Gustavo Ride – A Montanha-Russa chamada Royal Rumble

Opa pessoal, é isso mesmo, aparece por aqui mais uma edição da minha coluna. Dessa vez farei uma pequena comparação do Royal Rumble, com uma montanha-russa. É, compararei os momentos vividos nesse brinquedo, com o que vimos no Royal Rumble desse ano. Se ficou curioso, leia ai 😀

Bem, dividirei o RR em sete partes. A primeira contendo a WHC match, a segunda o WWE title match, a terceira a Divas match, e as outras quatro partes, dividirei entre momentos da Royal Rumble match. E eu mesclo bastante a ficção e a realidade, a montanha-russa e o PPV, então não estranhem 😛

Logo no começo, você pensa na parte zero. Calma, eu explico. A parte zero é o momento antes do começo. Ou seja, quando estamos a momentos do começo do PPV. No caso da montanha-russa, quando estamos já dentro do local, esperando o carrinho. Ambas as partes geram grande expectativa e o nervosismo e ansiedade sobem.

Ok, agora sim vamos com a primeira parte. No caso da montanha-russa, a primeira parte trata-se da entrada, aquela subida, onde sua ansiedade chega no ápice e a primeira grande descida, onde seu coração QUASE sai pela boca. Pensando em Royal rumble, foi exatamente o que aconteceu. Pense: aquela primeira promo que sempre tem, começa a deixar seu coração na boca, ou seja, é aquela subida. E a primeira luta, que tem que ser algo muito bom, pra começar bem, mas não pode ser a melhor coisa do show, é a primeira grande descida, algo que satisfaz sua vontade. Então, por enquanto, o passeio proporcionado pela WWE está certinho, perfeito. E ainda teve partes bônus que deixaram a descida ainda mais “pra baixo”. Esses bônus foram grandes golpes tais como o powerbomb do Edge num reversal, a volta do edgecator, a presença sapeca do spear, e o final bem bolado.

Isso sim é uma bela descida. Início muito foda!

Chegamos na segunda parte. Se tratando do brinquedo, é a parte onde a adrenalina desce um pouco. Vem as curvas de altas velocidades, mas não tão rápidas e emocionantes como a grande descida. Mas é aquilo, a adrenalina cai um pouco, mas nada que deixe o brinquedo chato. Aqui, a empresa da montanha-russa, a WWE, errou um pouco. Digo isso pois durante essas curvas de altas velocidades, algumas das curvas foram sem emoção (quer dizer, durante Orton vs Miz, a luta foi chatinha, já começando a cair a adrenalina) mas no final, com a invasão da Nexus e a retida do Miz, deu uma emoção (e felicidade) a mais. Então, até a segunda parte, a WWE quase impecável, um ou outro errinho, mas nada muito mal.

Ok, terceira parte. Quase o meio ali. Essa geralmente é a parte um pouco mais lenta, com uma ou outra coisa mais legal, mas num geral é uma parte com um pouco mais de subida, e curvas lentas. E a WWE fez exatamente isso, com um detalhe a mais. Logo no começo, na mudança de luta, TODOS ficaram na expectativa da Kong aparecer. Pensando no brinquedo, isso deu um príncipio de expectativa, você visualiza uma grande descida, ela vai se confirmar… Mas ai vem uma curva lentíssima e uma subida. Por que? Porque a WWE coloca a Eve, estragando nossos “sonhos” de ver a Kong destruindo em pleno PPV, e o pior, dá o title a Eve, assim, do nada, sem nem ter um porque ela estar na luta, e nem ser uma Diva que merecia de fato. Ok, nessa parte, de novo, ficou abaixo da média, ou seja, o brinquedo já não está mais impecável, está muito bom, mas não excelente como no começo.

Além de nos frustrar, a WWE ainda dá o title pra ela... "Nonsensise"

Quarta luta. Começa a Royal rumble match. Isso automaticamente te deixa com uma expectativa a mais, e o brinquedo recomeça a ir rápido, com pequenas descidas e grandes curvas velozes. E, de novo, tivemos um bônus, que foi a atuação fodônica de Bryan vs Regal, ou seja, professor vs aprendiz, a parte homem-aranha do Morrison, que foi, de longe, o spot do PPV e também o Chavo recebendo uma bela ovação e uma pequena importância, algo merecidíssimo. Então no primeiro quarto da RR match e na quarta do “passeio” na montanha-russa, a coisa melhorou, suas expectativas e felicidade voltam, e você imagina que o resto do percurso será foda.

Quinta parte. Como disse antes, você está, de novo, cheio de adrenalina, emoção e expectativa. Mas… Não fique excitado (no sentido americano pessoal :D) antes da hora. A quinta parte até começa bem, com um domínio bem legal da Nexus, e na montanha-russa, consequentemente, as coisas ficam mais rápidas e legais. Mas depois isso torna-se chato, repetitivo e fica mal no fim. As voltas de Khali e Booker T foram legais, pela ovação e tal, mas, como logo foram eliminados pela Nexus, e foi algo muito repetitivo, deixou chato. Logo, o mesmo ocorreu com a montanha-russa, com as mesmas curvas, o mesmo percurso. Então, após cinco partes, A WWE está com um PPV acima da média comum, mas não foda o suficiente pra “honrar” o nome Royal Rumble. O passeio está legal, mas não tão foda como você imaginou e esperou.

Sexta parte. O fim está próximo! Nessa sexta parte, podemos dividir em duas sub-partes. A primeira foi a do Cena e do Horns dominando. Algo tão lamentável que nem vou estender meus comentários, apenas dizer que isso colaborou pra te deixar ainda mais sem grandes expectativas, e que isso representa, na montanha-russa, uma quase parada do brinquedo, de tão mal que foi. Mas pelo menos a segunda sub-parte foi melhor. Vimos o domínio ridículo parar, aquela “suruba” final começar a se formar e a volta foda de Diesel, com o maior pop da noite. A montanha-russa volta a se movimentar, mas ainda devagar, e com você lá dentro já meio desiludido. Mas calma, ainda há a parte final…

Chegamos na sétima e última parte. Você está ansioso pra saber o vencedor, e ver o que terá ali no final do passeio, mas mesmo assim, chega um pouco desanimado, por causa das últimas partes do brinquedo. Nessa sétima parte, sobram Cena, Orton, Del Rio e Barrett (a princípio, achávamos que era só esses). Você começa a se irritar, afinal, Cena está em casa, destroçando, e as chances dele vencer parecem grandes. Lá no carrinho, como você não vê nenhuma mudança foda no percurso, você está puto. Mas calma, o salvador Miz elimina Cena. No brinquedo, isso representa uma melhora, com umas descidas e umas coisas legais, mas ainda bem abaixo do final foda que você esperava. Mas tudo bem, o final mesmo ainda não chegou. É agora!! Orton elimina Barrett, PUTZ… SERÁ QUE… NÃO, NÃO DARÁ ORTON… DEL RIO VENCE!!!! Nessa hora temos uma descida quase que de 90 graus na montanha-russa. Seu coração finalmente sai pela boca, e você está felizaço. Espere… Será que aquilo no caminho é uma parada? Será que a descida foda acabará por aqui e nos frustará? É, esse possível impecílio é Santino Marella, que antes havia caido do ringue, mas não pela corda superior. Putz! KOBRA aplicado… Ahh não… Ele não pod… E NÃO PODE MESMO! ALBERTO DEL RIO VENCE!! Isso ali no trajeto final, representa que a subida que você achou ver, representa, na verdade, apenas a curva mais foda de todas. O final foi o mais foda possível. E acaba o passeio e o PPV!

ALBERTOOOOOOOO DEEEEL RIIIIOOOO!!

A sensação final ali é “Nossa, que foda!”. Mas após você andar um pouco, e pensar no que acabou de vivenciar, você vê que o final foi quem surpreendeu muito, e quem levou você a falar que foi muito foda foi o Del Rio vencendo, ou seja, foi a descida e a curva fodônica. Então, após você pensar bem e considerar o PPV como um todo, ou o brinquedo como um todo né 😛 você vê que foi um PPV bom sim, mas não excepcional, e nem fodão, apenas bom e surpreendente.

Bem, terminou a aventura. Sei que algumas vezes ficou meio estranho e confuso, mas como achei que o RR pareceu MUITO uma montanha-russa, com pontos baixíssimos, baixos, altos e altíssimos, e todos mesclados, quis fazer isso. Comentem ai e digam o que acharam dessa minha viagem (literalmente :P)

Anúncios

17 comentários em “Gustavo Ride – A Montanha-Russa chamada Royal Rumble

  1. KKKKKKK Eu gostei do texto… Realmente o Royal rumble foi um PPV semelhante a uma montanha russa! 😛

    Mais tarde faço um Comment decente!

  2. Olha… Gustavito aprendendo a fazer textos?Ficou MUITO bom e realmente o Royal Rumble pareceu msm uma montanha-russa..

    Enfim, a RR foi mediana eu diria… minha luta preferida do PPV foi Dolph vs Edge como o esperado já que o Ziggler é FODA e o Del Rio me fez melhorar o humor pq é tão foda quanto.

    • Ah, sei lá… É que a RR match é… A RR MATCH! É difícil escolher. Assim, pelo que eu esperava de Ziggler e Edge e pelo que esperava da super RR match, a primeira opção foi melhor, agora, a diferença é que a RR match tem todo um charme, algo único e foda!

      E sim, texto foda pois sou FODA! 😛

  3. Texto foda, realmente muito bom pra você Ciblorg_Fresco(Zoa).

    Eu fico assim sempre ao início de um PPV, mas como há tempos que não to acompanhando wrestling, fico assim por causa do DDA.ASUHAUHU

  4. Pingback: Tweets that mention Gustavo Ride – A Montanha-Russa chamada Royal Rumble « Get Ready To Rumble -- Topsy.com

  5. texto foda, foi uma boa comparação!
    agora, o Royal Rumble foi um PPV bom,pelo menos para mim,mas não ótimo como era de se esperar por muitos. Luta do Edge vs Ziggler foi foda, e um final como você mesmo disse:”bem bolado”
    Orton vs Miz, eu parei de assitir em algumas partes pois me deixou entediado, não gosto de ver os dois juntos em ringue, acho as lutas entre eles muito chatas!
    a De Divas eu realmente estava esperando a aparição da Kong, quando vi que aquela match acabo com a eve vencendo, e a Kong não aparecendo eu pensei : putz, que merda ;s

    Já a Royal Rumble match foi fodinha, com bons momentos, e outros não tão bons. Quando Cena começou a brincar com o Horns, eu fiquei puto da vida, desperdiçar um bom tempo da match com essa merda, poderiam ter usado pra algo mais util -.- . Já quando o Morrison fez aquele movimento pra continuar na RR Match, eu me levantei da cadeira do Pc e falei “é disso que eu tava falando\’-‘/”, quando booker T e Diesel entraram eu pensei “PORRA É ISSO AE \’-‘/”,pena que eles duraram pouco na match, fiquei triste com isso, apesar de ter sido bom ver o retorno deles :(. Enfim, do Final não preciso falar nada, apenas que o ALBERTOOOOOOOO DEEEEL RIIIIOOOO!! ter vencido foi foda demais…HELL YEAH \’-‘/

    • Obrigado. Como eu disse em algum comentário ai, as maiores decepções pra mim foi a Kong não vier, a EVE a substituir e ainda levar o title, e Kane e Show terem uma participação pífia. Algumas voltas também esperadas me desapontaram, mas de boa…

      E… ALLBBEEEEERTOOOOOOOOOOOOO DEEELL RIIIIIOOO 😛

  6. Parei de ler no Gustavo… hehehehe, brincadeiras a parte, mandou bem no texto hein!

    Mas primeiramente, como assim você fala de Montanha Russa e não cita a Aretuza???

    Podia ter falado que o momento da Nexus você na montanha russa estava ficando enjoado, e quando foi a parte do Cena e Horns você vomitou estilo Aretuza hehehe

    Enfim, a minha opinião sobre o evento você já sabe, todos já sabem, aliás, mais um bom texto sobre Royal Rumble, vai mandar pro http://www.textosdoroyalrumble.blogspot.com ???

    hehehe

    Gostei da analogia com uma montanha russa, o único problema é que eu não posso citar se a analogia foi correta ou não porque eu não ando de montanha russa e odeio as decidas, eu prefiro a parte que anda rápida. Só andei duas vezes, nem louco gosto desse tipo de brinquedo, sou muito mais o trem fantasma!

    No geral, isso aê Gusta, parabéns, abraços!

    • Não gosta de montanhas-russas porque… É UM ARREGÃO MEDROSO… MUAHAHAHAHA 😛 Mas sério, acho muito foda, no Hopi Hari é o brinquedo mais desejado.

      É, relmente alguns momentos deram vontade de vomitar, mas mesmo assim, houveram pequenas coisas que fizeram parar essa vontade.

      Obrigado pelo comentário!

      • KKKKKK Realmente, a do Hopi Hari é FODA! 😛

        Pô, e o Criador andou apenas DUAS VEZES numa Montanha-Russa?? Tá precisando tirar umas férias em mano?? xDD

  7. Me surpreendo com a frequência dos textos do Gustavito. Além de não ter longos intervalos entre as postagens, consegue manter excelentes colunas, e essa foi mais uma excelente postagem.

    Edge vs. Ziggler provou que Dolph merece o World Heavyweight Championship, porém infelizmente isso não ocorrerá tão cedo, afinal este título ficará na mão de Alberto Del Rio.

    Miz vs. Orton fizeram o Arroz com Feijão de sempre, porém, alguém pôs uma pimenta no prato dos dois chamada Nexus, que fizeram o algo a mais nesta luta.

    Não posso falar da luta das Divas, pois não assisti, mas fiquei decepcionado por causa que a Awesome Kong não apareceu.

    Royal Rumble Match, decepções, surpresas e consagração latina. Lembro-me que na minha Dragon Chronicles sobre o Royal Rumble eu disse que ia virar baderna a até teria o anão E acertei, sou fodão.

    Depois de ver e rever o PPV confesso que estava redondamente enganado, boa idéia de WWE de fazer a New Nexus dominar no início, pois assim eliminava vários lutadores e diminuiria a bagunça.

    Tivemos vários destaques e boms spots, como a sequência de golpes do Booker T, os vários suplexes de Chavo Guerrero e as macaquisses de John Morrison, mesmo sendo mais fácil ele ir para o ringue pulando em uma perna só, afinal pra ser eliminado precisa por os dois pés no chão.

    Tivemos também três retornos no Royal Rumble, The Big Daddy Cool Diesel, aka. Kevin Nash que nem fedeu nem cheirou, mas valeu a pena. Também tivemos o retorno de The Great Khali, porém nada demais. E o retorno de Booker Teiro, confesso que gritei CAN YOU DIGG IT, NIGGA! Voltou bem, mas foi eliminado rapidamente, ficando menos de dois minutos no ringue.

    Alberto Del Rio venceu, mereceu, mas não terá o Main-Event principal na WrestleMania, lugar que está reservado para The Undertaker.

    • Obrigado. É aquilo né… Postar e, segundo você, com qualidade, enquanto está “fluindo”. Porque antes eu nem escrevia tanto porque nem tinha o que escrever! Mas valeu, realmente até eu achei que esse texto foi legal, sem falsa modestia!!

      E um detalhe, acho que o ME não será Taker e Barrett, afinal, nem sabemos se ele aguentará lutar. Acredito que será luta no ME comum, ou seja, WHC title ou WWE title. Taker, SE LUTAR, será ali no upper-mid card!

  8. Achei bem maneiro esse texto, mesmo dando umas viajadas, como tantas curvas numa só Montanha-Russa… pô, nem tem taaaaantas assim não! 😛

    Mesmo assim, ficou bem engraçado e deu pra ler de boa!

  9. Resumiu muito bem q foi o ppv acho q o RR teria sido ruim se a nexus tivesse ficado ate o final ai ia da no saco, enfim acabou sendo uma boa luta e o resultado so vendo pra acreditar. Fiquei com medo do Santino vencer no final Hahaha

  10. Muito bom.Não tinha visto como uma montanha russa mas com esse texto deu pra entender como foi esse PPV.
    Mandou muito bem!

  11. Pingback: História em Vídeo- WWE Royal Rumble 2011 Highlights « Get Ready To Rumble

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s