos de MSN heehhe!

Vocês gostaram do Design do Cinturão da BWF? Por quê?

RS Bogo: Sim, inovador com o símbolo da empresa e de um tamanho bastante legal para um cinturão principal. Sabemos que a BWF não tem condição de usar jóias e decorações absurdas em seus cinturões, mas esse sim ficou simples e bonito.

Douglas Álex: Nem se compara ao cinturão do Sobrevivente, só por isso têm crédito comigo. Sinal que aprenderam com o erro no primeiro cinturão. Na verdade, mais uma vez a BWF aprende com os erros e evolui com as críticas, já uma marca da federação.

Iran Santiago: Pode ver de perto o mesmo, você sentia a presença que um cinturão deve ter. O design bacana, informando que aquela não é a versão final, que a mesma estará pronta em breve, não haverão mudanças, mas, sim melhoras.

Lucas Godoi: Mais ou menos, tirando aquele Campeão gigante que ficou meio sem sentido pra mim eu achei que ficou legal.

O Raposa:Bem já que não tem empresa que cria esse tipo de cinturão aqui no Brasil, então vai esse mesmo hehehe! Fora que o campeão pode usar ele pra muitas coisas, como de escudo pra cosplays, pra fritar um ovo quando faltar frigideira, vender como fivela de cinto de Itu…

Vendo que foi o primeiro campeão da BWF, Xandão entra para a história da empresa, como vocês acham que será o comportamento dele agora que ele é o Campeão?

RS Bogo: Acredito que vai defender durante bastante tempo o título e fica com a moral lá encima, mesmo já sendo conhecido antes do título como o melhor lutador da BWF.

Douglas Álex: Não sei. Torço para que evolua, como já citei, no microfone e tem uma definição do seu personagem. Porque Xandão, não é um base, não é um volante. Mas será que há reação ao seu personagem assim? Hoje ele é um “tweener”, como falam os americanos. Um personagem que tanto pode ter comportamento de “bom da fita” como de “mal da fita”. Exemplo de um grande “tweener” foi SCSA. Acho que Xandão funcionaria melhor como base.

Iran Santiago: Xandão é um grande lutador, creio que em breve veremos alguns desafios a ele valendo o cinturão.

Lucas Godoi: Vai continuar espancando a todos e retendo o título frente a todos os desafiantes, enfim, acho que Xandão será uma Awesome Kong versão masculina e falo isso no bom sentido é claro hehe

O Raposa: Do mesmo jeito, porque ele é muito centrado e quer sempre melhorar, mesmo que acumula-se todos os títulos da BWF, mas sobre seu personagem, óbvio que ficara mais arrogante hehehe!

Quem você gostaria que fosse o primeiro desafiante ao título da BWF? E Por quê?

RS Bogo: Nocaute Jack. Apostaria na vitória do Xandão, mas um combate brutal com Nocaute daria mais experiência pro Gigante e mostraria para ele o quanto difícil é segurar o título.

Douglas Álex: O Xandão falou em Brutus. Concordo com ele. Seria mais um grande combate entre os dois e pelo cinturão. São dois lutadores fortes que são ágeis, tem manobras bonitas aos olhos. Têm características semelhantes nas ações em ringue. Além de um parentesco. O que atrairia mais atenção ao combate se bem explorado isso.

Iran Santiago: Brutus, ver Xandão contra seu primo no ringue é garantia de ótimo show, seria uma chance de o próprio Brutus mostrar ao que veio.

Lucas Godoi: Pirata!Pra mim ele tem uma gimmick realmente genial e mesmo achando que a BWF não o utiliza direito acho que ele conseguiria fazer uma puta rivalidade e luta com o Xandão.

O Raposa: Ninja ou Red, porque alem de volantes são os melhores lutadores leves da BWF e podem te quebrar mais rápido que cruzamento de coelhos serelepes do cerrado…

Qual a nota que você dá para o programa? Aponte os melhores e os piores momentos também =D

RS Bogo: Dou nota 8,5. O melhor foi a última luta e seus momentos finais, o pior foram os cortes, a edição precisa ser melhorada.

Douglas Álex: 8.2 Os melhores momentos para mim, foram a atuação da Caveira, o dropkick do Tony, toda a atuação do Xandão e do John na final. Os piores momentos foram a confusão nos nomes pelo Renato e os erros de gravação.

Iran Santiago: 9,8 . Creio que quem foi ao show viu muitas coisas que a edição pecou em mostrar, um programa dedicado somente a final seria melhor do que alguns minutos.

Lucas Godoi: Vou dar um 8, o melhor momento realmente foi o Xandão vencendo o título e o pior foi o corte horrível de câmeras.

O Raposa: Não vou dar nota, não sou jurado nem crítico… Mas posso dar nota das suas rapaduras…

Momento Livre, oportunidade de mandar aquele recadinho, ou então me agradecer por essa oportunidade incrível de poder responder minhas perguntas *fuckyea*, mande sua mensagem final.

RS Bogo: Vai se f*der Hermano. #brinks Só quero mandar um parabéns pra todo o pessoal da BWF por seu trabalho, disposição e esforço pela luta livre brasileira. Não acompanho PW tão fortemente quanto antes, mas podem ter certeza que admiro muito quem está nesse ramo por aqui. Um abraço.

Douglas Álex: Agradeço pela oportunidade grandiosa de poder compartilhar comentários e opiniões sobre o programa especial, que marcou o primeiro campeão da BWF. Se há muitos pontos a se melhorar, outros muitos foram melhorados.

Iran Santiago: Agradeço primeiro ao grande amigo Havock que me convidou para estar aqui hoje, também agradecer a todos que estiveram comigo naquele dia 7 de setembro e que podemos conversar, ao Bob, Cinthia sua esposa, aos lutadores, ao pessoal da FILL, aos convidados, todos que de fato engrandeceram essa noite, creio que há alguns combates a ver e que apresentaram um nível tão bom quanto aos que vocês já viram. Único puxão de orelha mesmo vai pro pessoal da edição que poderia ter mostrado algo mais da final e pecou, mas, como muitos dizem, assistir ao vivo tem outra emoção, talvez seja por isso que estou reclamando, mas, até mais e um grande abraço a todos.

Lucas Godoi: Obrigado por essa oportunidade incrível meu ex parceiro de tags no DDA que eu destruí a um ano atrás e sobre o ENEM, eu vou te destruir sem botar a mão em algum livro (Afinal, não tenho obrigação de estudar porque to no 2º ano)

O Raposa: Recentemente vi sua foto no MSN, tem cara de nerd nordestino de cabeça chata… Mas o importante é que tem saúde, alias, você é obeso também…. hã…complica assim…. Bom o importante é que gosta de luta livre ^^

Muito obrigado pela participação de todos vocês, infelizmente essa edição do Mesa Redonda está no fim, agora só voltarei a postar em Novembro (maldito ENEM), muito obrigado a todos os convidados e até a próxima!

Confira agora a entrevista que o Portal da Luta Livre fez com o Xandão após a partida (foi o mesmo maluco que anunciou a luta, um tal de Iran Santiago :P)

A Caveira Killinger teve uma atuação excelente, ela sabe mexer com o público, um personagem que deveria inspirar de alguma forma outros lutadores que ainda não tem um personagem bem definido ou que se diferencie dos outros por meio das ações em cima do ringue e fora dele. E continuo da mesma opinião, sendo passível de estar errando, porque faz tempo que não assistia ao Telecatch, por falta de tempo e principalmente falta de interesse. Mas esse programa me cativou do começo ao fim. Quanto ao Tony Smith, o que faz dele ser um “rockeiro”? Veio-me isso agora enquanto estou escrevendo minha opinião… Alguma característica que demonstre isso? Não vi… O visual não remete ao rock. Pelo menos em minha opinião, e novamente repito que posso estar cometendo graves erros e injustiças quanto a minha visão. Mas presumo que não estou… Como você citou Havock, “golpes característicos” de um Volante na luta livre brasileira. Ou seja, os mesmo golpes de sempre e repetições… Mas tenho que parabenizá-lo também porque fez uma manobra bem executada, o dropkick citado pelo Hermano. Sinal que há a tentativa dele de inovar e melhorar, ou melhor, de se diferenciar.

Anúncios

13 comentários em “Mesa Redonda da Luta Livre #14

  1. PORRA HERMANO, tu colocou a minha declaração após o xingamento no nome do Douglas Alex, foi eu que escrevi isso ali manolo.

    HSDAUIASDHASDU sem levar isso em conta, foi bem cool a mesa redonda, vejo que eu fui o que menos falou dessa vez ‘-‘

  2. Muito boa essa mesa. Parabéns Havock e aos participantes!

    As lutas foram boas…a caveira é aquilo mesmo…só catimba…rs

    Como eu disse no outro post a grande final foi muito boa! Os dois deram tudo de si…mas prevaleceu a violência e a força do Xandão.

    Sobre o polêmico cinturão…bonito ele não ficou não, mas sei que melhorias serão feitas e o que é mais importante é seu valor, é seu significado para a LLN.

    O cinto que o Mano entrou é de brinquedo mesmo? da WWE?

  3. Muito bom!! Opiniões expressadas muito bem, uma ótima equipe falando, e o Post foi sensacional!!

    Xandão merecia ter conquistado esse cinturão … O John é um ótimo lutador, mas Xabdão é quase incoparável, luta bem, tem aquele jeitão de monstro, mas é ágil e rápido, tudo que um lutador tem que ser pra se firmar commo o melhor da empresa…

    E achei o Design do cinturão meio podre mesmo, mas isso não importa. O peso que ele tem, já é alguma coisa. Além de ter uma importância tão grande na Luta Livre Nacional, que vem crescendo e crescendo bastante a cada santo dia.

    Essa mesa dos comentaristas realmente ficou explêndido… E o grupo certo para narrar a BWF.

    E concordo com o Godoi. O Pirata devia ser o próximo desafiante do Xandão. Ele sabe interpretar sua Gimmick muito bem, tem golpes favoráveis, e sabe fazer uma luta digna de Campeonato brasileiro. O seu único problema é que ele vende seus golpes tão bem, que acaba sempre saindo alguma coisa errada … Mas, isso não interfere em nada , e pode sim ser o próximo adversário do Xandão…

  4. Bem, não tenho algo muito diferente a falar, só sei que to me sentindo com remorso por ter dado 8…eu resolvi arredondar a nota q teria dado (8,2) e acabei sendo o mais rabugento da edição XD

    E Pirata é o q mais merece, ele é foda e ponto final.

  5. oi gente bom dia, obrigado pela palavras, adorei participar do programa no 7 de setembro, verdadeiramente matei a saudade de ver luta livre. tenho essa luta livre na minha veia também. Tenho vontade de voltar a narrar, enquanto isso não acontece, vou de futebol. estou na minha web rádio as quartas e aos domingos ao vivo ouça aqui http://www.futebolpelainternet.com.br abraço a todos.

  6. Que legal uma edição da mesa depois de tanto tempo, bom ela ter voltado (mesmo que por um dia só) pra ilustrar e mostrar o que foi esse dia tão especial pra BWF e pro Xandão, se sagrando o primeiro BWF champion!

    Não vi o programa, mas pretendo ver, e sobre o cinturão, não sei se foi porque vi de qualquer jeito, ou se não vi detalhes, mas achei ele MUITO bom, ainda mais pra uma federação daqui, afinal, a WWE que é a WWE fez aquele novo tag title que é feiosão e o da BWF é grande e mostra o principal na frente, o nome da empresa…

    Bem legal, boas opiniões!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s