Corbari Madness Pit – Top 20 Tag Team’s / 1º Posição

Depois de anos, o dia chegou. Por aqui passaram 19 duplas que abrilhantaram o wrestling mundial, cada uma com seu estilo, e hoje trago a vocês o topo da colina, o tão esperado momento dessa sessão. Com vocês, os extraordinários e os campeões do Top Tag Team’s, Hawk e Animal, os Road Warriors.

1º – ROAD WARRIORS (Hawk e Animal)

A cortina se abre, as luzes se acendem, a música toca. Vibração ao máximo e ali está o que você o que você esperava para ver. Aparentando ter uma áurea que o envolve, motivo pelo que te faz pular de emoção, seu ídolo aparece. Ídolo, no singular, pois aquela dupla que traz consigo um frisson sem tamanho, representa um ser só. E ali está você, em seu mundo, apreciando e se deliciando com a incrível magia da luta livre…

Ser fã de wrestling, no Brasil, e no momento atual (a menos isso tende a mudar com os acontecimentos recentes de transmissão da WWE no Brasil) não é fácil. O que dizer então de quem é fã de boas tag teams, que passam por uma era de penumbra e abandono na principal federação de wrestling mundial? É, caros amigos, não é fácil não, mas talvez por não ser fácil, é muito mais prazeroso.

Comecei com essa sessão há cerca de dois anos e meio atrás. Bastante tempo não? Uma média de um texto a cada 45 dias. Em cada postagem, descrevi o que achava, sentia e admirava das, em minha opinião, 20 melhores duplas que pisaram em um ringue de wrestling…

Mas como praticamente em todo ranking, o real motivo de eu ter criado tal sessão foi a minha vontade de expressar a minha admiração e adoração por aquela que é a mais vibrante e respeitada união que esse nosso mundo já viu entre os 4 corners.

Michael Hegstrand e Joseph Laurinaitis realizaram a união que marcou na história como uma verdadeira revolução das tag teams, levando o nome dos Road Warriors ao topo quando o assunto é wrestling.

E tudo começou em meados de 1983, na Georgia Championship Wrestling, uma das filiais da NWA, quando Paul Ellering trouxe ao público uma nova stable: Legion of Doom, que contava com Jake “The Snake” Roberts, King Kong Bundy, The Spoiler (que tinha uma gimmick de açougueiro), Matt Borne (que deu vida ao personagem Doink the Clow), Arn Anderson, The Iron Sheik e o Sheik original (muito mais ranzinza e mau que o o já conhecido Iron Sheik) e claro, os Road Warriors Hawk e Animal. Como o próprio nome já os apresenta, era uma turma que espalhava a maldade nos ringues, sempre vencendo com truculência e força bruta.

E no meio da Legion of Doom, os Road Warriors se destacaram. Suas gimmicks eram inspiradas no filme lançado em 1981 e que foi um sucesso extremo de público e crítica: Mad Max 2 – Road Warriors. Na obra estrelada por Mel Gibson, o mundo estava em colapso, e seus sobreviventes lutavam por água e principalmente, combustível. Os principais antagonistas de Mad Max 2 eram uma gangue de Punks motociclistas que espalhavam destruição por onde passavam, com um visual exótico e com cara de poucos amigos. Ai estava o ingrediente perfeito para a formação dos Road Warriors do wrestling.

Hawk e Animal usavam pinturas faciais, o que chamava muito atenção, pois era novidade a utilização de tal técnica entre os wrestlers. Também adentravam ao ringue com icônicas armaduras com espinhos, e geralmente pilotando suas potentes motocicletas. Era uma entrada intimidadora, ao som de grandes clássicos da música, como Iron Man do Black  Sabbath (na passagem pela WCW), que demonstrava o quão assustador e devastador os Road Warriors poderiam ser.

Suas figuras eram tão intimidadoras que muitos wrestlers, ao saberem que enfrentariam os Road Warriors, pegavam suas trouxas e iam embora do show no mesmo instante, pois Hawk e Animal encarnavam tão seriamente o personagem que era difícil distinguir os Road Warriors de Michael Hegstrand e Joseph Laurinaitis.

E seus primeiros adversários provaram todo o poder e dor que os Road Warriors poderiam oferecer. Derrotaram um por um que ousavam enfrenta-los, geralmente em lutas rápidas, sem muitas chances aos seus adversários.

O estilo de combate dos Road Warriors era truculento. Extremamente fortes, Hawk e Animal não hesitavam em erguer seus oponentes sobre suas cabeças, como se fosse um saco de papel, e arremessa-los, aparentando ser fácil jogar um lutador de 120 kg como se tivesse 100 gramas. Abusavam de powerbombs, “drops”, slams, clothelines e golpes que o efeito físico era muito maior do que o efeito visual. E foi nos movimentos e golpes que os Road Warriors inovaram mais uma vez…

Hawk e Animal foram os precursores de golpes combinados entre duplas. Criaram o meteórico movimento batizado de Doomsday Device (outra inspiração no filme Mad Max) que levava a plateia ao delírio cada vez que era executado. O Doomsday Device consistia em Animal segurar o oponente sentado sobre seus ombros (eletric chair) enquanto Hawk emendava um golpe aéreo, diretamente do corner, geralmente um flying clothesline. O efeito visual (e físico, imagino) era o bastante para encerrar qualquer combate.

Com tamanha potência nas execuções dos golpes, enorme entrosamento e integração entre a dupla, e intimidadoras promos, regrada a gimmicks excepcionalmente representadas por ambos, os Road Warriors logo foram ao topo, conquistando  o NWA National Tag Team Championship, vencendo um torneio em que derrotaram as melhores duplas da promoção, conquistando o título (que estava vago após os ex-campeões Afa e Sika deixarem a Georgia Championship Wrestling). Foi o primeiro de vários cinturões que os Road Warriors empunhariam durante a vitoriosa carreira.

Após conquistaram títulos e render o público ao seu talento com apresentações fantásticas, empilhando títulos e mais títulos pelos territórios da NWA, na American Wrestling Association (empresa independente em que tiveram memoráveis confrontos contra  “The Freebirds”) e no Japão (passaram pela NJPW e AJPW, onde tornaram-se lendas instantâneas em terras nipônicas) os Road Warriors foram para a WCW, que ainda fazia parte da NWA, em meados de 1986. Lá, seus nomes que já eram sinal de belos shows, ganharam ainda mais força.

Logo que chegaram, Hawk e Animal se consolidaram como as estrelas da promoção. Venceram de cara o inaugural Crockett Cup, torneio que dava ao vencedor a pequena quantia de $ 1 milhão, derrotando grandes nomes como Midnight Express e Ron Garvin & Magnum T.A. Foram vitórias atrás de vitórias, tanto em shows televisionados especiais como em grandes eventos do estirpe de um Starrcade.

Participaram de eventos marcantes da federação, como a primeira War Games (em que estavam no time vencedor), uma estonteante feud contra a Four Horsemen e conquistaram por três ocasiões os títulos da NWA World Six-Man Tag Team Championship, em que os combates consistiam em tag teams de 3 oponentes (venceram 2 vezes na companha de Dusty Rhodes, e uma vez com Genichiro Tenryu).

Hawk e Animal não eram apenas a dupla de maior sucesso da WCW, mas sim de todo o universo da luta livre mundial. Todas as promoções queriam os Road Warriors em seus ringues, pois a visibilidade deles era tremenda. Estavam tão bem vistos que a WWE criou a tag team Demolition (que também era inspirada em personagens do filme Mad Max) na intenção de tomar a atenção para a sessão de duplas. Os Demolition constantemente se auto-proclamavam melhores que Hawk e Animal, chegando a manter o título de duplas por mais de um ano, para provarem o quão bons eram. Entretanto, no ano de 1990, a WWE assinou um contrato com os Road Warriors, que agora eram nomeados de Legion of Doom (stable que deu origem a dupla).

E de cara aconteceu a tão esperada feud entre a grande dupla da WCW (Road Warriors) contra a toda poderosa dupla da WWE (Demolition) para tirar a limpo qual é de fato a maioral do espaço. Hawk e Animal se uniram a Ultimate Warriors para derrotar Ax, Smash e Crush. Após uma breve rivalidade contra a Demolition, entraram em confronto contra os Nasty Boyz, os quais derrotaram e conquistaram seus primeiros títulos de duplas da WWE.

Entretanto, após 2 anos na empresa de Vince McMahon, H awk não gostou de algumas storylines que os Road Warriors seriam envolvidos (e também se envolveu com problemas relacionados ao uso de substâncias ilícitas) e partiu para o Japão. Animal ficou na WWE onde fez parceria com Crush (ex-Demolition) mas não durou muito tempo e também deixou a empresa (ficando muito tempo parado, por causa de uma grave lesão nas costas).

A volta da união entre Hawk e Animal aconteceria quatro anos depois, em 1996, quando novamente assinaram com a WCW.  Mas essa passagem durou cerca de 6 meses, devido a um desentendimento com Eric Bischoff.

Saíram da WCW, mas não demorou muito tempo e para a surpresa de muitos, Hawk e Animal voltaram a WWE.

Em um retorno que pegou todo mundo de surpresa e levou os presentes na arena a loucura com a catchphrase “What a Rush”. Derrotaram os Headbangers (Mosh & Thrasher) e foram em busca de mais um título pela federação.

Após derrotarem as mais diversas duplas da WWE, Hawk e Animal desafiaram os Godwinns e conquistaram o segundo título de campeão de duplas pela empresa. Entretanto, esse segundo reinado não durou nem um mês, já que foram derrotados para os Los Boriquas.

Mesmo após anos de em cima dos ringues, e com a idade não os ajudando muito, Hawk e Animal entraram em rivalidade com a New Age Outlaws, mas saíram dos holofotes televisivos sem muitas explicações.

Pouco tempo depois retornaram, justamente em uma Wrestlemania, com uma nova roupagem, ostentando capacetes amedrontadores e sendo chamados de L.O.D 2000. Voltaram para vencer uma Battle Royal que lhes daria o direito de uma chance ao título de duplas, entretanto não conquistaram os cinturões. Também estavam com Sunny como mannager (o que não durou muito. Logo depois de Sunny abandonar a dupla, Drozz juntou-se a Animal e Hawk).

E nessa parte da história acontece um dos momentos mais delicados da carreira dos Road Warriors.

Vince teve a ideia de relacionar alguns problemas com álcool e drogas de Hawk com Kayfabe. Assim, em muitos shows, Hawk aparecia bêbado ou drogado, e o pior, com características suicidas. Em muitas ocasiões Hawk tentou se matar…

O estopim foi quando Hawk subiu em um titantron, ameaçando se atirar e visivelmente drogado e bêbado (saliento novamente que era tudo kayfabe). Drozz resolveu subir para tirar Hawk de lá… Mas chegando lá, Drozz empurrou Hawk, que caiu de uma altura espantosa (na verdade foi tudo edição de imagens da WWE, mas foi uma manobra arriscada e perigosa). Foi ai que Drozz mostrou ser o vilão da história, pois ele drogava Hawk e queria mata-lo para tomar seu lugar na tag team.

Hawk e Animal ficaram totalmente desgostosos com essa storyline (que fizeram contra vontade desde o inicio, por insistência de Vince McMahon) e saíram da WWE mais uma vez, pois viam que o espírito dos Road Warriors não era mais o mesmo dentro de empresa.

Os Road Warriors tiveram algumas aparições em federações independentes e até na TNA, por um breve momento. Em 2003 tiveram outra aparição surpresa na WWE, confrontando RVD e Kane pelo título mundial de duplas. Foi proposto um contrato para fazerem parte da WWE novamente, o que  foi negado. O fim da dupla viria meses depois.

Cerca de cinco meses após a última aparição na TV, o golpe fatal para a dupla de amigos que tanto sucesso fez em quase 20 anos de união: Hawk morre.

Após problemas no coração, a chama dos Road Warriors se apaga, e a grande sensação de duplas do wrestling chega ao fim.

Animal ficou desolado e 2 anos afastado de qualquer coisa relacionado ao wrestling. Em 2005, Animal voltou para a WWE, em seu último suspiro na empresa. Juntou-se a Heidenreich, levando o nome da Legion of Doom mais uma vez ao topo. Derrotaram a MNM para conquistar um título totalmente dedicado a Hawk, em uma das cenas mais lindas já vistas em cima de um ringue.

Após sair da WWE, Animal continuou com algumas passagens por federações independentes, e até hoje continua, nunca deixando apagar a chama e o nome glorioso dos Road Warriors.

E os Road Warrios merecem a 1ª posição… Bem, sempre usei essa frase nos textos sobre duplas, e é justamente na primeira posição que ela tem o maior significado. Ninguém merece mais ser colocado ao topo de qualquer ranking sobre duplas do que os Road Warriors. Ouso dizer que foram eles os precursores de tudo envolvendo Tag Team’s, pois se não houvesse lá atrás, homens como Hawk e Animal que provaram o poderio e qualidade que uma luta de duplas poderia ter, talvez não seria fácil achar 20 grandes duplas para preencher esse espaço.

Os Road Warriors foram ídolos e a inspiração para muitas duplas de sucesso. Bem, a segunda posição desse Ranking (Dudley Boyz) já disseram em várias oportunidades que, quando começaram, o sonho deles era fazer algo tão bom que poderia ser ao menos relacionado ao que Hawk e Animal fizeram.

Eram fortes, ágeis e com uma técnica refinada. Ambos se complementavam de tal maneira que era impossível ver Hawk lutando sem Animal. Eram lutadores espetaculares, que com certeza teriam sucesso se lutassem cada um por si.

Era difícil dizer se eram “faces” ou “heel”. Eles eram “Road Warriors”, essas eram suas personalidades, que mantiveram com maestria até o fim da dupla. Nunca saíram do personagem, sempre fixos com aquele olhar de poucos amigos, e com a motivação de sempre em realizar combates fenomenais.

Faltam adjetivos para descrever a união entre Hawk e Animal. No dicionário da luta livre, onde está localizado Tag Team, com certeza deve ter uma foto dos Road Warriors, pois representaram ao máximo e com qualidade inigualável como ser uma dupla de sucesso.

Ganharam vários títulos ao redor do mundo, e vários prêmios. Entre os de destaque, as várias vezes que foram nomeados Tag Team do ano pela PWI, e também a Tag Team de década (80) e do século. E ainda pela mesma revista, foram colocados como #1 entre as 100 melhores duplas da história, na PWI Years de 2003.

Além disso, seus nomes são lembrados em vários segmentos, até fora do wrestling, como no mangá Hakuto no Ken, sucesso em todo o mundo, que já representou os eternos campeões em suas edições.

Os Road Warriors são isso. Excelência no que fizeram, lendas insuperáveis quando o assunto é tag team. Nenhuma outra dupla consegue passar a emoção que Hawk e animal passavam. Assim como é difícil explicar porque você gosta de wrestling, também é difícil explicar porque gosto dos Road Warriors. Talvez isso seja uma ligação precisa: Se você gosta de wrestling, gosta dos Road Warriors.

E completando o pensamento do primeiro parágrafo desse texto: Nada como ver seus ídolos em cima do ringue…

Hawk, você faz falta…

WHAT A RUSH!


Tributo do Get Ready to Rumble:

Vídeos:
DVD Road Warriors- Life and Death (Download)
Legion of Doom Theme
Tribute to the Road Warriors (LoD)
The Top Ten Moves of the Road Warriors
The Legion Of Doom -WWF Entrance
Legion of Doom – Road Warriors Hawk and Animal
Legion of Doom vs. Hart Foundation
Natural Disasters vs Legion of Doom
Ultimate Warrior and Legion of Doom vs. Demolition
Legion of Doom vs The Nasty Boys-WWF Tag
Legion of Doom vs Col. Mustafa & Dino Bravo
Legion of Doom vs HBK & Austin
Legion of Doom vs Money Inc.
Best of the Road Warriors promos
The Road Warriors squash match and promo The Road Warriors vs Arn Anderson Tully Blanchard
RVD & Kane vs. The Road Warriors (return)
Nitro ’96 – The Road Warriors vs. The Steiner Brothers
Road warriors vs Hart foundation
Road Warriors vs. Rougeau Brothers

Veja as duplas que já passaram por esse quadro:
20º- The Mega Powers
19º- MNM
18º- Hardcore Legends
17º- The Outsiders
16º- Harlem Heat
15º- Rated-RKO
14º- Demolition
13º- The Rockers
12º- The Rock ‘N’ Sock Connection
11º-The Brothers of Destruction
10º- Acolytes Protection Agency
9º- Wild Samoans
8º- New Age Outlaws
7º- British Bulldogs
6º- Hardy Boyz
5º- Edge & Christian
4º- Hart Foundation
3º- Steiner Brothers
2º- Dudley Boyz
———-

Ai ai, como é bom a sensação de dever cumprido (e comprido também, levando em consideração o tamanho e tempo de vida da sessão, rs).
É amigos, o doce acabou. Quase 3 anos e aqui encerro minha passagem pela blogsf….
WAIT! Ainda não acabou não.
Ainda tem MAIS UM texto a ser postado nessa sessão. O Top não acabou, ainda falta alguém nessa lista…
O que será hein? Aguarde o próxima (e daí sim, derradeiro) capítulo das Top Tag Team’s.

Mas enquanto esse post não chega, comente e dê sua opinião sobre a #1 dupla de todos os tempos, em minha opinião.
Grande Abraço, até a próxima.

Anúncios

47 comentários em “Corbari Madness Pit – Top 20 Tag Team’s / 1º Posição

  1. Só para quem não conhece muito a dupla. HAWK é o da direita (na imagem do Banner do post) e Animal é o da esquerda.

    Nas outras fotos estão colocados como eu citei no artigo: Hawk e Animal.

  2. Esse foi O TEXTO, O TEXTO meu amigo, acompanho a blogosfera desde início de 2008, acompanhei sua carreira no TIW desde esse tempo, e nunca vi algo comparado a isso, nenhum autor conseguiu fazer algo parecido.Ficou melhor e será mais memorável que o título que eu considero o melhor até hoje, escrito pelo Haratani lá por aquelas bandas chamado “Sanguinolência dos inferno made in hell”.Esse, cara, é pra tu enquadrar e por na parede do quarto e dizer, EU ESCREVI

    Inté

    • Obrigado pelos elogios ao texto, Gustavo.
      Escrevi sobre minha Tag Team predileta de todos os tempos. Foi por causa deles que comecei a gostar pra valer de wrestling, principalmente de combates em dupla. Escrever sobre eles é algo muito gratificante. Pô, eles foram os maiorais da parada, hehe…

      Abraço.

  3. Eu me lembro que eu lia esse quadro no TIW,quando estava na ativa,isso faz tempo ein haha!
    Bom,concordo com vc em tudo que vc falou,Corbari,os Road Warriors são a maior tag que esse mundo já viu!Lutas memoráveis,feuds inesquecíves e uma das melhores gimmicks de tag já feitas!Hawk e Animal,igual vc disse,não são apenas um time,e sim um só,eles são O Road Warriors!
    Também não podemos esquecer que foram eles os grandes percusores da divisão tag team e nunca se separaram,até infelizmente ao final trágico do Hawk :/ RIP Hawk!
    Única coisa que lamento na carreira deles,foi a WWE não ter aproveitado eles tão bem,mereciam muito mais respeito!

    obs:Pô Corbari,faltou The Hardys nesse ranking ai do top 20,eles são,sem dúvidas,melhores em vários aspectos do que os MNM.Bom,é a minha opinião 😀

    • Quem acompanhou lá atrás, o segundo podcast que eu e Jack fizemos, sobre Tag Team’s, saberia que eles estariam aqui.

      Ps.: Sobre a aparição deles em Mangás e Animes, consultem o RAPOSA. Ele que me passou as imagens (que eu não as salvei :S) e a história da aparição dos Road Warriors no Hakuto no Ken.

  4. Bah, li agora o texto, ficou bem legal Corbari – embora ache que o Gustavo ali exagerou na dose -, citou muito bem a história da LoD 2000, ou como preferir: Road Warriors.

    Acho que só faltou acrescentar aí no período em que eles largaram a WWE (lá pros meados de 98) que eles chegaram a se separar na storyline, inclusive foi esta uma das razões para terem “sumido”. Eles tiveram o segmento com a DX onde a New Age Outlaw (que ainda não fazia parte da DX) raspou o cabelo deles, humilhou os caras, aí eles ficaram fora de circulação durante o Road To WrestleMania, e só voltaram ali na própria WrestleMania se eu não me engano. Aliás, voltaram com tudo e se vingando da DX, fazendo aliança um inclusive com os Headbangers, que depois os traíram e tiveram uma rivalidade bem violenta, com altos ataques e tals, o resto é história. Enfim, eu também gosto dessa tag team, ela é a essência do que uma tag team deve ser, diferentemente dessas babaquices atuais cheias de turns.

    Só um detalhe a salientar, você não citou: Fabulous Freebirds, La Pareja Atômica, Midnight Express, Rock’n Roll Express… E agora grandalhão, vai meter esses todos num post só, fazendo menções honrosas, ou vai tratar apenas de um e ignorando o resto? :p

    Foram grandes tag teams, merecem ser citadas! Ainda mais no Top 20 Tag Teams da história… Agora, pro próximo TOP 20, podia ser de Tag Teams da atualidade hein?

    Abs

    • O cara faz um texto sobre Lucha Libre e agora acha que a Pareja Atômica que descobriu a américa. Prffff! Bem sua cara.

      Top 20 da atualidade? Ahhh é. Conseguiria, no máximo, e com muito esforço, com o material que temos atualmente, um Top 10.

      Manolos citando 3 kg de boas duplas em federações indys e empresas que ninguém acompanha abaixo. 😛

      E sobre os segmentos e separações que você citou ali, assiste o filme que disponibilizei pra download ali nos vídeos (200 e poucos megas) e entenderá certinho a história por trás disso tudo.

      Abs.

      • Não to nem falando da Pareja Atômica “antiga”, mas sim da “mais atual”, entre El Hijo Del Santo e Eddie Guerrero…

        Po, TOP 20 Tag Teams da atualidade nem é tão difícil… Deixe-me ver… MCMG, Briscoe Brothers, WGTT, e… Santino’n Kozlov, pronto, TOP 5… Hehehehe. Enfim, um top atualidade seria legal de se ver na blogosfera e tals.

        E po, sobre o filme eu não o vi, tem como explicar a história aí? Aposto que muitos ficaram curiosos também.

        • Não, sério, atualidade eu digo últimos 10 anos, as boas tag teams que tivemos nesses 10 anos…

          Miz e Morrison, MCMG, LAX, Briscoe Brothers, Smash Brothers, Beer Money, WGTT, agora tá tendo o Kings of the Wrestling, American Wolves, e mais alguma outra aí que não sei qual, mas no geral as maiores tag teams tão na ROH atualmente. Ficou faltando apenas 1 tag pra completar 10 hehehe, e nesse top eu colocaria MCMG como primeira posição.

  5. Pequeno detalhe antes de comentar o resto: Me digam se aquele da direita no banner do texto, a primeira imagem, não parece o Goldberg de cara pintada? Parece hein…

  6. Nem tem o que falar desse texto, se superou, escreveu bem demais, e me arrisco a dizer que foi um dos melhores textos do Corbari.

    Agora apenas alguns “pequenos” fatos que mostram que a LOD, ou Road Warriors, como preferirem, é sim a melhor dupla de sempre:

    – Seus prêmios, inclusive como maior dupla do século;

    – Inventaram o finisher de dupla mais usado, e de longe o mais foda que já existiu e que existirá. É um dos melhores finishers no geral, e de dupla, o melhor de longe;

    – Inovadores no estilo, na técnica, no jeito e até no modo como se vestiam e se pintavam;

    – Receberam um dos maiores pops que já vi em diversos momentos (eles ganhando o tag title no SummerSlam contra os Nasty Boys, e quando eles voltam pra enfrentar RVD e Kane, só alguns exemplos);

    – Fazem a arena toda gritar “LOD, LOD”. Animal homenageia Hawk, e com isso, geram um dos momentos mais emocionantes e fodas da história;

    – Fizeram seu legado em diversas companhias, e em TODAS elas foram vencedores;

    – E o melhor de tudo, não baixaram a cabeça pra idiotices. Se algo não corria como seria o “certo” eles simplesmente saiam.

    Por esses e outros diversos fatos, LOD/Road Warriors como primeiro lugar é muito justo. E CHUPEM Dudleyzetes (?).

    Era “óbvio” que seria eles, mas não menos merecido!

  7. ALIÁS, só uma CURIOSIDADE aqui…

    Antes de criarmos o GRTR, nas discussões entre EU e JACK sobre nomes do blog e afins, chegamos a conclusão de que o blog teria o nome de:

    DOOMSDAY DEVICE!

    ….. durmam com isso. hehe.

        • Aleluia á quanto tempo eu espero por esse momento nem acredito que finalmente você acabou e para mim esse é um dos melhores trabalhos já feitos na blogosfera.Faltou só a Midnight Express,e teve gente achando que a DX ia ser a primeira por favor que eu saiba eles não tem um move de duplas.

        • Sempre achei isso mesmo, do Buffer… Mas se tratando de Jack e CORBARI, é capaz de terem tirado de um filme gay da década de 50 😛

        • Tem também o filme Get Ready To Rumble, mas conversando com o Jack – que assim como eu, é fã de boxe -, ele disse que veio do Buffer mesmo.

        • Tudo veio de um antigo podcast que iniciou co o theme…….. Enfim, aguardem o podcast especial de 1 milhão que saberão, hehe.

  8. Puts, texto foda e apesar de gostar mais do Team 3D como dupla, concordei com os motivos para os Road Warriors em primeiro…

    Realmente a primeira parte do texto foi bem prache do Fábio, não digo que tenha sido ruim, mas foi o normal, mas a segunda parte do texto em que ele começa a justificar ouso falar que tenha sido a melhor parte de um texto já lido por mim sobre pro wrestling.

    Realmente se o Corbari parar de escrever será o maior prejuízo que a blogosfera já teve (Sendo que o segundo maior prejuízo é a entrada do Ricardo no GRTR XD) mas como ele é o Fábio Trollbari duvido que ele tenha falado a verdade…

    E se o GRTR chamasse Doomsday Device seria foda! 😄 Aliás, o primeiro banner do blog era uma foto da Legion of Doom ou estou errado?

    • “ouso falar que tenha sido a melhor parte de um texto já lido por mim sobre pro wrestling.”

      Você ainda não leu o Stand Up 5… :p

    • Está errado. O primeiro banner do blog foi em desenhos, ou como preferir caricaturas, feitos pela Flávia. Que se não me engano os desenhos tinham o Taker, Edge, HBK, Rey e Flair.

      • Tem certeza que era esse Patrick? Acho que no começo do GRTR a Flávia ainda não estava no GRTR :S (Era só Raposa, Jack, Boemio e Corbari)

        • Nossa que merda de frase que escrevi ‘-‘
          “Acho que no começo do GRTR a Flávia ainda não estava no blog”. Pronto, assim tá melhor 🙂

        • Putz, nem lembrava disso, pensei que os desenhos dela so tinha começado so uns meses depois do GRTR começar hehe.

  9. Esse é sem dúvida o post mais esperado da Blogosfera Brasileira. Durante 3 anos vem se desenhando o ranking e o que mais me impressiona é que mesmo passando esse tempo todo, e mesmo tanta coisa mudando, o critério do Corbari se manteve e foi fiel.

    Lembro lá em 2008 quando discutimos no MSN quais seriam as Top 3 e minha surpresa é que ele manteve a lista fiel!

    Parabéns por chegar ao fim dessa jornada meu brother 🙂

    Muito bem lembrada a história do Doomsday Device. Chegamos até a “registrar” o nome para garantir, até que mudamos de idéia. Aliás, na minha opinião, realmente fizemos muito bem. O nome Get Ready To Rumble tem se mostrado muito feliz.

    Tenho certeza que o próximo texto será sobre a épica Tag Team “Jack e Corbari” que criaram o GRTR, se expandiram para uma Stable com a adição de Boemio e Raposa e como uma idéia de Vince Russo, se perderam no tempo adicionando membros toscos como Gustavo e Ricardo rs.

    Brincadeiras a parte, muito justo o Ranking e parabéns por chegar ao fim dessa jornada.

  10. Corbari quem foi o Maluco q ganhou o premio por ter mandado o palpite das posições certo? Não vai dá uma de pll e não dá o premio.

    • HaHaHa, não não, isso não ocorrerá, porque no post que eu falei pro pessoal mandar os palpites que estaria valendo um prêmio, ninguém mandou o certo, logo….
      Só lamento, hehe.

  11. Oloko… E finalmente acaba o tão aguardado Top 20. Depois de anos e anos ai postando (e mais umas décadas fazendo os leitores esperando), vc cumpre sua missão, mostrando sua opinião concreta e sem dúvidas alguma para definir cada posição…

    Eu não conheço nem 10% da história desses dois, entretanto, acho que agora essa porcentagem deve ter aumentado para uns 60, 70% 😛

    E que bela carreira essa dupla teve. Não é qualquer um que chega ai no Wrestling e marca seus devidos nomes como melhores da história… Poucos conseguem esse feito!

    Não tenho tanto a comentar, pois como já disse, nem conheço a história deles. vi pouquíssimas lutas em que já estiveram, o que salva me salva mesmo, foram os momentos épicos que esses dois nos proporcionaram, e que tive a oportunidade de ver.

    Pretendo ver os vídeos um a um dos já postados, e talvez quem saiba, volto aqui e falo do que entendi sobre as lutas da dupla (Mas não garanto, assim como nos Pods :P)

    É… infelizmente o Top chega ao seu fim. Por mim, continuaria de um jeito diferente, como Top 50, na forma crescente, a partir da 21ª posição! 😛 Tá, nem eu entendi e dei uma de Noob! 🙂

    E claro, espero a menção honrosa no próximo Post, e que você fale se vai ou não se desativar da Blogosfera, assim já marco uma data pra uma churrascada com todos os membros do GRTR! 😛 UAHSUHASUHASUHASUHASUHAS

    Abraços.

    • Boooa mlk!! Pena que o cara que sempre leva o que adora, ou seja, as linguiças, será o motivo da festa, e não estará nela, ou seja, não levará as linguiças! Mas de boa, Jack ou Ricardo levam com o maior prazer.

  12. Leio essa série de textos desde o primeiro. Não perdi nenhum, li todos com vigor. E a lista está perfeita.

    Só pra salientar, foi genial meu caro Corbari. Genial.

  13. Pingback: Coisas que não entendo #3 « Wrestlinformativo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s