Na Teia do Aranha #25

Salve, pessoal!

Em mais um pensamento, um tema que poderia ter sido a solução das federações, mas acaba se tornando uma das maiores dores de cabeça delas dos últimos tempos: a renovação de seus lutadores.

Leiam, opinem e debatam.

Abraços e valeu!

Renovar é Preciso

 

Nos últimos tempos, umas das coisas mais discutidas no âmbito do pro wrestling mundial é sobre a renovação dos talentos no mercado, especialmente no contexto em que as principais federações estão inseridas, onde se percebe nitidamente que há um crescimento avassalador de fãs das federações de MMA e afins, onde as lutas possuem um caráter realista, o que muitas vezes os fãs pedem que a luta livre se torne e as próprias federações jogam esse assunto pra escanteio, por vários motivos. As tentativas são várias dessa renovação, mas o ponto de interrogação aparece na cabeça de quem faz essa reflexão, para saber se essas tentativas relamente darão certo ou se ficarão apenas na pura esperança.

A WWE saiu na frente a partir do momento em que cria as suas chamadas “escolas de desenvolvimento”, onde mandam atletas que são achados em várias partes do mundo para que se desenvolvam e se moldem de acordo com os padrões de censura as quais a federação de McMahon exige. Mas, acabamos por ver que muitos talentos que são levados a WWE pelas cifras e possibilidade de uma fama que dificilmente conseguiriam nos locais aonde lutavam, ficam extremamente limitados e amordaçados, especialmente aqueles que possuem técnicas mais arriscadas. Por mais que eles saibam fazê-las com excelência, são proibidos pelo simples fato de que alguma pessoa (em especial as crianças, público-alvo da indústria de wrestling-entretenimento aqual a WWE diz estar encaixada) pode tentar fazer isso e acarretar um sério problema que levaria a mais uma mancha no nome da federação.

A TNA é exatamente o outro lado da moeda da WWE. Eles possuem um sistema de busca de talentos muito boa, e quando bons lutadores são achados, são levados a federação e a ordem de Dixie Carter é que possam mostrar o que realmente sabem. Não é a toa que vemos um bom crescimento na federação, especialmente em relação aos lutadores mais novos, que fazem lutas extremamente emocionantes, técnicas e brutais. Em muitos casos, não se vê uma gota de sangue saindo de seus corpos, pois a habilidade dos mesmos fazem com que um embate seja brilhante. Todavia, esse direcionamento de deixá-los à vontade faz com que as storylines que trazem a razão para que as lutas ocorram fiquem com falta de coesão e se embolem muitas vezes no meio do caminho por coisas que poderiam ter sido resolvidas com um pouco mais de direcionamento da própria TNA com relação a interar os wrestlers entre sim, mesmo que não seja uma missão rápida e tão fácil assim.

Vimos com isso que dois fatores são fundamentais para que a renovação ocorra de modo tranquilo e proveitoso para todas as partes: o primeiro é a questão de saber educar e criar laços de relacionamento (mesmo que seja estrito ao âmbito profissional, mas que seja criado) entre os lutadores, tornando-os realmente um grupo pronto para lutar e começar rivalidades em quaisquer circunstâncias, sem que haja uma certa ‘forçação de barra’, como estamos vendo em algumas storylines nos últimos tempos. O segundo fator é a liberdade de trabalho aos atletas, afinal, se você contrata alguém, épara que ele dê o melhor de si no que faz. Porém, se o próprio patrão limita o seu empregado de exercer as suas atividades essenciais, a situação se complica até um limite em que não existe a menor possibilidade de que aquele talento latente se desenvola e acabe por se tornar mais um lutador que acabará no limo, como tantos que vemos por aí com um talento gigantesco e que são anulados.

Existem muitas tentativas de se renovar o plantel de lutadores das federações, como o NXT, por exemplo, de onde se gerou a “The Nexus”, uma das maiores atrações do Monday Night Raw atualmente. Mas, por mais que haja a real chance de que algum wrestler novo seja um grande campeão, se o caminho dele não for pautado por essa educação responsável, mostrando o caminho corretamente, mas dando todo o aval para que exiba os seus talentos, as federações persistirão nessa reclamação de que falta pessoal com capacidade no mercado, e todos os lados acabarão perdendo.

Anúncios

4 comentários em “Na Teia do Aranha #25

  1. Boa Aranha, muito bem tramado o texto e o assunto…

    Eu gosto de ver verdadeiros medalhões nas federações, mas não em excesso. Essa idéia de NEXUS, no começo, pareceu ser uma tremenda furada, mas demonstrou ser totalmente ao contrário. Não que eu gosto dos lutadores e das feuds que eles estão envolvidos, mas um show só de “sangue novo” foi uma grande sacada da WWE.

    A TNA tá ficando famosa por ter só a “velharia”, mas lá estão muita gente boa, proveniente de Indys e afins. Gosto muito de Jay Lethal e alguns da Xdivision, e se nas duplas já estavam os MotorCity, com a presença da GENERATION ME ficou ainda mais feera…

    Generation ME, para mim, foram a grande graça que eu tive na minha volta aos PPVS assistidos ao vivo 😛 que tive esse ano. Os caras são demais, virei fã mesmo, fui ver várias outras lutas. Bons em manobras inovadoras, muito carismáticos e já “lapidados”. Geniais… e novos.

  2. Bem, belo texto, realmente precisa-se dessa renovção, pois senão a “roda” não gira…

    Sobre o texto, só queria mostrar como a TNA tá melhor, e querendo ou não, devido a Hogan e CIA… Lembram o quanto critcávamos por causa da mudança do ringue, dos velhos capengas de lá e talz? E agora que temos a Fourtune, stable de jovens, no ME? Ou ainda temos Lethal com o X Division title, e FINALMENTE, MCMG com tag title, algo novo e inédito, mas MUITOOO merecido. É isso, as coisas mudam, daqui a pouco, os elogios a TNA ou até a WWE, que mandou bem com a stable, push do Miz, NXT, etc, acabam, devido a uma ou outra merda que elas façam. É assim, sempre foi e sempre será.

    E sobre mic skills e promos, acho que a TNA dá um banho pelo simples fato: eles SABEM quem por no micro, e o melhor, DEIXAM FALAR. Ou por caso alguém se atreve a dizer que existe alguém melhor no microfone do que o Flair, que claramente entra lá sem ter texto decorado e faz um SHOWZAÇO, e o repete Impact atrás de Impact? E outra, a liberdade que ele tem, de xingar, usar nomes reais, fatos externos as vezes, SE SOCAR… Dá ou não dá uma vontade maior de ver/ouvir? É isso que falta a WWE, e mais uma vez, devido a PG, apesar que algumas zoações como Wendy pro Slater, e o Miz zuando, são legais, mas falta muito pra chegar num nível de humilhação de SCSA e Rock por exemplo…

    É isso ai, bem legal!!

  3. Bom texto.

    Eu tenho muita raiva de quem reclama da TNA por contratar veteranos.

    A TNA, assim como a WWE, é uma federação de onde tem muitos talentos novos que são só de la, e mostram tudo oq sabem, ao mesmo tempo que tem a oportunidade de ter grandes lutas com veteranos ainda em plena forma como Jeff Hardy, Mister Kennedy , etc.
    Eu acho isso muito bom.

    Em contrapartida, eu odeio o NXT.
    Acho mediocre, wrestling tem q parecer real, enquanto no NXT falam ABERTAMENTE “se vc não é bom no microfone não vai ser campeão”.

  4. O tema é antigo, porém é bem trabalho. O problema do tema ser antigo é paradoxal, há tempos que este tempo vem sendo discutido, porém as federações quando se vêem em situações de crise conseguem jogar uma nova estrela no ar. Quando a WWE perdeu Rock e Austin, conseguiu elevar mais ainda o Undertaker, e jogou Orton, Batista e Cena para serem as estrelas, e conseguiu. Agora já está jogando outros pra cima também. Eu acho que a renovação tem sido feita aos poucos e a gente nem está percebendo, por isto ainda falamos que precisa da tal renovação, mas ela ocorre diante dos nossos narizes e não nos damos conta.

    Bom texto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s