NTR #1 – Texto 1, 6º Rookie : NXGT – “Quando voar não é o bastante”

Sim, sou eu Xandão Dead, e lhes apresento meu rookie Guilherme Torrijo, agora mais conhecido como GT. Nesse texto é abordada a turbolenta situação dos high-flyers na WWE . Confiram essa primeira edição do NXGT e acompanhem essa viagem ao mundo dos guerreiros voadores ( ou não tão voadores assim…) Vamos lá!

Olá Galera, bem vindos a Next to Rumble! Nessa minha primeira edição, falaremos sobre os high-flyers e como a WWE vem os tratando ultimamente (acabando com eles) e que se continuar desse jeito serão uma espécie em extinção ou jobbers para sempre.

Como todos nós sabemos graças à era PG a WWE limita muitos dos melhores golpes do wrestling, que normalmente são realizados por nossos queridos high-flyers, assim tirando um certo brilho das lutas, criando lutadores com move-set de 5 golpes (Como John Cena, mas isso fica pra outra edição). Além disso os high-flyers são normalmente magros ou pequeninos ou ambos e todos sabem que a WWE gosta de caras super bombados de sunguinha …

Então vamos a eles:

Evan Bourne

Evan Bourne. Sem asas para voar?

Magro, ágil, e com uma cara carismática, Evan tem tudo o que espera de um high-flyer, tem um move-set muito bom, além de seu fantástico finisher o “AirBourne”(Shooting Star Press)… Você olha um lutador com essas características e pensa em um futuro main-eventer, mas daí sem ter grandes mic-skills a WWE frustra a expectativas de todos e transforma o cara em jobber…

Evan até que começou bem e realizou grandes lutas, mas nada conseguiu (lembro até hoje de luta de Evan contra Matt Hardy no Cyber Sunday – 2008 pelo ECW Championship, Evan executou todos os golpes que ele possuia menos o Shooting Star Press e perdeu após um roll-up, lamentável) .

Até John Cena pediu pra o titio Vince dar um push pro cara e quando a gente acha que agora ele vai receber um, vem uma lesão e bota tudo a perder (Mesmo assim ele somente participou de algumas lutas de duplas com John).

Espero que com seu retorno a WWE realmente o aproveite e tenha opções melhores pra ele, essas são as que eu acredito que ele tenha:

1. Aprende a ser bom no microfone – Nisso parece que Evan não tem o dom é um ótimo lutador, mas no microfone não se encaixa nos perfis da WWE.

2. Pede pra ser dispensado – Não acho esse o caso de Evan, o dinheiro deve falar mais alto em um momento com esse e agora com seu retorno talvez seja levado para o main-event, mas se sair sempre terá um espaço nas indys, retornando as origens com seu nome Matt Sydal ou até mesmo ir para a TNA.

3. Conforma-se em ser mid-card – Tem tudo para chegar no main-event, mas sem mic-skill não tem como se manter por muito tempo, Evan provavelmente será um mid-card de luxo.

4. Formar uma dupla – Algo que eu gostaria muito que acontecesse, todas as lutas de dupla realizadas por ele foram de boas ou excelentes e por que não uma dupla de high-flyers com Rey Mysterio.

Pra os que não lembram, eles já realizaram lutas juntos e você as acompanha no link abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=4sxdIU2XV9g&feature=related

Justin Gabriel

Just...justimm...juste...jastim...justin...

Perfil parecido com Evan Bourne, magro, ágil e com um finisher fantástico o 450 Splash, mas também possui problemas de mic-skills. Mas, diferente de Evan, Justin Gabriel conseguiu seu espaço e prestigio se tornou Tag Team Champion e normalmente figura na WWE, mas tudo isso a sombra de Wade Barrett (Mais um bombado de sunguinha).

A pergunta que fica é “e depois?” Um dia Justin terá que sair da sombra de Wade e terá que se sustentar com as próprias pernas e aí a WWE terá que ter planos, mas o passado indica coisas completamente diferentes, a WWE raramente aproveita lutadores com pouca habilidade no microfone, e os coloca como eternos mid-cards ou pior.

Com ele provavelmente acontecerá o que já aconteceu com Evan, mas ele ainda tem algumas opções:

1. Aprende a ser bom no microfone – Esse tem tudo pra aprender e se consolidar no main-event (É só fazer um treinamento com o Cena e continuar com o bom move-set).

2. Conforma-se em ser mid-card – Poucas chances disto acontecer, está no auge dos holofotes.

3. Pede pra ser dispensado – Não vejo de maneira alguma Gabriel tomando uma atitude como essa, ainda mais agora que ele está tendo a sua chance

Kofi Kingston

Imagem rara, Kofi com cara de poucos amigos.

Kofi diferente de Evan e Gabrilel, já tem seu nome consolidado na WWE é o atual Intercontinental Champion, mas ainda busca seu espaço entre os grandes e sofre do mesmo problema que Evan, ou seja, não possui aquela habilidade tamanha no microfone que é necessária na WWE para se tornar um dos grandes.

Contudo Kofi está numa posição até que privilegiada, pois é um up mid-card e está muito bem confortável onde se encontra e provavelmente ficará estacionado onde está por algum tempo.

Rey Mysterio

Vivo la vida peleando pecado!

A eterna cara do Smackdown, o Rei do 619 é o high-flyer que obteve mais sucesso nos últimos tempos, está numa posição confortável pode até escolher com terá suas feuds além de ter férias no meio da temporada de show quando deseja, mas quem não sente falta da época da feud de Rey contra Edge.

Rey não chega a ter opções, mas vai aqui o eu gostaria que acontecesse com ele:

1. Elimination Chamber – Gostaria de ver Rey e Edge sendo os dois últimos sobreviventes da Chamber e após um 619, Rey se tornaria campeão e enfrentaria Del Rio no WM.

2. WM – Nesse caso gostaria de ver Rey saindo com o título em mãos e essa seria uma feud que poderia ser prolongada.

Infelizmente poucas chances disto acontecer, mas como o próprio Rey disse ele pensa em se aposentar e isso pode ser a qualquer momento, afinal cada entrevista que se passa Rey fala que sua aposentadoria está mais perto.

O Grande Erro – Kaval

Olha o Kaval! Já foi...

Esse sim!!! Tinha tudo pra dar certo… Magro, baixinho, ótimo lutador, tinha um vozeirão, fazia boas promos, agradava muito dos fãs e ainda foi vencedor da 2º temporada da NXT…

Mas pra variar (a WWE fez cagada) os bookers não tiveram ideias pra continuar com seu personagem ou colocá-lo em uma feud e assim a WWE perde um de seus melhores lutadores por pura e simples falta de criatividade .

Quem vem por aí – Seth Rollins (Mais conhecido com Tyler Black)

Primeiro ano em Hogwarts?

É isso mesmo que você leu, Tyler Black está na FCW sobe o nome de Seth Rollins…

Para quem não o conhece Tyler Black, já foi campeão da ROH e um dos melhores lutadores que por ela já passaram.

Agora na FCW, não se deve demorar muito para ele subir para o Raw ou para o Smackdown.

Seth (Tyler) é ágil, rápido, muito habilidoso e tem um ótimo move-set como você confere no link: (Golpes do tempo em que ele lutava nas indys)

http://www.youtube.com/watch?v=CeZLLUbDlpA

Pontos Positivos

Seth tem um move-set bem amplo e admirável

Seth possui uma “boa bagagem” conquistada em indys

Pontos Negativos

Com a era PG a WWE limitou (Já na FCW) vários de seus golpes

Os bookers já deram um nome um tanto quanto ridículo para seu finisher, o batizaram de Avada Kedavra que é uma variação do Superkick, (É isso mesmo que você está pensando, é o nome da maldição do Harry Potter) quem foi que pensou nisso poderia ter pensado em um nome mais original

Vídeo com o finisher de Seth Rollins

http://www.youtube.com/watch?v=b3KVHm7-01Q

Diferente dos outros Seth Rollins tem tudo para se dar bem desde o começo e será um grande nome na WWE no futuro (Se não estragarem tudo como fizeram com o Kaval), pois Seth já possui uma habilidade razoável ao microfone

Finalizando

É por isso que torço para que a ROH e a TNA continuem crescendo e ganhando espaço na mídia (principalmente a ROH).

Afinal luta – livre é um esporte, ou seja, precisa de bons golpes para gerar aquele sentimento de euforia no publico, não desmerecendo a WWE, mas imaginem as promos da WWE com as lutas da ROH, seria algo inigualável…

E pra você que acha que só magro é high-flyer, olha o que um grandão e gordo consegue fazer:

http://www.youtube.com/watch?v=nbCxkEx_OkM

Espero que tenham gostado dessa primeira edição do NXGT, obrigado a todos que leram e comentem o que acharam, coloquem suas opiniões, mande seus comentários!

E no mais até a próxima!

GT

Análise Xandão Dead

Apesar de ser um tema já tão discutido nos blogs, o rookie soube fazer uma abordagem inteligente espondo seus pontos de vista e suas opiniões com personalidade, dando uma outra visão ao assunto.

Sobre pontuação, portugues e regras de gramática, não teve nada de anormal ou pecado mortal. ( também não sou da ABL!), creio que conseguiu passar bem suas ideias sem maiores problemas.

Para primeiro texto foi uma boa estréia, sei que rola um nervosismo que pode até bloquear algumas ideias mais criativas, mas com o tempo e prática pode se soltar mais, fazer fluir melhor seus pensamentos.

Continue nesse ritmo que a tendência é melhorar, conforme for ganhando mais confiança.

P.S. Tive que postar antes de sábado, pois vou ter que viajar nesse fds.

 

 

Anúncios

33 comentários em “NTR #1 – Texto 1, 6º Rookie : NXGT – “Quando voar não é o bastante”

  1. Discordo num ponto: o Kaval nunca fez boas promos. Isto talvez tenha motivado a demissão. Lutador ? Excelente! Mas para entertainer faltava um maior desenvolvimento (que podia vir com o tempo).

  2. Foi um bom texto, bem coeso e abordou um tema já bem desgastado de maneira bem sóbria, sem tornar tão repetitivo. Utilizou de um tipo de texto como saída e se deu bem.

    Outro ‘rookie’ promissor.

  3. Pra mim, se saiu razoável, pois não explicou muito cada Wrestler e em algumas das suas “dicas”, acabou por repitir algumas vezes, mas isso não importa!

    Bom, se fosse um texto já focado no Blog, iria fazer várias discordâncias, já que em muitos casos ai, poderia ter sido diferente!

    Mas bem, boa estreia, e que consiga sim se manter desse jeito, sempre com pontos mais elevados à cada texto!

  4. Escreve bem, muito bem. Mas…

    Não sei se alguém reparou, mas ou isto é plágio ou isto é um “Déjà vu”.

    Não há problema nenhum pegar tema repetido, ou batido. Mas cometeu dois erros graves: fazer um texto bem parecido com um artigo antigo de um integrante do blog (“lutando e voando…”), ainda por cima com a estrutura de texto idêntica (uma introdução e alguns exemplos de lutador) e não ter ao menos citado isso.

    Isso não pode se passar despercebido. Sinceramente fiquei extremamente decepcionado.

    https://getreadytorumble.wordpress.com/2009/10/17/recordar-e-viver-4/#more-4138

  5. Depois eu leio pois to sem tempo, mas de antemão você podia ter deixado lá que eu postava pra você, que nem eu fiz pro Boemio. Depois faço um comentário melhor.

      • Desculpa cara, mas para mim esse assunto é muito sério.

        Não gostei nem um pouco disso. Achei absurdo fazer um texto desse, e pensar que iria passar despercebido.

        Já vi isso acontecer de outras formas, mas descarado assim, eu nunca vi.

        • Realmente. O pior de tudo é que há membros “OldSchool” ativos no blog, ou melhor dizendo, grande parte dos OldSchools voltaram por causa da promoção e o cara me manda uma dessa…

  6. Vamos lá, aqui temos um caso bem complicado. O rookie aparenta escrever bem, porém teve problemas no desenvolvimento de ideias. Ele começou de uma maneira quando falou de Evan Bourne e Justin Gabriel, mas depois começou a se cansar… E o critério que estava utilizando muda completamente quando chega no Kofi Kingston, depois retorna quando se trata do Rey Mysterio, e acaba novamente com o Kaval… E quando chega o Seth Rollings ele simplesmente começa um outro critério, já citando pontos positivos e negativos. Eu achei isto uma falha da linha de raciocínio. Mas dá pra escrever bem, porém não posso afirmar que escreve bem por um simples motivo…

    E este motivo é inteiramente ligado ao caso do “plágio”. Vamos primeiramente a uma definissão:

    Plágio significa copiar, imitar (obra alheia), apresentar como seu o trabalho intelectual de outra pessoa.

    Reproduzir apenas partes de um texto, sem citar sua fonte é plágio.

    Talvez não seja por mal, porém configurou-se plágio, pois a sua estrutura está semelhante a de Boemio, assim como o assunto. Eu não quis comentar antes porque preferi esperar para ler ambos os textos e melhor analisá-los. Pode ter sido intencional ou não, mas mesmo assim isto não faz deixar de ser plágio. Muitas das vezes um cantor faz uma música com uma letra romântica, porém o instrumental (mesmo não sendo intencionalmente) se remete a uma música pop de lá dos anos 60… Aí o que acontece? O proprietário dos direitos autorais da música dos anos 60 faz a acusação de plágio, e o cara não tem nada a seu favor, pois pode ter sido inocentemente, como pode não ter sido. O que eles fazem numa situação destas? Entram em um acordo ou brigam judicialmente, e raramente o “plagiador” vence.

    Essa é uma boa experiência para você, agora aprenderás a utilizar temas não muito debatidos, afinal de contas tu sempre jogarás com a possibilidade de estar criando um texto muito igual ou não ao de outra pessoa, entende onde quero chegar?

    Repito, não sei se foi intencional, mas se foi você não irá assumir, obviamente, então é melhor haver um esclarecimento…

    Sobre o que eu havia falado antes de entrar no mérito do plágio era o seguinte, você até escreve bem, possui um problema em desenvolvimento do raciocínio que pode ser facilmente resolvido com uma melhor observação e leitura do texto, porém há a possibilidade que você tenha plagiado, e que por conta disto tenha conseguido se desenvolver em cima deste estilo…

    No mais, espero por um segundo texto melhor, pois sei que tem potencial para isto, e não corra este tipo de risco. Abs

  7. Olá pessoal, fui hoje para ler os comentários esperando opiniões e críticas sobre o meu texto e fiquei realmente triste ao ver meu texto ligado a plágio.

    Realmente isso foi algo que realmente me entristeceu, afinal sei que o Get Ready to Rumble é um blog sério (Afinal já o acompanho a algum tempo) e jamais entraria no
    Next to Rumble, além de publicar meu nome e informações pessoais, se fosse para plagiar alguém.

    Como disse o Boemio “ou isto é plágio ou isto é um “Déjà vu””, Boemio posso lhe afirmar a você, a todos os membros do blog e a todos os leitores que leram meu texto que de forma alguma plagiei sua edição do “Recordar é Viver”.

    Parece-me que tive a infelicidade na escolha de meu tema, pois quando fui classificado para Next To Rumble, já pensei logo num tema afianl só teria uma semana para finalizado, com isso decide escolher um tema que gostasse, tivesse mais conhecimento e que consequentemente seria mais fácil de realizar.

    Por isso escolhi o tema sobre “High-flfyers”, inicialmente pensei em realizar uma matéria sobre Rey Mysterio, contudo achei que o texto ficaria repetitivo e não acrescentaria nada aos leitores a não ser descobrirem que sou um fã de Rey, então decide expandir o tema e em vez de escrever sobre Rey decide escrever sobre os atuais “high-flyers” da WWE e demonstrar minha opinião sobre a atual opinião sobre os fatos que vem ocorrendo além de propor algumas previsões.

    Quanto a maneira de escrever não havia melhor jeito de me expressar sem ser da maneira a qual escrevi (Afinal sempre escrevi assim), pois foi o melhor que consegui fazer para exemplificar a ideia que tinha em mente.

    Passo por uma situação como essa sériamente decepcionado, porém saio de cabeça erguida por ter a certeza de não ter plagiado a obra do Boemio, pois desde pequeno meus pais sempre me ensinaram, demonstraram e disseram que a honestidade e humildade são características que todo ser humano tem que utilizar, aprimorar e desenvolver, portanto esperem que acreditem em mim ao escrever com toda a certeza que não plagiei a obra do Boemio só tive a infelicidade de termos uma certa semelhança na maneira de desenvolver idéias e escrever e por isso não posso ser culpado

    A respeito de plágio ou definição é “Copiar ou imitar, sem engenho, as obras ou os pensamentos dos outros e apresentá-los como originais”, se levarmos isso ao pé da letra qualquer que escrever sobre “high-flyers” seria um plagiador do Boemio e Boemio plagiador de alguém e assim por diante, mesmo diante dessa definição considero minhas ideias originais, ou seja, meu texto, pois creio ter exposto meu ponto de vista de uma maneira diferente, ou melhor, da minha maneira

    Saio desapontado, afinal com isso sei que fico com o nome “manchado” e que minhas chances no Next to Rumble estão esgotadas, pois esta situação provavelmente afetará o julgamento dos pros e do publico futuramente.

    No mais para os que acreditarem em mim, obrigado pelo voto de confiança e para os que me considerem um plagiador nada posso acrescentar a não ser que tive um azar tremendo e que reflitam, pois qualquer um de vocês poderiam estar na posição em qual me encontro.

    Abraços
    GT

    • “minhas chances no Next to Rumble estão esgotada”
      Negativo, coleguinha. Você ainda tem TRÊS textos, que se foram excelentemente escritos podem não apenas te dar a vitória, mas também te consagrar como o “Paulo Coelho da luta livre”
      Apenas seja mais criativo nos temas, e pegue alguma coisa realmente inovadora.
      Se você escolheu um tema desgastado, a culpa é inteiramente sua.

    • Cara, ninguém, ao menos eu, não levarei isso em consideração, até porque não vi como plágio (talvez como infelicidade na escolha do tema, ou talvez nem isso).

      Entao fica de boa, que seu texto vai ser visto como se fosse um texto seu, e receberá nota e talz como mesmo.

      Abs!

  8. Como eu disse, pode ter sido intencional ou não. GT, no caso que você citou sobre falarem de High Flyers, a diferença vai da maneira como se abordao tema, entende? Eu posso fazer um TOP 20 de… Tag Teams. Eu posso fazer um top 20 de tag teams e o mesmo conter exatamente as posições que tem o top 20 do Corbari, e ainda assim sem ser plagio. Tudo vai da maneira como eu abordar o texto, entende?

    Enfim, você tem 3 textos ainda pra mostrar que manda bem, sem contar que já mandou bem no primeiro ao ponto de levantarem a hipótese de ter plagiado o Boêmio… rs

  9. As vezes, tenho dificuldade de escrever grandes textos, devido ao meu estilo de chegar logo ao ponto.

    Guilherme, antes de responder qualquer coisa, gostaria de saber uma coisa de você.

    Você não (nunca) leu meu texto antes de fazer o seu?

  10. SOBRE O TEXTO:
    Gostei do jeito que escreveu, citando os lutadores e talz. Tu comentou bem cada um, só achei um pouco estranho o padrão (ou falta de) para comentar cada caso. Por exemplo: Em um você citou pontos negativos e positivos (boa idéia), no outro comentou só o possível futuro dentro da empresa…
    Creio que ficaria melhor se colocasse os pontos negativos e positivos de cada um, seria algo interessante de se ler.
    Mas ao todo, parabéns. Nota-se que você conhece bem o assunto que está tratando

    SOBRE POSSÍVEL PLÁGIO
    Não vou entrar muito nessa discussão, mas pra mim isso NÃO foi plágio.

    Vou contar uma curiosidade: Uma vez eu fiz um texto sobre sexta-feira 13 e citei lutadores assustadores e tudo mais.
    Tempos depois, em um blog ai, um carinho postou um texto intitulando-se a “Enciclopédia do Wrestling” (nick que o Jack inventou a mim) e fazendo um texto com o mesmo tema, retratando os mesmos lutadores e mudando muita pouca coisa, caracterizando um PLÁGIO clássico.

    Acho que esse caso não foi plágio não. GT usou um tema que o Boemio também usou, e creio que muita gente deve ter usado também, e usou termos, idéias e palavras diferente do que o Boemio usou o texto dele. GT até retratou lutadores que na época Boemio não tinha retratado. GT foi mais pro lado do que pode acontecer com cada um no futuro, já Boemio foi mais pra qualidade in-ring de cada.

    Esse tipo de estrutura de texto também já usei bastante, em textos como Circo do Wrestling, Ghostbusters entre outros que escrevi.

    Enfim, não vi como plágio, e caso eu tenha que votar, tal idéia não vai pesar na hora do meu voto….

    Abraço

    • Fábio,

      Respeito sua opinião, respeito da forma que foi colocada, mas se fosse ao contrário, eu faria diferente, conversaria “em off” antes.

      Até o Guilherme responder a pergunta que fiz, digo com todo coração: É PLÁGIO! (se você quis afirmar desta forma, em letras garrafais, eu respondo da mesma forma).

      Ele seguiu uma idéia formada, com a estrutura formada, atualizou da forma dele, e passou uma idéia, como se o conceito fosse totalmente dele.

      Se concorda com isso, eu sinto muito, sinto mesmo.

      • Na boa Boemio, como disse não entrarei muito nisso, porque POR ENQUANTO, que não tem nada “confirmado”, vi apenas o texto dele, como foi feito e representado…

        Falei na boa, minha opinião. Se tivéssemos em uma conversa e tu falasse: “Acha que foi Plágio, Corbari”, falaria “Acho que não, hein Boemio. Será?”.

        Conheço um pouco o GT, ACHO que não faria algo assim, e seu comentário ali acima me pareceu que falou a verdade.

        Enfim, dei minha opinião. Só achei meio complicado todo mundo cair de pau no cara, falando e afirmando que é plágio sem saber o certo como o cara chegou a tal idéia de texto. Ele pode ter tido a idéia de fazer um texto assim, sem ter usado de base o seu, assim como você teve a idéia de criar o seu texto na época, não pode?

        Alguém tem que dar um crédito pro cara também né. hehe.

        Mas vocês que são brancos, resolvam. Tem um lado que fala que é, e outro que fala que não. Por enquanto, deixo minha opinião superficial e minha visão sobre o texto, em si.

        Abraço, amiguinhos!

        • Desde de 2008, considero que sua opinião vale muito, quaisquer que seja o tema, quaisquer que seja o objetivo dela.

          Nunca, eu digo nunca, daria um uma resposta ‘superficial” em uma coisa tão delicada, como isto.

          Sim Fábio, tem muita diferença, dizer “em off”: “Acha que foi Plágio, Corbari”, falaria “Acho que não, hein Boemio. Será? Do que dizer o que disse, em público.

          Digo, Fábio, que isso me incomodou muito e diria que agiria da mesma forma se acontecesse com você, ou qualquer pessoa do blog.

        • Você tá certo Boemio… Na real, de bate-pronto achei que não foi plágio e talvez me expressei mal, até porque sou integrante e administrador do blog.

          Tu tá certo em falar o que falou se acha que foi plágio, já que o texto é seu, mas sinceramente não gostei de o Criador, por exemplo, chegar insinuando que foi plágio e acabando com o cara. Uma coisa é o autor do texto entender que é plágio, outra coisa é alguém de fora. Porque pra mim, o primeiro fato pra se configurar em plágio é o próprio autor do texto plagiado achar/entender que foi.

          Comentei na “pele” do GT, comentei pensando se fosse comigo, se alguém chegasse e falasse que meu Top Tag Teams, por exemplo, é plágio (e tem vários textos de “top tag teams”, vários mesmo, e muitos feitos antes de eu começar a fazer o meu). O meu espaço é igual ao de vários outros, mas de forma alguma foi na intenção de plagiar alguém. E foi por isso que comentei expondo que não achei plágio, mas lendo melhor agora, pareceu ser uma afronta a ti, Boemio, a quem tenho grande apreço (sem demagogias e puxa-saquismo) hehehe. Tu é o autor da parada, se vc acha que realmente foi plágio, temos que verificar ai, apenas achei muita depreciação de terceiros contra o GT.

          Abraço!

  11. Só pra constar, Corbari. Como eu havia dito, eu comentei sem ler e realmente entender do que se tratava, o meu comentário após ter lido foi completamente diferente, fica a dica aí, até porque não só eu comentei a respeito O Boemio sabe a minha opinião, ao mesmo tempo que eu acho, eu não acho.

  12. Eita…estive fora esse fds e me deparo com esse angú de caroço!

    Primeiro quero falar com meu parceiro Boemio:

    Cara, de boa mesmo acho que foi uma triste coicidência, apenas isso, pois seria muita burrice do GT plagiar um texto de alguém daqui.

    E como citei no inicio da minha análise, esse tema já é bem desgastado entre os blogs, por isso pode parecer até um “deja vu” mesmo, isso é totalmente plausível, se pesquisar outros blogs por ai pode achar textos parecidos sobre high flyers.

    Boemio, o GT me parece ser um garoto legal, é muito esforçado e ele quer muito entrar aqui no GRTR, por isso prefiro eliminar essa idéia de plágio, por tudo que já me passou sobre outras ideias de textos.

    Sei de seus pensamentos e sentimentos, você deixou bem claro aqui, mas tente refletir no que eu disse.

    Segundo quero falar com o GT:

    Meu caro Rookie, como já disseram temos ainda 3 textos e você já me passou algumas ideias muito boas, vamo tocar pra frente e vencer essa competição!

  13. Comentando os textos do NXT to Rumble (E lamentando que ainda não recebi o texto do meu rookie):

    – Eu não achei plágio. Talvez ele tenha se inspirado no Boemio. O que foi estranho é que ele usou a mesma estrutura e o mesmo tema, caracterizando um problema muito mais de criatividade em bolar algo novo, do que má intenção na atitude de copiar qualquer coisa. Eu não acredito que ele plagiou descaradamente. Acho que ele se inspirou e os pontos que ele perdeu comigo não foi por “mau-caratismo”, mas porque não demonstrou criatividade.

    – Eu estou muito curioso para ver o próximo texto do autor. Acho que ele tem tudo para se superar mostrando criatividade, pois acho que ele tem qualidade. Espero que essa confusão toda fique pra trás com os próximos textos.

  14. Bom, respeito a opinião de vocês, mas vejo que estão dando a opinião baseado no “achismo”.

    Baseado também “achismo”, repito que falei para o Fábio: “Até o Guilherme responder a pergunta que fiz, digo com todo coração: É PLÁGIO!”

    Primeiro, deixei a dúvida que poderia ser um “Deja vu”, apesar de acreditar muito pouco nisso, pela estrutura ser muito, mais muito parecida com a minha (não apenas neste texto, mas de todos os textos da coluna Boemio’s Ring Bar).

    Deixei também a chance de reconhecer que conhecia meu estilo de escrita. Fiz isso acreditando que poderia ter sido apenas uma falta de criatividade ou até uma inspiração pelo meu tipo de texto.

    O que me deixa intrigado é que ele ainda não respondeu se leu meu texto antes de fazer o dele.

    Isto que me intriga.

    Estou muito chateado com isso, pois em nenhum momento quis duvidar do caráter ou da índole de ninguém.

    O que eu queria mesmo é entender o que aconteceu.

    • Boemio, caso ele não responda, é melhor ignorar isso. O quadro deveria ser algo marcante pra ser divertido, caso isso continue, poderá ser reconhecido como “aquele quadro do cara do plágio”, isso é até pra não deixar um clima baixo astral.

  15. Desculpe pelo atraso ao postar o comentário é que minha internet esteve fora do ar esses dias e quando estava em funcionamento a velocidade estava super lenta, agora parece estar resolvido (Eu espero)

    Boemio se eu disser que nunca havia lido seu texto “Recordar é viver” sobre os high-flyers estaria mentindo a você e a todos os integrantes do blog, mas já não recordava de tê-lo lido, o li há bastante tempo atrás, creio ter se passado de 4 ou 5 meses que o li, afinal seu texto não me vinha mais a memória e posso confirmar a você que não o li antes de escrever minha matéria.

    E a respeito do Boemio’s Ring Bar assumo que infelizmente nunca os li, e nem sei sobre o que se tratam (Lógico sei que é sobre luta-livre), o que parece é que temos formas parecidas de expor idéias e por isso nenhum de nós podemos ser culpados, afinal cada um escreve da maneira que melhor lhe convém.

    Espero que entenda escolhi esse tema por ser um tema do qual possuía mais conhecimento e julguei ser a melhor maneira de começar, para mim tudo não passou de um mal entendido ou azar como queria chamar…

    Obrigado pelas palavras de incentivo de todos, principalmente as de Corbari e sei que ainda tenho muito a aprender, obrigado a todos pelos comentários e dicas e que farei meu melhor para o meu segundo texto ser melhor que o primeiro

    Abraços
    GT

  16. Estava meio com sono na hora que escrevi e percebi ter cometidos certos erros

    O obrigado refere-se a os leram meu comentário e perceberam que tudo não passou de uma situção infeliz ao invés de plágio e espero que você tenha acreditado em mim Boemio

    No mais espero que assunto esteja encerrado e vamos aos próximos textos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s