Covil do Raposa – “WWE no Brasil, o que isso muda na vida de muitos?”.

Ahe pessoal, vocês que devem estar soltando rojões pela volta da WWE (uns nem tanto), podem ter pensado em muitas coisas boas que isso pode acontecer…

Mas pra muita gente isso não vai fazer muita diferença, querem saber por que? Já sabem onde tem que clicar…

Podem abaixar as pedras, não vou criticar de maneira alguma a vinda da WWE para o Brasil novamente…

Afinal, depois de tanto tempo falando sobre um assunto exclusivamente para os poucos fãs que restam na net, seria muito estupido criticar agora que a WWE vem pro Brasil de vez, e faz com que todo esse trabalho fique um pouco melhor… Afinal…

Poderei voltar a andar em carros importados, pegar mulheres e todos esses benefícios de celebridade que um blogueiro vai  pode ter…

Mas também não podemos esquecer alguns detalhes chatos, porem que devem ser levantados… Eu iria falar sobre esse assunto em um podcast frustado, onde não foi ao ar graças ao eletrizante Godoi que com toda sua atmosfera narcoléptica, quase nos fez entrar em um coma sonífero…

Esporte Interativo não é pra todo mundo.


Nunca adiantou porcaria nenhuma passar ECW e depois NXT na FX, sério…. FX é a elite da elite, não basta pagar tv por assinatura, como se deve pagar um extra pra poder ver a FX…

Ou seja, se já é de modo geral pouca gente que tem tv a cabo, é menos ainda quem tem canais exclusivos como FX… E em 3 anos trabalhando em blogs, nunca vi alguém dizer que chegou até nós porque assiste pelo FX, alias nunca vejo alguém se quer comentar sobre a transmissão da FX ou colocando vídeos dele na net nem nada disso…

Ou seja, WWE em um canal de pouca visibilidade não funciona… mesmo que fosse a Raw ou Smackdown…

“Mas Raposildo seu canastrão, o EI não é tv a cabo e vai ter mais gente assistindo”.

Você está certo por um lado, mas isso não vai mudar tanto assim, o EI não pega em todas regiões do Brasil e cidades,muita gente vai ser agraciado com o fato de pegar em sua cidade ou ter antena parabólica, mas MUITA mais gente não…

E não acho que eles vão comprar parabólica só pra assistir uma coisa que eles vê de graça pela net por anos…

Ou seja, se digamos que o Esporte Interativo tenha o triplo de telespectadores que a FX, ainda sim é um numero baixo para o tamanho do Brasil, ele pode abranger “30 milhões de pessoas”, mas quem disse que desses 30, todos vão assistir? Nem temos certeza se 10% vai… e os outros 140 milhões de brasileiros nem vai saber que WWE voltou a passar… Mesmo que tropece numa pilha de bonequinhos do Cena…

Se é que se lembram do Cena e sua cara de bunda… Quando mostro meu desenho do Undertaker o que mais escuto é “ah, já vi esse cara, não é aquele lá…o…ah, isso passou no SBT?”.

Não, não é o desenho que é ruim, o pessoal que já ta esquecendo mesmo…

Muita gente frustada.

Isso pode ser considerado egoísta, mas não muda o fato de existir… Assim como tem pessoas frustadas que não podem assistir tv a cabo como o vizinho, vai ter muita gente irritada (e que já ficou irritada) com o fato do coleguinha da net ver numa boa sua Raw transmitida em português enquanto ele vai continuar baixando na net…

Pois a WWE finalmente vem pro Brasil, mas para poucos privilegiados. Se o cara é um simples leitor que não vai ganhar nada com o fato de poder existir novos fãs, o que muda na vida dele fora a frustração?

Vai ter a chance de discutir luta livre pessoalmente com alguém do que hoje em dia, que é quase impossivel (principalmente se morar em cidade pequena).

Mas fanboys radicais são piores do que se imagina…Choram como putinhas desorientadas, encorporam espíritos de porcos e barbarizam como trolls exacerbados, esses caras podem fuder com tudo, se ficarem enchendo o saco da emissora ou empresa… Pode parecer surreal pensar que um grupo possa causar um estrago assim, mas também não é impossivel…

Concorrendo com o Futebol?


Um canal que fala quase toda hora só sobre futebol, (sim, estou a dois dias acessado na stream da EI pra ver que tipo de canal é, e na maioria das vezes ou é futebol que esta passando ou é um programa que fala 70% sobre isso) curiosamente não passa o futebol de quarta feira, já que é esse o horário programado para a Raw aqui…

Se já são poucos que tem o Esporte Interativo disponível, imagina esse numero diminuindo mais (já que a grande maioria aposto que vai preferir continuar assistindo futebol em outra emissora). A Raw pode ser tudo na sua vida, a coisa mais legal do mundo, a verdadeira felicidade, sua realização como ser humano, você venderia sua esposa no dia do casamento se isso fosse te fazer ver a Wrestlemania ao vivo…

Mas um contingente esmagador de telespectador esta cagando pra isso, eu duvido muito que a WWE consiga fazer esse pessoal trocar futebol por luta livre, nem que fosse em seu tempo de apogeu na Atitude Era… Quero dizer, a luta livre tem potencial pra filar um grande público, mas começar concorrendo direto contra o futebol?

É o mesmo de tentar derrubar uma parede com o enxofre, antes de usa-lo pra fazer pólvora… Se é que entendeu essa analogia que bolei em 10 segundos…

Não me xinguem por isso, estou num quarto abafado, com pernilongos me devorando e louco pra terminar esse texto e ir assistir Hellraiser…

Mas como eu quero que futebol que se foda, uma vez que meu time anda mal das pernas, claro que torço pra The Rock chutar a bunda mole de Neymar (ou sei lá como escreve o nome dessa porra), só que isso vai demorar muito pra acontecer… E se é pra torcer que um dia o pro-wrestling volte a primeiras páginas de jornais, prefiro que seja a BWF então…

Mas é a WWE caralho !


Antes que encomendem minha cabeça num espeto, não quero que pensem que estou sendo mesquinha, pessimista e crítico demais, só que você que explodiu seu saquinho de felicidade por ter EI ou ficou eufórico lendo “WWE + no + Brasil” tem que pensar duas vezes sobre o tal acontecimento…

Pra muitos (como eu) isso não fez diferença, pelo fato da exibição, mas não pelo  fato do que isso vai proporcionar… Se as fontes que noticiam estiverem certo, teremos possibilidades de house show no Brasil, o que já é grandioso e ai sim atinge nossa vida, provavelmente um site traduzido pra nossa língua no WWE.com (como tem em alguns países), mais acesso a produtos e mais noobs fãs novos pra bancarmos a referencia hehe!

Percebe-se que dei várias indiretas de estar empolgado por novamente ser um dos que entende do assunto pra muita gente vier peguntar… Que foi? não adianta disfarçar, você também vai querer experimentar esse gostinho de poder quando for discutir sobre WWE com algum grupo de novato e bancar o expert…

Não minta pra mim…tem gente que faz isso até hoje, só que com fãs de longa data…o que proporciona situações interessantes…

Onde eu estava mesmo? Ah é… Claro que isso tudo é muito cedo pra deduzir, não sabemos o que espera o futuro, se mais shows vão vir, em outros canais acessíveis… Mas assim como já mencionei, se na questão da transmissão isso não muda pra muita gente, isso não é uma desvantagem, pois as vantagens  de estar sendo exibido já supera qualquer coisa que possa dizer contra, mesmo que o narrador diga que tudo é voo do anjo…

E se a humilde BWF consegue ser líder de audiência em vários canais pequenos que é exibida, imagine a poderosa WWE com toda sua produçã e recursos? Lhe resta alguma dúvida ainda? Foi o que pensei…

Chutando o Balde – Olho gordo de quem ficou de fora!


Roubando a idéia do “pé na cova” da coluna do Xandão, pelo menos desta vez, pra me referir a uma coisa que deixou muita gente puta…

Um certo cabeça de ovo (que não é preciso citar o nome), por algum motivo parece estar de fora dessa vez do assunto WWE no Brasil e pelo visto frustado com isto, resolveu dizer aos mesmo fãs que uma vez disse serem palhaços, pra “não nus iludir pois a WWE não vai voltar aqui…”.

Bem, eu nunca me referi publicamente a essa pessoa, mesmo quando ela chamou o meio em que “trabalho” de circo, tinha até preparado uma coluna sobre isso, mas em respeito ao fato dele amar mesmo assim a luta livre, nunca a publiquei…

Mas dessa vez me perdoe, botar olho gordo ou querer dar um banho de água fria na empolgação dos fãs, só porque pelo visto você ficou de fora, é uma coisa mesquinha demais…

Não adianta dizer que só “queria fazer as pessoas não gerarem expectativas pra depois ficarem frustadas” acredite, nós já estamos frustados a 3 anos, desde que a WWE saiu do SBT e sumiu das emissoras nacionais, desde que escutamos “Andeiteki”, desde que o Cena virou main event… Da pra perceber porque disse isso…

E se ouvir o nosso podcast, vai aprender com Lazoni e Aranha como é não gerar falsas expectativas mas manter a realidade otimista para os fãs…

Se nem você tinha certeza, então pra que agir assim? tipo, costurar a ferida sem ela ser aberta? Isso é uma atitude prematura, e agora disfarçar com um “parabéns aos fãs da WWE” pra apagar o mico que cometeu? Pois isso não veio com um pedido de desculpas pela atitude infantil que teve…

PQP! Você tem idade pra ser pai do meu pai, não aja de tal imaturidade pior que os fanboy que soltaram “Vai vir Wrestlemania pro Brasil”, pense antes de falar qualquer coisa (ainda mais na internet).

Principalmente se vai cometer essa gafe vergonhosa… Ou acha que esta acima de tudo e de todos e pode dizer e falar o que quiser?

Enfim, encerro aqui a coluna, vamos aguardar novas surpresas e bons ventos que parecem soprar a nosso favor, apesar de uma certa indiferença que sonda a maioria de nós… Isso é um momento muito bom…

Anúncios

31 comentários em “Covil do Raposa – “WWE no Brasil, o que isso muda na vida de muitos?”.

  1. CARALHO!! Sua coluna simplesmente traduziu (tirando a parte final, que nem sei do que se trata :P) TUDO o que penso.

    É isso mesmo, pra mim é legal por voltar a WWE e abrir portas pra num futuro ir pra uma emissora maior, e pra WWE vir, possivelmente, pra cá, mas é, de certa forma, indiferente. Isso porque quando achei que poderia ver um pedacinho na casa de meu pai, onde tem EI, errei, já que não vou pra lá de quarta, então não sei nem se terei logo, uma oportunidade de ver como tudo rolará, narradores, possíveis legendas e tal.

    E outra, eu só deixaria de ver via internet, se alguma emissora passasse TODO O PROGRAMA do SD e do Raw, e se não ao vivo, com até 3 dias de atraso, senão nem veria pra acompanhar, apenas pra curtir e ver como rola e tal. E vindo pro EI, dessa forma (um canal não tão acessível, e que eu mesmo nem tenho) nem fará diferença pra mim, apenas pra um possível crescimento da WWE aqui, o que será BEM menor que no SBT, já que pelo menos o SBT nos rendeu a famosa “o que? WWE luta-livre na tv, é isso que você ve?” Agora acho muito difícil falarem algo do tipo, mas relacionado ao EI.

    Resumindo, é legal vir pra cá, acho que a emissora não é a melhor, longe disso, mas resta ver e saber como será. Pra minha “vida” na luta, não muda nada, mas espero que cada vez mais fãs virem adeptos, pois com isso, poderemos ver produtos vindo pra cá, num futuro uma ida a emissora maior e depois, quem sabe, um house-show *-*

    Belo texto Raposa, excelente hora e colocado de excelente forma!

  2. Muito bom o texto, expressando o que tem que ser colocado, antes que um monte de “fanboys com senso de muleke piranha” saiam por aí se achando os tais só porque vêem a WWE e mais umas 3 federações obscuras pela internet.

    E aí sou eu e Lanzoni ensinando alguma coisa. Pelo menos pra algo tem que servir, né? Hahaha

  3. Raposa, discordo em vários aspectos, sendo a maioria deles de cunho técnico.

    A TV Esporte Interativo tem crescido em progressão geométrica desde 2007, você pode conferir no link a seguir dados estatísticos do ano de 2009, o que serve de parâmetro de comparação se levarmos em consideração que o sinal tem se expandido cada vez mais, e que a emissora conquistara tamanha notoriedade; link -> http://www.midiaesporte.com/2009/08/especial-indices-de-audiencia-da-tv.html

    Bem, nas regiões Norte e Nordeste do Brasil o sinal de transmissão da tv aberta não é muito favorável para aquele que não possui uma Antena Parabólica, então grande parte da população possui uma antena parabólica em casa, e quando digo boa parte, refiro-me a parcelas tais como mais de 70%, o que sem sombra de dúvidas garante um bom montante.

    Tendo eles antena parabólica, eles possuem acesso a TV Esporte Interativo, assim como vale mencionar que por ser o único, ou maior, canal de esportes do Brasil, ele tem um destaque surpreendente naquela região, pois a TV a Cabo não é tão disseminada por lá como no Sul e Sudeste. O retrato da região Centro-Oeste não é de meu conhecimento, porém também devo citar que a audiência do EI é muito satisfatória se considerar que o canal tem menos de 5 anos de idade.

    A proposta de trazer a WWE a sua grade televisiva não remete a ideia de competição, mas sim a ideia de ampliação da variedade, pois cometera outro equívoco ao citar que o canal se resuma praticamente a futebol. Ouso afirmar que é o canal com mais variedade do Brasil, partindo desde a variedade de campeonatos de futebol até mesmo a variedade de ligas de volei, incluindo basquete, esportes automobilisticos, tenis, atletismo, entre outros.

    Por fim, também discordo do último detalhe técnico que você citou. A WWE “competir” com o futebol não quer dizer nada, ainda mais se você observar que os jogos mais importantes ocorrem no final de semana, e que nos Estados Unidos a WWE compete com paixões nacionais mais fortes ainda. Lá eles competem com basquete, futebol americano, baseball, entre outros. Não é desculpa dizer que competir com futebol garantirá baixa audiência… Lá eles competem com gigantes unidos e ainda marcam 3,9… Mas é claro, está na cultura deles… Então na nossa cultura isto deverá ser implantado vagarosamente e em passos pequenos e bem trabalhados, sem muita afobação.

    No mais, eu espero o melhor possível assim como desejo o melhor possível. Você citou da elitização que o canal faz, eu te digo que não é um male tão grande assim e a emissora está expandindo, se marcar bons pontos de audiência este contrato pode ser expandido assim como o sinal da emissora, sem contar que o público alvo da luta livre é infanto-juvenil. Há uma menção feita no filme A mulher muda o homem (Mr. Smith goes to Washington) onde uma criança diz para o seu pai, senador: “-Pai, ele é o homem que as crianças adoram, pense bem, uma criança pode fazer dois votos na mesma casa, o da mãe e do pai.” O que eu quis dizer com isso? Bem, quem for começar assistindo, tenderá a gostar e divulgar mais ainda…

    As chances são boas, se como você disse, a BWF marca altos pontos de audiência em emissoras minusculas, imagina a grandiosa WWE?

    No mais, espero que os novos fãs que surgiram em 2008 não vinguem as frustrações sobre os de 2011, afinal muitos irão ver agora a oportunidade de continuar o ciclo, como um trote de universidade.

    • Pena que você entendeu tudo errado, talvez tenha que ler novamente o texto ^^

      Eu disse que o FX é um canal de elite, pois nem quem tem um plano simples de tv a cabo possui ele, não o EI.

      Não acho que seja 70% das pessoas com antena parabólica no Brasil, se fosse assim eu não viria uma a cada 20 casas aqui na minha cidade, e com uma porcentagem nesse tamanho, seria praticamente fácil achar mais de uma por bairro…

      E como eu disse, o problema não é canal, o problema vai ser para fãs (que são bastante) que não tem acesso ao canal pela TV, para eles a transmissão não vai afetar em nada em suas vidas, pois ninguém vai deixar de continuar baixando o programa…

      Se eu não reconhece-se a notoriedade do EI, não diria que a WWE lá traria muitos benefícios para nós como até mesmo a citadas house show que especulam que aconteça, mas ainda sim é um canal de pouca visibilidade se comparar aos 4 grandes da emissora aberta… Ou seja, ainda sim só favorece quem tem acesso ao canal, pra muitos como eu, nem oportunidade de descobrir com vai ser a narração vai dar certo…a não ser vendo pela net.

      E sim, concorrer com futebol é um problema, se não fosse, Vince não iria ao vivo na Raw dar graças a Deus que o Super Bowl acabou…

      E como eu disse no texto mesmo que tenha ignorado pela ultima coisa que citou, a WWE tem potencial para ganhar o grande público (assim como todo fã de luta livre espera), mas não atualmente, concorrendo com o futebol e isso de “os jogos mais importante é de fim de semana” é conversa fiada, tem nego que assiste mesmo que não é seu time só pra ver o outro se ferrar…

      Espero que agora tenha entendido direitinho o que eu disse ^^

    • Dizem que eu só comento para criticar as colunas, mas desta vez vou agir contrariamente ao que pensam de mim. Concordo com o raposa desta vez, você reinterpretou errado as idéias que ele levantou no texto, pois pra mim estava bastante claro o que ele citou sem precisar desse comentário em resposta ao seu.

      Achar que a WWE é parea atualmente para o futebol é uma leiga fantasia, nem nos EUA ela consegue mais audiência atualmente que as grandes ligas como futebol americano. Sem falar que fora do público massante e fanático que o Brasil tem no futebol, onde este publico não troca de canal mesmo que esteja passando pornografia em outra emissora (superpop ja tentou isso)tem muita gente que odeia a luta livre.

      Acrescento mais, tem gente com preconceito contra os esportes de luta ditos reais como MMA, isso dobra no caso da luta livre armada, sim a WWE vai dar audiência, mas não pelo fato de tirar telescpectadores do futebol, claro que por arrecadar novo público, mas isso não vai ser imediato e vai demorar mais ainda por ser em uma emissora pequena sim, se comparada como disse o autor da coluna, as outras 4 grandes.

      Pânico na TV ficou no ar por pelo menos 5 anos até atingir o grande público, e isso porque estavam numa emissora relativamente grande como a Rede Tv, imagine um programa em uma emissora que ela mesmo cita, só atingir 30 milhões de lares, sem a garantia que todos esses 30 realmente a esteja assistindo.

    • Só uma coisa, nem todo mundo tem Antena Parabolica n, a TV comum não é ruim ao ponto de mudar pra uma parabolica, eu sei disso pq moro em fortaleza, entao posso afirmar ¬¬

        • É o famoso “Jogar verde pra colher maduro”, se todo mundo engolir fica ótimo, mas a realidade é diferente, passar uma afirmativa dessa sem poder comprovar é uma condenação moral para a pessoa.

          Segundos fontes de empresas parabólicas que pesquisei, o país tem 20 milhões de antenas, um numero bem diferente do absurdo “70%” mencionado.

          Pra mim, esse colunista ao cometer tal vacilo, perdeu toda credibilidade.

  4. O Raposa e o Black Heart estão certos!

    O canal IE, mesmo com muita gente possuindo parabólica, não é tão assistido assim, e mesmo assim é muito ligado ao futebol, a WWE é entretenimento!

    E num tem esse negócio de “os jogos mais importantes são no FDS”…jogo é jogo…copa do brasil e libertadores são ná quarta-feira! Olha ai o RAW se fudendo…

    Parabéns a iniciativa da WWE e do IE, mas convenhamos…ganhar o mercado no Brasil, só indo mesmo para as “grandes” , pois o RAW corre o risco de ficar a margem dos olhos do grande público, ainda mais da forma que a luta-livre é encarada aqui nesse país.

    O exemplo do pânico foi ótimo…

  5. Na minha opinião, a WWE nem deveria está sendo transmitida em um canal de esporte. Sim, lá vem gente reclamando “Vai Tomar No Cu, viado, o que importa é que a WWE voltou”

    Primeiro, já aconteceu muito isso comigo, desde que foi noticiada a confirmação do RAW na EI, só quero dizer que é apenas uma frustração minha por não ser acessível na minha região. E eu não vou comprar uma porra de antena parabólica só pra assistir uma programação.

  6. Vou resumir em uma sentença:
    Me chamem de Herege, mas antes de WWE eu sou Vasco!

    Sinceramente, escolher o horário de quarta a noite para transmitir o RAW é uma infelicidade tremenda. Eu já nasci Vasco, vou morrer Vasco. WWE eu aprendi a gostar. E mais do que comparar uma coisa com a outra, mas durante anos a fio eu já assisti o RAW em Streamings ou Downloads, ou seja, já estou habituado a não assistir ao vivo. Já o Futebol, eu preciso ver ao vivo.

    Sendo assim, não tem chances de que eu deixe de ver o jogo do Vascão para assistir a WWE. Acho que o Corbari e o Modesti pensam o mesmo, trocando o Vasco por Inter/Atlético-PR.

    Infeliz horário.

    Sobre o Canal, podia passar até na TV Cultura que eu daria um jeito pra assistir. Reclamar de que vai passar no EI, enfim, passava na USA Network e nós assistíamos ano-a-ano.

    O EI não vai transformar a WWE em mania nacional, mas já vai melhorar o quadro atual até que a WWE feche um contrato melhor (mais tempo, shows ao vivo, promoções, smackdown) ou desista do Brasil novamente. Em contra partida, EI passa muita reprise. É bom ter uma maior variedade de programas para não ter que reprisar todo programa 2 ou 3 vezes por semana.

    Dá pra sonhar com um telecatch lá?

    • Bom, nem toda quarta o Vasco, o Inter, o Atlético jogam, né? E muitas vezes nem passam nas TVs fechadas. Basta ver que nesta quarta o jogo do Vasco não passou nas TVs aberta, só passando na ESPN Brasil. O do Atlético chegou a passar em algum lugar?

      O horário realmente podia ser melhor, mas não vejo que vai ser uma concorrência direta. Nunca um time vai ter só jogos na quarta, então vai ter aquelas quartas em que você pode optar pela WWE sem sacrificar o futebol.

      E claro que não vão ser 30 milhões de espectadores de cara, mas acho que vai acabar se formando um “nicho” de audiência que pode se tornar um motivo pra expandir futuramente. Até pq alguém sabe qual a audiência que o E+I tem? Pelos dados de 2009, a média dela é de 1,7 pontos de audiência (500mil domicílios)… Será que a WWE não conseguiria uma audiência parecida?

      • De forma alguma estou criticando a EI!

        Eu já comecei a assistir a programação da emissora desde o minuto em que soube que a WWE passaria por lá. E me surpreendi com uma programação muito variada, com direito a transmissão de jogos que precisaria de TV A Cabo (Campeonato Argentino/Espanhol/Champions League e o principal: NBA).

        Sem dúvida nenhuma, todos os dias que não tiver um jogo do Vasco bem no horário do RAW eu irei, eu irei assistir no E+I.

        E sem dúvida nenhuma que, nos dias que tiver jogos do Vasco, caso a E+I também transmita reprise do RAW, irei assistir a WWE no horário alternativo.

        Só não posso ser mentiroso e dizer que irei assistir qualquer programa no horário do jogo do Vasco…

        Sobre a audiência, eu acho que é uma questão de ganha+ganha. Ou seja, a WWE volta ao cenário brasileiro e tras uma ferramenta melhor de acompanhar os shows do que as formas clandestinas (Talvez com narração em português, será?) e até mesmo de volta ao cenário dos PRODUTOS+Possíveis HOUSE SHOWS (o que seria um sonho da minha vida concretizado, assistir um evento da WWE). Então a WWE ganha nessa aspecto e o E+I vai ter um público grande, que é cativado pela WWE, passando a assistir o seu canal. Não só a WWE, mas também os outros programas, pois a partir do momento em que fomos motivados a sintonizar lá, já vamos começar a ver quais outras atrações o canal tem antes/após a WWE.

        WWE vai ganhar público e o E+I também!

    • Não esqueça que a TV Cultura pega no Brasil todo, fora que esta presente em todas tv a cabo. O EI não é grade nem na Sky e NET, as duas mais famosas e com mais assinantes, então sim, o canal peca em distribuição.
      A stream pela internet parece pegar bem, mas passei dias sem conseguir acessa-la, não é perfeita.

  7. Raposa,eu tenho o FX e eu ainda prefiro assistir o NXT na net do que esperar até domingo pra assitir com legenda e ainda uma semana atrasado,o Ei na TVA não tem,daí vou ter que assistir na net msm.
    Sobre o futebol,eu vou perder a estreia da WWe no Ei por causa do jogo do Santos na Liberta.

  8. Bom, eu concordo, e tbm discordo e direi o porquê:

    Concordo por ser um canal sem muitas chances pra boa parte do Brasil (Que com certeza, quem tem deve ser 1/3 de 1/3.. Tá, não sei se entenderam), onde será vantajoso apenas para poucos, assim como eu… Mas ainda sim no meu caso, por enquanto, não terei como ver, já é na quarta, dia de jogo, e como na maioria das moradias do Brasil, quem manda no controle remoto, é o pai! xD

    SIM… é um canal relativamente RUIM. Conheço muito bem ele, vendo que quase toda hora tá passando coisas repetidas, que chegam a ser de 1 semana atrás (Isso se não for mais). Têm uma transmissão horrível (Exceto quando é Ao vivo, e dependendo o que irá passar passar), com qualidades pífias, e não sei se daria muito certo, não em questão de “Para poucos fãs”, e sim “Como ele será visto por quem estará vendo”.

    E discordo de algo, como os fãs se habilitarão com isso.
    Bom, não sei como os fãs de luta-livre vêem os Shows semanais, mas se eles forem ver na quarta, vai ser apenas para rever o Show, e melhor ainda, pra quem ainda não entende muito bem o Inglês, ou até nem entende nada (Como pode ser no meu caso, porém eu já entendo pelo menos metade do que falam), será algo ótimo, e tbm irá muitos mais fãs que tbm querem ver, só que deixam de ver por não entenderem nada (Coisa que aconteceu com alguns de meus amigos, que só pararam de ver por não estarem interessados em tentar ouvir algo que nem conseguem saber o que é, em vez de apenas curtir alguma luta, ou uma Promo)
    Outro fato importante de se destacar, é algo que até agora não vi absolutamente ninguém falar, que me lembro agora, e seria muito bom… Mas o quê? A parceria entre EI e Tv Gazeta, que acredito que quase todos ai tenham… Bem, acho algo difícil de acontecer, mas e se acontecer?? Não consertaria muita coisa para os fãs?? Eu creio que sim. E isso pode sim acontecer, se fizerem algumas sugestões aos caras que tomam conta disso dentro da empresa do EI!
    E mais… Eles visam o contrato, pra terem futuros House-Shows, e quem sabe, se as trasmissões derem certo mesmo, Tours pelo Brasil inteiro acontecem?? Devemos é pensar positivo!

    Outra coisa que queria citar, é que não adianta chorar pelo leite derramado, ou seja, não adianta reclamar pq na cidade de cada um de vcs não irá passar. Fazer o que?? Azar! Eu tenho sorte por ter, mas quem não tem, ergue a cabeça, pode ser que uma hora vcs terão a disponibilidade de ver mais uma vez a WWE transmitida no Brasil!

    Mas isso não é TÃÃO ruim, já que pelo que eu sei, acho que todos aqui, vêem o RAW num dia que não seja na quarta e na hora de um jogo, então, vcs apenas terão aquela pequena diferença, nã tão grave!!

  9. O pessoal que comentou aí nunca deve ter assistido EI.

    Pra começar a TV Esporte Interativo abrange a cidade de São Paulo inteira, ou seja, mais de 10 milhões de pessoas.

    Passam muita programação repetida pelo simples fato de não ter nada ao vivo pra passar de madrugada e de manhã.

    Eu não tenho TV a Cabo mas posso acompanhar o Lakers na NBA e o futebol europeu que é o melhor do mundo.

    A equipe de comentaristas e narradores, na minha humilde opinião, é FANTÁSTICA. Tanto é, que o Zico foi contratado pela emissora e garanto que mais da metade de vocês não sabem disso.

    É minha emissora favorita por ser a primeira exclusiva de esportes na TV aberta: futebol, basquete, handball, volêi, judô, atletismo, natação, entre muitos outros e passando agora pela luta-livre.

    O twitter dos caras tem 200 Mil seguidores, são mais de 1 milhão de cadastrados no site, fora o forte serviço de mensagens que, com certeza, também será usado para a WWE.

    Bom, fica a dica de um cara que acompanha a emissora, que infelizmente(pra mim) fica no Rio de janeiro.

  10. Eu concordo com esse texto. Nem todo canto pega o canal, pega em SP, okay, mas nem todas as cidades pegam como canal aberto (tem no site dizendo em qual canal eh pra cidade), e quarta feira é dia de jogo, mesmo eu não curtindo futebol, e se eu tivesse acesso ao canal, provavelmente eu nao assistiria, porque eu nao tenho o “controle” sobre a TV, o publico da WWE são os jovens (PG 13 XD) e fã de futebol não quer saber qual é o jogo, quer ver jogo (meu pai toda quarta diz que a TV é dele pra ele assistir futebol, nao importa se é o Fluminense ou o Sertãozinho que tá jogando, é diversão.

  11. E em fortaleza só tem como ver ou com parabólica ou com a TV a Cabo da Embratel (so conheço 1 amigo que tem essa TV), é torcer pro EI crescer bastante ao ponto de, ao menos, ter em todas as TVs em assinatura, e em aberto mais futuramente (até ano passado tinha por aki, mas era em contrato com outro canal, a tarde era toda de Esporte, ai a noite era a programação do Canal local)

  12. Boa Raposa… Essa é a hora de discutir o tema.

    Eu não trocaria um jogo do Inter na Libertadores pra assistir RAW no EI (e nem se passasse em outro canal…)

    O EI é voltado ao esporte, foi uma surpresa aparecer a WWE em sua grade (que atualmente está relacionada ao entretenimento)… Mas isso não quer dizer que eles irão fazer uma má cobertura do evento.

    Todo mundo esperava WWE no SBT, RECORD, REDETV, até GLOBO…. Eu já imaginava que isso não aconteceria. Todo mundo ficou eufórico com o anúncio, e quando saiu a resposta que era no EI, todo mundo foi ao chão. Por isso eu sempre disse, vamos com calma com essa idéia de WWE no Brasil e principalmente House Shows por aqui.

    O EI é um grande canal. Sempre assisti e dá show em cobertura esportiva. O negócio é esperar pra ver como vai ser a transmissão, e quem não tem o canal em casa, sinto muito, PORQUE EU TENHO, Ráááááá, chorem!.

    Brinks a parte, esse foi um grande passo pra disseminação da WWE nesse país. Quem sabe mais pra frente possa ir para um canal ainda maior, ou o EI abranger uma maior porção territórial?

    Abraço!

  13. pra mim não muda nada.

    num tenho parabólica, minha cidade não passa EI!, e sinceramente se a transmissão for dublada vai doer até os bagos, e tradução simultanea tbm eh bem mala…
    se for legendado com na FX (que assisto de domigo as vezes) aí pode compensar.

    Mas prefiro em Inglês mesmo, podendo pausar e rever.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s