Overtime #6 – Análise – WWE Elimination Chamber

E chega agora em primeira mão a análise de mais um pay-per-view, desta vez é o Elimination Chamber deste ano, que traz no cartaz duas Elimionation Chambers Match, uma pelo World Heavyweight Championship, e outra para se tornar contender pelo WWE Title, além disto rolou também o combate pelo cinturão da WWE entre Miz e Lawler, e aí, vai conferir o que rolou ou vai ficar parado? Let’s get ready to action!

O que você prefere? Ser surpreendido com resultados TOTALMENTE inesperados, ou ver um show no ringue com resultados óbvios?

Sem a minha tradicional resposta a pergunta inicial, eu deixarei que o evento responda por mim.

Alberto Del Rio vs. Kofi Kingston
Non-title Match

https://getreadytorumble.files.wordpress.com/2011/02/card-31.jpg?w=450&h=197

Realizar um combate envolvendo uma jovem estrela vencedora do Royal Rumble contra um dos wrestlers mais apreciados pelos fãs atualmente é uma excelente estratégia. Ambos são lutadores habilidosos no ringue, e embora Kofi esteja repetitivo nos últimos meses, ainda assim é confiável de se utilizar em um momento como este. Del Rio e Kofi conseguiram fazer de uma luta extremamente previsível um combate com emoção, ambos conseguiram criar uma boa química no ringue e o resultado foram 10 minutos de boa ação para abrir este pay-per-view. Tiveram velocidade, causaram danos ao oponente, e Del Rio se mostrou superior ao dar kick out após um SOS, aplicando um belíssimo neckbreaker no turnbuckle, e encerrando a luta com seu flying armbar, mesmo com o campeão intercontinental tentando resistir, Del Rio foi mais forte o fez se submeter ao homem destinado a ser campeão mundial. Menção honrosa para o incrível tornado DDT de Kofi Kingston.

Avaliação: ***1/4
Duração: 10:27

Nada mais justo do que dar esta vitória ao vencedor do Royal Rumble, credenciando-lhe a encarar o vencedor do combate a seguir na WrestleMania.O caminho de Del Rio todos já conhecem, para Kofi Kingston prevejo uma boa vaga na Money In The Bank Ladder Match, embora eu prefira vê-lo contra Daniel Bryan em uma “Champion vs. Champion”. Seria uma grande oportunidade de se ver os campeões midcard no maior palco de todos.

Kane vs. Drew McIntyre vs. Wade Barret vs. ? vs. Rey Mysterio vs. Edge ©
Elimination Chamber Match for the World Heavyweight Championship

http://www.wwe.com/content/media/images/3883682/17038626

Basicamente falando, esta luta pode ser dita como previsível, desde o resultado até a introdução do lutador surpresa, que foi Big Show. Entretanto estamos na Road To WrestleMania XXVII, é necessário que se tenha bons combates, emoção, e background para a luta envolvendo o título. Dos oponentes, há apenas duas pendências a serem resolvidas no ringue, e assim se foi, Drew McIntyre quando teve a chance espancou Edge vingando-se por Kelly Kelly, assim como Big Show atropelou Wade Barret. A câmara chegou a conter os 6 lutadores digladiando entre si, a luta tomou nova proporção quando começaram as eliminações, que foram muito próximas uma das outras, Wade Barret e Drew McIntyre foram eliminados por Big Show, o gigante por sua vez recebera o pinfall de Kane após um chokeslam. A luta tomou uma nova proporção com Edge, Rey e Kane no ringue, os três conduziram bem e Kane teve uma boa participação, sendo eliminado após um spear de Edge enquanto segurava Rey. Eis que vem o grande diferencial desta Elimination Chamber: Edge e Rey Mysterio.

Algumas vezes fazer o óbvio não é ruim, muito pelo contrário, pode ser formidável, e esta luta pode comprovar o que digo. Os ex-parceiros de tag team conduziram a luta com bastante psicologia no ringue, tendo eles dado início e fim ao combate. O ponto alto da luta com certeza foi este final envolvendo ambos, além da habilidade inquestionável, a emoção esteve em seu mais elevado nível graças ao fator “previsível que agora é imprevisível”. Rey Mysterio conseguiu dar kick out pós finishers, golpes violentíssimos, e assim como Edge, ele tem um motivo para lutar contra Alberto Del Rio. Essa luta violentíssima (mesmo dentro das limitações) encerrou-se com Rey Mysterio aplicando o 619 em Edge, subindo no turnbuckle para aplicar o frog splash, porém sendo pego no meio do ar com um spear mortal do Rated R Superstar, que seguiu para o pinfall retendo o cinturão.

Quando todos nós pensávamos que tinha acabado, eis que vem Alberto Del Rio atacar Edge com seu implacável armbar, entretanto a grande surpresa da noite acaba de acontecer… Eis que temos o retorno de CHRISTIAN! Christian vem salvar seu amigo, e de quebra se vinga de Del Rio… Nem o mais sonhador dos fãs acreditaria que Christian retornaria agora, e abre-se a especulação de uma possível Triple Threat Match pelo World Heavyweight Title.

https://lh6.googleusercontent.com/_Ja-RFvALNTw/TWJ2EWcK76I/AAAAAAAAAQo/WUXkdtc8KCE/spear.PNG

Avaliação: ****1/2
Duração: 31:32

Depois de um segmento de backstage Booker T vem a ringue introduzir a nova treinadora do Tough Enough, e é ela: Trish “People’s Champion” (WTF?) Stratus! Trish vem a ringue e… Faz todos tirarem a mão da massa, ela imita o The Rock. (Why god good?) E ela diz: “Finally, The Trish has to come back to Oakland. To deliver Stratusfaction to the millions AND MILLIONS of fans… SUCKA! Para quem não entendeu, ela disse: Finalmente, A Trish teve que voltar para Oakland. Para trazer Stratusfação aos milhões e milhões de fãs…SUCKA! (?) A expressão de Booker T representou MILLIONS AND MILLIONS OF FANS! E ele disse o que BILLIONS AND BILLIONS OF FANS diriam: “Ela não disse isto…” No geral foi engraçado, Trish ainda disse no final que veio ver seu amigo Lawler ser campeão.

Santino e Kozlov (c) vs. Heath Slater e Justin Gabriel
WWE Tag Team Championship Match

Tendo optado pelo óbvio duas vezes seguida, o velho ditado “três é demais” se cumpriu. Não me refiro ao resultado da luta, que por sinal foi a mais imprevisível do evento, entretanto me refiro ao fato dela ocorrer. Saiu a notícia que a dark match foi Daniel Bryan vs. Ted DiBiase, e me vem a pergunta: Por que não o colocaram no pay-per-view? Depois da magnífica luta que foi a Elimination Chamber, esse combate é um legitimo anticlímax. Uma luta digna de Raw e que pôs fim ao reinado de Santino e Vladimir Kozlov, com 5 minutos de duração o combate não foi ruim, entretanto mediano e há um abismo entre a luta anterior e esta. Heath Slater deixou Kozlov caído e fez tag com Gabriel, que aplicou o 450º Splash para se sagrar junto de Slater os novos Tag Team Champions… Pelo menos a WWE pode optar por uma New Nexus vs. The Corre na WrestleMania valendo a cinta de tags. Sempre que vejo este cinturão sendo defendido me dá a vontade de colar um cartaz escrito “Hiring tag teams” na porta da WWE.

https://lh3.googleusercontent.com/_Ja-RFvALNTw/TWJ2DWi3pwI/AAAAAAAAAQg/NC-dCG3htyA/450.PNG

Avaliação: **1/4
Duração: 5:05

E para tomar mais espaço que poderia ser mais bem ocupado por Daniel Bryan vs. Ted DiBiase, Vickie Guerrero vem a ringue pedir para Teddy Long recontratar Dolph Ziggler. Implorando e se humilhando, ela consegue fazer com que Long apareça e diga que vai fazer uma recontratação, porém é de Kelly Kelly que ele está falando, então a loira corremão de shopping vem a ringue atacar Vickie, porém Lay-Cool correm para salvá-la, entretanto na sequência vem Trish Stratus, que leva a pior de começo, porém reverte a situação para terminar por cima com um Stratusfaction sobre as duas, mesmo com um botch que foi salvo por Layla, senão…

The Miz © vs. Jerry “The King” Lawler
WWE Championship Match

https://getreadytorumble.files.wordpress.com/2011/02/card-11.jpg?w=450&h=197

Tornar Jerry Lawler campeão a esta altura do campeonato é algo pra lá de estranho, porém é incoerente dizer que o mesmo não mereça. Com seus 60 e muitos anos de idade, O Rei está lutando melhor do que muitos garotões que aplicam RKO por aí… Por sua vez, Miz tem evoluído no ringue, entretanto ainda é limitado, mas nesta luta utilizou a velocidade e movimentação no ringue para superar tal limitação. O combate pode ser adicionado ao histórico de Miz de lutas boas durante o seu reinado, cujo qual encarou Morrison, Lawler, e rendeu bem até contra o Orton no Royal Rumble. A luta foi trabalhada basicamente com brawl sem ser monótona. Alex Riley e Michael Cole, os “responsáveis” pelas últimas retenções de cinturão do Miz foram excluídos da luta, Riley pelo juiz, e Cole no momento em que a luta esteve fora do ringue e Lawler jogou Miz para cima dele. Então a partir daí tinha que ser na limpa, e assim foi a vitória de Miz, após alguns kick outs e reversões, Miz conseguiu aplicar o skull crushing finalle, fazendo a alegria de Michael Cole que só faltou gritar: É TETRA! É TETRA! Vitória óbvia num combate bom, credenciando Miz para a WrestleMania XXVII. O seu oponente será decidido no combate a seguir.

https://lh5.googleusercontent.com/_Ja-RFvALNTw/TWJ2EH6CVhI/AAAAAAAAAQk/XsI-Y7FLuhc/miz.PNG

Avaliação: ***1/4
Duração: 12:09

Após a luta, eu não posso deixar isto passar em branco, tivemos a promo do dia 21 de Fevereiro, no caso, HOJE! Assim como um segmento de backstage com John Cena… Comendo cereal dos Flinstones… WTF? Ok WWE, já entendemos que isso foi uma resposta a The Rock…

Randy Orton vs. R-Truth vs. CM Punk vs. John Cena vs. King Sheamus vs. John Morrison
Elimionation Chamber Match for the #1 Contender for the WWE Championship

https://getreadytorumble.files.wordpress.com/2011/02/card-21.jpg?w=450&h=197

Depois da qualidade da Elimination Chamber anterior, o sentimento que esta poderia ser um fracasso começou a ganhar força. Apesar de termos CM Punk, Sheamus e Morrison, Randy Orton atualmente está caminhando a largos passos para ganhar o título de chorume e conseguir estragar lutas a distância. Entretanto se enganou quem pensou que fosse ser um lixo, muito pelo contrário, foi uma luta bem legal e com bastantes spots. Não teve a mesma violência e psicologia da primeira, porém fora bem conduzida, mesmo com o momento STOP! Sim, a porta de vidro de CM Punk travou,Orton aproveitou-se para atacá-lo e aplicar o pinfall, eliminando-lhe, porém o GM da Raw interferiu e mandou Punk voltar porque foi injustiçado.

Destaque para a participação de R-Truth, que simplesmente não teve destaque, mal entrou e já levou pinfall. É isto que acontece quando se confunde o nome das cidades… O momento mais esperado por mim não aconteceu, que seria o épico confronto entre CM Punk e John Morrison, mas é melhor deixar isto para mais adiante. Punk teve seu momentum na luta e eliminou Orton, isto deu espaço para Morrison dar seu coração nesta luta e receber todo o destaque, ainda mais depois do magnífico spot onde escalou as correntes da câmara e se jogou no melhor estilo Foley sobre Sheamus, e o eliminando. A luta ficou entre Morrison, Punk e Cena, Morrison começou a vender um machucado no joelho e isto deu brecha para Punk aplicar o GTS e deixar tudo entre ele e Cena. A partir daí as esperanças de se ver Miz vs Morrison nesta WrestleMania foram para o espaço, e não demorou muito para Cena aplicar o Attitude Adjustment, sendo sobre a grade da câmara e finalizando com o pinfall, confirmando presença no main event da WrestleMania XXVII.

https://lh3.googleusercontent.com/_Ja-RFvALNTw/TWJ2FcbPFCI/AAAAAAAAAQs/Tpxh1zW_QbI/quando%20o%20punk%20volta%20a%20ficar%20bom.PNG

Match Length: 33:12
Match Rating: ****

Após assistir 3 horas de wrestling, eu chego a conclusão que muitas das vezes o óbvio é simplesmente incrível. Diferentemente do pay-per-view da semana passada, este aqui sim é um pay-per-view de verdade, o fã realmente tem um motivo para comprá-lo, e ao pagar pelo mesmo não irá se arrepender. Todo mundo que participou deste evento se esforçou bastante, protagonizaram lutas incríveis, é claro que tivemos o ponto baixo do evento, que na minha opinião poderia ter sido muito bem substituído por Bryan vs. DiBiase. Até agora o melhor pay-per-view do ano, incluindo Japão, México, e Brasil (trollface).

Avaliação geral: ****

Deixem seus comentários a respeito, abraço a todos, nos vemos de novo até o UFC 127!

Anúncios

29 comentários em “Overtime #6 – Análise – WWE Elimination Chamber

  1. Caramba, quando diziam “ahh, esse Criador odeia a TNA, e ama a WWE” eu ria, de tão absurdo… Já agora já to achando provável viu… Porra, pra mim, exagerou em TODAS as notas, sem exceção alguma. Um PPV totalmente previsível é MUITO pior que um com surpresas (desde que as surpresas sejam bem feitas) por isso mesmo o melhor PPV com EC match será SEMPRE o NWO de 2009, com Edge fazendo… FAZENDO AQUILO mágico!!

    Acho que a EC do SD foi boa, mas não merecia nem fodendo uma 4,5, até porque tivemos muitos outros combates melhores que esse em EC, ou seja, os melhores teriam que ser 5 estrelas, é isso?

    E outra, você foi tão “bondoso” que deu 2.5 pra TAG TITLE MATCH QUE DUROU 5 MIN… COMO ASSIM?? Na boa, acho que tem que rever seus conceitos, pelo menos dessa vez, deixou se levar, em minha opinião, pela empresa… Não é possível que o show foi tão fodástico assim… Ou que eu estou tão chato e errado!

    Tirando as notas BEM altas, falou bem sobre o PPV, e gostei que botou a duração, é algo que sempre importa e chama a atenção!

    • Não que eu discorde pelo fato da surpresa, mas em relação a TNA, as surpresas no final sempre saem muito desagrádaveis. Sim, sempre vem aquele papo que toda a culpa é direcionada ao Russo, mas de certo modo, a WWE já desapontou muito com várias surpresas que efetizaram a uns tempos, a maioria satisfatória claro, mas diversas vezes, sempre saiu algo de muito negativo.

      Gosto de surpresas, só que preferia um PPV da WWE bom em lutas e nada de surpresas, a um PPV que todo o público fica de boca aberta por uma surpresa, sem que daqui a um tempo, lembram que lutas foram realizadas naquela noite.

      E EU NÃO ODEIO A TNA! 😛

      • Eu prefiro uma surpresa FODA num PPV médio, do que um PPV todo bom, sem nenhuma surpresa foda. Porque essa surpresa foda, fará o PPV e o evento ser lembrado “pra sempre” enquanto um PPV bom, se não for um PPV incrivelmente foda, será logo esquecido. E o que disse ali também, é que o PPV TODO foi MUITO previsível, nenhuma surpresa ocorrendo, nenhuma MESMO nos resultados das lutas, e isso acho que deixa o PPV pior, de uma certa forma.

        • Mas se pensar no caso, Gustavo, a maiorias dos PPV’S mais marcanted pela WWE, nenhuma foi conhecida por surpresas, mas sim por qualidade de luta. É inevitável dizer que o quesito lutas, pesa muito mais a surpresa.

        • Sim, mas eu disse que um PPV se não for INCRIVELMENTE FODA, for apenas bom, ou muito bom, logo é esquecido. Agora PPV’s que me vem de imediato na cabeça quando se fala de PPV’s foda: NWO 2009, WM 17 e One Night Stand 2005/2006. Na MINHA cabeça né… Mas o fato e que desses, dois é pela crowd e pela emoção, um por ter uma das coisas mais fodas e surpreedentes que já teve, e o outro por sua qualidade no ringue.

          Isso nem conta, porque é opinião minha, mas o ponto que quero chegar é esse, simples: Vale mais um PPV com surpresa FODA e nivel médio de luta, do que um PPV com nível bom ou muito bom de luta e sem surpresas. E vale mais um PPV fodão, com emoção, lutaças, estrutura e tudo mais, mas em surpresas, do que um PPV com surpresa FODA mas de nível médio em quesito lutas.

          Ou seja, esse PPV foi bom sim, mas não marcará como marcou, PRA MIM um No Way Out 2009 (apesar que além da surpresa, o PPV todo foi foda) ou um BFG que tivemos um heel turn foda e inesperado.

        • Por um lado concordo, mas ao meu modo de ver, PPV’S é algo para ser mostrado o verdadeiro potencial dos lutadores dentro de ringue, ou com o microfone na mão executando uma boa promo.

          No caso, acredito que surpresas, deveriam ser deixadas por parte dos shows semanais, que possuem até um grande marco por isso, como a volta de Shawn Michaels a WWE, sendo anunciado como mais novo integrante da NWO.

        • Ali foi uma surpresa arrepiante, o cara com mais de anos sem lutar, devido a uma grave lesão, balançou de todas as formas o ginásio, isso ocorreu em um PPV? Não, por isso que digo que fatos surpreendentes, deve ficar por conta de shows semanais.

          Mas aceito o seu ponto de vista, até porque fãs de wrestling, cada um segue seu conceito com estilos diferentes.

  2. É, um PPV ideal é com surpresa FODA e lutaças, e temos POUQUÍSSIMOS assim (No Way Out 2009 o único que me vem a mente que realmente matou a pau). Mas é aquilo, EU prefiro surpresa e nível médio, você um PPV bom, e só… Cada um com seu gosto 🙂

  3. Vamos por partes, eu não sou WWE Boy, nem TNA Hater. A questão é que desde o surgimento da Nexus a WWE deu uma guinada significativa nos seus shows. Quando ela se propõe a fornecer wrestling, ela fornece, quando ela se propõe a fornecer promos, ela também fornece, e tudo isto em qualidade. O problema com a TNA atualmente é que ela quer fazer os dois, e não consegue fazer nenhum. Mas para derrubar seu argumento de TNA Hater, eu curti bastante Angle vs Jarret, assim como Jeff vs Anderson na Ladder Match, mesmo tendo tido um final pífio…

    Você citou que um ppv para ser bom precisa ter um retorno foda… Além de eu discordar disto, pera aí, alguém esperava mesmo que Christian fosse retornar? Digo, depois que Big Show ocupou a sexta vaga ninguém botou fé no Captain Charisma…

    Outra coisa a se salientar é: Ocorreu nessa luta simplesmente uma Elimination Chamber S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L, e olha o que você me diz cara… É a principal questão que eu levantei no começo da análise, ou você faz algo incrivelmente foda no ringue, porém previsivel, ou faz algo imprevisível e cagado.

    “Não é possível que o show foi tão fodástico assim… Ou que eu estou tão chato e errado!”

    Sinceramente, reveja o evento, ele foi muito bom sim. Vou te contar uma coisa, qual foi a melhor luta do Undertaker na WrestleMania? Foi contrao Shawn Michaels, certo? E agora você vai me dizer que achava mesmo que o Undertaker ia perder? Viu só um caso de luta previsível e foda? O evento foi isso, várias lutas previsíveis e ótimas… Sem muito a reclamar. A luta de tags eu não sei muito bem da nota, mas achei ela no mesmo nível que aquela six men tag team match do Against All Odds…

    Enfim, é isto Gustavo, sua opinião, beleza… Mas agora eu te pergunto, cite-me 5 ppvs fodas por luta, e 5 ppvs fodas por retornos…

    • Só pra constar, não tenho “federação favorita”, tenho “momento favorito”, atualmente o momento em que a WWE se encontra é mais favorável, simplesmente isto.

    • Eu não disse que um PPV pra ser bom precisa de retorno… Disse que PREFIRO um PPV médio com uma surpresa FODA, do que um bom, só isso.

      Sim, mas olha o nível… É uma luta “””previsível””” mas que me fez quase cair da cadeira e ter um infarto… Essas ai não, principalmente a pelo WWE title, e a EC do Raw, era aquilo de “ok, pode ocorrer o que for, no final sabemos que dará Cena” É aquilo, a luta é boa, mas não dá um por cento da emoção que deu Angle vs JJ, e pra mim, uma luta quando tem emoção e suspense, é mais de meio caminho andado. Até Kofi vs Del Rio foi mais emocionante que a pelo WWE title e a EC do Raw.

      Achei um PPV bom, como disse, mas a previsibilidade fez, EM MINHA OPINIÃO, o PPV cair de ótimo pra bom.

      • Beleza, eu já entendi seu ponto de vista e não irei questioná-lo, só me diz 5 ppvs fodas por causa de retornos, e 5 por causa de lutas…

  4. Bom, descordo tbm… Parece que pra você,os PPVs da WWE são “filhinhos de mamãe” (Tá, nem eu entendi), pq quase sempre tem aquela nota muito exagerada numa luta que poderia ser muito menor, enquanto nos PPVs da TNA, vc acaba por abaixar demais essa nota! Mas bem, sua opinião!

    Pra mim, não foi AQUELE PPV, pois luta que deu vontade de ver mesmo, só foi as duas primeiras, pq o ME não deveria ser tratado com tanta moral assim!

    Del rio Vs Kingston: Gostei… Teve Spots ótimos como aquele Reversal do Del Rio onde ele da um ArmBreak durante um Splash. Deu pra ver que o Kofi, sempre botchando na SD, deu uma tranquilizada, e conseguiu fazer alguns Moves sem errar… E claro, era óbvio (e óbvio mesmo, muito mais do que as outras)que a vitória seria do Del Rio pra levar moral pra WM!

    SD Chamber: Pra mim, teria de ser ME… Já cagaram colocando o Show na luta, que nem ao menos tá conseguindo vender um golpe direito (Quem percebeu o Future Shock que ele tomou, sabe muito bem disso).
    No mais, ótima luta, principalmente o final, onde Kick Outs, Reversals, Finishers predominaram muito bem durante a luta!
    É, com a luta não sendo o ME, já seria certeza de que o Christian não teria sua volta ali mesmo na Chamber, já que se fosse pra voltar (E talvez ganhar), deveria ter um POP muito mais alto, e pra isso TINHA que ser no ME… Mas bem, pelo menos ele voltou, e o previsível, mais uma atacando na WWE… COISA RIDÍCULA!!

    WWE Championship: Luta que nem deveria ter… Ainda mais com o Lawler que mesmo estando nesse estado com 60 e tantos anos, numa forma física ótima, não iria dar nada! Muitos outros poderiam muito bem disputar o WWE Title, alguém que poderia, não sei ao certo, mas colocar o Lawler é muito pior!
    Luta feia, que nem graça de ver dá, e só serviu pra aumentar mais a expectativa do Cole lutando na WM (Detalhe que eu estou gostando cada vez mais desse papel do Cole… Tá fazendo muito bem)!

    Tag Title: Se é que podemos chamar de Tag Match… Outra luta ridícula, que nem tempo teve. E se fossem pra trocar o Title de mãos, que fosse outro dia, pois apenas UM PPV pra bolar uma Feud entre New Nexus e The Corre, é muito pouco!

    RAW Chamber: E mais uma vez vemos QUE A WWE NÃO CONSEGUE SE SUSTENTAR UMA WM SEM O CENA EM UM DOS MEs!! PQP… Não é possível! ELe podia muito bem ter perdido, e quem sabe enfrentar o Rock na WM, como falado há mais de dois anos… Mas não, a WWE não tem coragem, e dinovo, Cena World Champion na frente de milharem de pessoas… Inacreditável!!
    Sobre a luta, foi boa, mas não chegou ao nível da SD Chamber… O que salvou mesmo, foi as macaquices do Morrison (Qeu DEVERIA ter ganhado ela, e fazer uma lutaça contra o Miz), a eliminação do Orton feita pelo Punk (Ainda mais com aquelas “imitações” do Punk… TOTALMENTE FODA), e a vitória do Cen… OH WAIT!!

    Bom, PPV até que bom um pouco superior à razoável… Teve suas coisas boas, teve as malditas lutas previsíveis, que deveriam acabar com essa desgraça, e nada mais!!

    ______________________________________________________

    E quem disse que todos foram bem nas apostas??? Eu mesmo só acertei duas lutas, e pelo que vejo, no maior palco de todos, não estarei no Card! 😦

    • Ricke, discordo em duas partes de você. Nunca subestime o grande show, luta muito mais do que muitos lutadores que seguem voando no ME, um cara que tem uma altura impressionante, com uma técnica que muitos lutadores de porte ideal pra conquistar essa técnica, não conseguem dominar tal coisa.

      Quem viu o Show a anos atrás, sabe do que eu falo. Sim, sua forma física mudou muito, mas só pela presença in ring, e em grandes momentos da empresa, o jogaria de olhos fechados nas grandes Storylines da companhia.

      O CENA NUNCA SERÁ ESQUECIDO EM UMA WRESTLEMANIA, e por mim, nunca seria. O Cena é um lutador muito jovem, que na minha opinião, da mesma forma que o Show, possui muito mais talento do que alguns outros lutadores dentro da WWE. Cena ao meu ver, merece qualquer benefício mais do que o Orton, que pelo menos me mostra mais dedicado dentro do esporte, e presente em qualquer decisões da WWE, sem exitar quaisquer. Mudei muito meu ponto de vista, em relação ao Cena, se ele chegou onde chegou, é porque ele brigou para conquistar isso.

      Você não foi bem? Cara, desiste, hehehehe, brincadeiras a parte.

      • Ahh, o Show ERA muito foda. Hoje em dia ele precisa que levem a luta, nada injusto, já que Orton tá no ME e precisa que levem ele também. Eu jogaria o Show pra feuds longas e duradouras contra jovens, de peso leve geralmente, pois vê-lo trucidar um cara, é FODA 😀

        E o Cena, é aquilo, ele pode ficar fora da luta pelo title sim, imagina, se a Nexus tivesse sido legal e não tivessem cagado nela, uma Barrett vs Cena. Melhor que ele pelo title. Eu acho que ele merece destaque, mas um cara, mesmo que fosse O fodão, no ME direto, cansa… E outra, pdoe botar ele lá… Mas será que nomes como Morrison e Sheamus não merecem já uma chance? Ok, eles começaram dando chances pra jovem do SD (Del Rio) mas será que “sederão” em algum dia, o “espaço” do Cena no ME? Espero que sim, pro bem do personagem dele e pro futuro da empresa!

        • Mas Gustavo, na minha opinião, a WWE mudou muito seu plantel que está infiltrado dentro do ME. Vi que o número de lutadores ME, reduziu de mais, abrindo mais espaço para jovens lutadores.

          Oportunidades para o Morrison, estão sendo dadas, você não acha que é avaliando se irá dá conta do recado caso seja promovido ao ME? Ninguém manda um funcionário subir em um ramo, sem ser bem analisado antes. Espaço para alguém se juntar no ME junto com o cena, pra mim, tem muito sim.

          E com certeza, irá acontecer essa renovação no ME, questão de tempo, CM Punk que o diga.

          Ah mano, o Show é o Show néh, penso justamente igual a você, deixa o adversário conduzir um pouco a luta, seria o ideal sim, para o Show não cansar tanto, e nos momentos finais, mostrar quem é o Show que cresceu ainda na Attitude Era.

  5. Surpresas ao meu ver é legal de se acompanhar, mas Gustavo, uma em cima da outra, não poderia causar transtorno nas Storylines? É muito pouco tempo para se pensar em algo, a partir do momento que uma surpresa acontece a um PPV de antecêdencia. E caso não tenho a surpresa implantada em um PPV, por não ter nenhuma opção, o que deveria ser feito para compensar o PPV? LUTAS! E isso deveria ser feito sempre.

    WrestleMania 25, foi marcada pela a surpreendente aposentadoria do JBL? Que sim, é um grande lutador, ou foi por certo dois homens, que lutaram feito loucos passando do limite de seus corpos.

    Gustavo, surpresa é algo bom sim, mas em meu pensamento, não é algo fundamental assim. Caso pergunte a algum fã o que mais ele leva em sua mente na sua vida de fã, tenho a plena certeza que ele irá responder “aquela luta lá, dos caras que…”, luta, é o que me faz supreender, do que qualquer outro segmento.

    Mas sigo o pensamento, fãs diferentes, estilos diferentes.

    • Não… O que foi a coisa mais foda do ano? O RETORNO do Rock, e os pops de Booker T e Diesel no PPV, ou alguma luta? E tirando isso, o mais foda depois foi o RESULTADO da RR match. E ai, depois disso tudo, vem a EC do SD… É aquilo, uma ou outra luta fica na memória, mas elas entram, COMO JÁ DISSE, naquele naipe de “fodônico fodão fodalão” E NÃO NO BOM/MUITO BOM. O que se lembra mais da attitude era, do Austin e Rock? As promos destruidoras, e os pops, ou as lutas? É aquilo, luta fodona, naipe de Taker vs HBK, TT do WM 20 e afins, ficam na memória SIM, mas só as que ultrapassam o nível de muito bom, de resto, as lutas muito boas são esquecidas no tempo…

  6. Bem, espero deixar bem claro minha opinião agora…

    Reassisti o combate entre Jerry Lawler e The Miz, assim como o de tag teams, e eu mesmo discordei da nota que concedi a esta luta de imediato. Então resolvi abaixar a nota… Até mesmo para ser justo com as minhas outras “avaliações”.

    Sobre o evento em si, foi muito bom, porém o que acho que está pesando na opinião do povo é justamente o anti-climax que foi.

    Se a ordem das lutas fosse:

    Tag Team Match
    Alberto Del Rio vs. Kofi Kingston
    Jerry Lawler vs. The Miz
    EC da Raw
    EC do SD

    Pronto, todo mundo teria achado o ppv incrivelmente foda. Mas realmente foi muito bom este evento, nota 8, o melhor em tempos que a WWE produziu. No mais, o povo pode conferir minha opinião lendo o texto rs, caso contrário ficarei repetitivo…

    • Foi um bom evento, porque o estilo de que é formado o show, é muito bacana. Como o Gustavo disse no Twitter, NWO ou EC, nunca desapontou o público, show após show em ano após ano.

      Esse ano foi como o Gustavo falou, muito previsível, mas daí vem o nosso conceito das lutas, então, cada um segue sua forma de pensar sobre o PPV. Mas de resto, parabéns a WWE, porque pra mim, foi um PPV legal de se assistir.

  7. Minha impressão, acompanho esse PPV desde de 2008 e o desde ano foi bom mas achei um pouco inferior aos q eu já assisti. Ec sempre boa se bem q a do Smackdown ficou boa depois q o Drew entrou na luta antes disso tava meio chatinha os q se destacaram mais nesse PPV foi o Rey Mysterio e Morrison( graças a este e seus spots a WWE tá fazendo uma coisa um pouco mais hardcore ) , preferia ver Mysterio vs Del Rio no WM para q concluissem a feud no maior palco de todos mas pelo visto eles ficaram com uma especie de rivais um do outro e quem sabe se enfrentem mais pra frente.
    Pra mim vai ser dificil superar a primeira Ec akela foi muito foda, todos lutadores no auge lutando muito na minha opinião foi uma luta 5 estrelas.
    Realmente uma palavra define esse PPV PREVISIVEL e não me lembro de outro q foi tanto quanto esse mas enfim agora esperar o WM.

  8. Pingback: Overtime #8 – Análise – WWE WrestleMania XXVII « Get Ready To Rumble

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s