Overtime #7 – Análise – TNA Victory (Lost) Road

Antes de começar o pay-per-view eu fui surpreendido por uma incrível notícia: Hulk Hogan deixou a TNA! Pelo menos é o que está sendo dito em todos os cantos onde a temática TNA se faz presente. Existe alguma maneira melhor de começar o evento do que com uma notícia dessas? banner temporário
Se tem não sei, porém vamos ver se quebramos a tradição do Victory Road ser sempre o pior pay-per-view do ano, e para isto teremos gimmick matches, lutas por títulos e contenders, e para iniciar temos….

https://getreadytorumble.files.wordpress.com/2011/03/card-6.jpgBully Ray vs. Tommy Dreamer
Falls Count Anywhere no DQ match

A equipe criativa aparentemente esqueceu de fazer isto no último Impact, e como ambos não são capazes de render em uma simples luta sem armas, então nada mais óbvio do que Ray desafiar Dreamer para a estipulação já citada. E é óbvio, challenge accepted.

Apesar da idade, existem coisas no wrestling que não se vão com ela, e há de se salientar que ambos são lutadores experientes e que sabem interagir com o público. Isto trouxe um diferencial a este combate que foi bastante bruto e trabalhado a base de socos e golpes com armas, tais como cadeiras, latas de lixo, mesas, bastões, e as mais letal de todas, o ursinho de pelúcia. Menção honrosa para a perigosíssima boneca inflável. Ambos tiveram seus momentos no combate, lutaram no meio da galera, e para encerrar, Ray ciente do domínio que tinha pegou o microfone e desafiou Devon. Adivinhe o que aconteceu? Os filhos de Devon apareceram na rampa de entrada, enquanto Devon atacou Ray pelas costas e junto de Dreamer, aplicaram o característico finisher do Team 3D, com Dreamer finalizando com pinfall.

Não irei considerar como uma exibição de professional wrestling, isso serviu para dar continuidade a essa storyline que não sei quando terminará, porém anda rendendo bons segmentos, embora o mesmo não se possa dizer de combates, não é mesmo? Já perdi a contagem de vezes que eles lutaram e baseou-se nisto, e sempre com os finais seguindo o mesmo estilo. Irei compreender que isto serviu apenas para animar o público para o próximo combate, certo?

Avaliação: **1/4

https://getreadytorumble.files.wordpress.com/2011/03/card-4.jpgSarita e Rosita vs Beautiful People
TNA Knockouts Tag Team Championship Match

Mas ninguém precisa de “preliminares” para se animar durante uma luta entre 4 gostosas, basta colocar mini-roupas colantes, ou todas elas vestidas (vestidas?) semelhantemente a Velvet Sky no Impact pré-pay-per-view. Antes da luta, Sarita fez uma promo pró-México e anti-EUA. É complicado… A TNA se esquece de fazer isto no Impact e deixa para por no pay-per-view… O que geralmente serve para animar o público pode desanimá-lo.

Existem ocasiões onde o final da luta não estraga a qualidade da mesma, mas este não foi o caso. Todas elas estavam fazendo um bom trabalho no ringue, aplicando bons golpes, e principalmente: Realizando as táticas de tag team. Assim o combate estava sendo valorizado, até chegarmos ao final de tudo. Como todos os árbitros da TNA, este também possui deficiência mental, abrindo espaço para as trapaças. Winter iria levar um golpe com o cinturão (que é o nocauteador master da história do wrestling), porém Velvet Sky veio ajudá-la, em contrapartida as coisas não se sucederam muito bem, e Sarita aplicou o pinfall sobre Winter.

Luta com o selo Vince Russo de qualidade, um combate óbvio, mas com um término esdrúxulo. Juízes que acreditam no Papai Noel, bagunças e mais irracionalidades. Serviu apenas para dar continuidade ao ângulo envolvendo Velvet Sky e Winter, justificando a tensão entre elas, sendo agora a perda do cinturão.

Avaliação: **

https://getreadytorumble.files.wordpress.com/2011/03/card-5.jpgMatt Morgan vs. Hernandez
First Blood Match

Se é para falar de uma rivalidade que começou graças a perda de cinturão, ou oportunidade pelo mesmo, aqui temos mais uma delas. Já esperando por uma promo por parte de Hernandez, desta vez me surpreenderam, eles colocaram uma videopromo da “lua de mel” de Jeff Jarret e Karen Jarret, ou Angle. Detalhe a se salientar, eles passam a lua de mel com as crianças… Cadê a equipe de Law and Order, Special Victims Unit?

Falando em crimes sexuais, agora é a hora do combate onde o objetivo é fazer o outro sangrar, mesmo que para isto você tenha que enfiar um pau na cara de seu oponente. Apesar do duplo sentido, Hernandez realmente tentou furar o olho de Morgan com um pedaço de pau, por mais pederasta que esta frase tenha parecido, o pau pontiagudo foi um dos elementos mais utilizados no combate. Ambos também variaram com variações de slams e suplexes, mas não importa o quanto você possa fazer no ringue, a questão principal é quem é o sujeito que fez o booking do combate.

Sabe, o momento vergonha alheia? Senti vergonha alheia pelos lutadores que pensam em um dia conquistar uma legião de fãs e terem que se submeter à bookings como os da TNA. A história da luta se encerra com um… fã atacando o árbitro, e assim Morgan machucando Hernandez, acarretando em sangue na testa do mexicano… Mas cadê o árbitro? Bem, ele está se recuperando do ataque que sofreu. E enquanto isto, o que fazer? Bem, Hernandez molhou Morgan com sangue, no melhor estilo florzinha de palhaço que espirra água, e adivinhem só… Bem nessa hora o árbitro volta ao ringue e dá a vitória para Hernandez… Eu não tenho como descrever o que sinto, só devo dizer que a vontade de largar isso e ir dormir foi muito grande. O público aderiu a causa e resolveu ficar away durante o resto do evento. Menção honrosa para o cameraman da TNA mostrando Hernandez fazendo o bleeding job…

Avaliação: VINTAGE RUSSO!

https://getreadytorumble.files.wordpress.com/2011/03/card-2.jpg

Kazarian vs. Jeremy Buck vs. Max Buck vs. Robbie E.
Ultimate X Match for the TNA X Division Championship

Aparentemente o pay-per-view realmente começa a partir das 10 da noite, hein? Depois de dois segmentos de show utilizados como adubo, e isto inclui explicitamente o composto orgânico chamado MERDA, agora é a hora de uma das melhores ideias da TNA, a Ultimate X Match.

A gimmick match que é vendida como extremamente perigosa já teve seus dias melhores, outrossim, os lutadores presentes nesta noite sejam capazes de realizar bons spots, o que basicamente dá a graça da luta. Mas spots sem psicologia não ajudam a animar o público, pois depois de tudo que já aconteceu, eles merecem algo melhor. O campeão Kazarian protagonizou os melhores momentos da luta e deu o melhor de si no ringue. Os 4 concentraram-se em basicamente caçar o cinturão, e depois de muito tempo é que procuraram valorizar o combate como um todo e a importância de machucar o oponente. Na luta o óbvio também ocorreu, os irmãos Bucks brigaram no momento de decidir quem pegaria o cinturão, o que abriu espaço para Robbie E. trazer uma escada e atacá-los, entretanto Kazarian havia subido pela estrutura metálica e conseguiu pegar o cinturão por cima, ainda que tenha disputado com Robbie E..

Há um DVD das Ultimate X Matches? Se sim, quando decidirem produzir uma segunda edição este combate não merece ser adicionado, no máximo os Highlights. A luta só verdadeiramente aconteceu nos momentos finais, quando começaram a valorizar psicologia in ring e dar lógica ao que estavam fazendo. Kazarian foi o único ali que realmente soube lutar nessa estipulação, e também é compreensível, afinal já realizara outros combates do mesmo estilo. Não deu sono, mas não foi o que eu esperava que fosse.

Avaliação: ***

https://getreadytorumble.files.wordpress.com/2011/03/card-3.jpg

Beer Money, Inc vs. Ink Inc
TNA Tag Team Championship Match

Se o que faltou na luta anterior foi psicologia in ring, essas duas duplas vieram aqui trazer um pouco disto. Porém antes de começar o combate, MAIS UMA videopromo envolvendo Jeff Jarret e Karen Angle, ou Jarret. O clima entre eles começara a ficar ruim, qual o motivo? Bem, talvez mais pra frente a gente entenda, o que importa citar mesmo é que diferentemente do Elimination Chamber, este está sendo previsível e chato.

Para justificar o meu argumento de que um bom combate não precisa de spots incríveis, mas sim psicologia, os dois times realizaram um bom combate graças ao fator que citei. E para adicionar nesta mistura, ambos também possuíram química, o que garantiu que não tivéssemos algo (muito?) enjoativo. Entretanto, isto pode ainda assim ficar enjoativo se não tiver a participação do público, e animar um público que viu o que viu na primeira hora de show é uma odisséia. Mas vale salientar o notório esforço que a Beer Money fez para interagir com a galera e tornar o combate mais animado, por essas e outras que esses caras possuem o meu respeito.

Com um resultado óbvio, a luta se encerrou com James Storm aplicando pinfall sobre Shannon Moore após um superkick fortíssimo em Jesse Neal. Os times souberam dar movimentação a luta, revertendo o momentum quando necessário, mais um ponto joinha para ambos, principalmente aos Ink Inc. Para variar, a TNA teve que fazer alguma besteira no final, irritado, Moore cuspiu cerveja nos Beer Money, causando uma confusão no final, com a Ink Inc discutindo, estando Neal a favor dos Beer Money e contra Moore.Teremos o fim da dupla?

Avaliação: ***1/4

https://getreadytorumble.files.wordpress.com/2011/03/card-8.jpg

AJ Styles vs. Matt Hardy

Assim como a crowd, eu também estava frio, será que era porque o Coldblood ia lutar agora? (Dê também um sorriso solidário). Entretanto ao ouvir a theme song de AJ Styles meu estado de espírito mudou, porém voltou a mesma quando lembrei-me quem era o oponente de AJ.

E a luta foi exatamente como eu imaginava que fosse ser. Um wrestler contra um action figure de dreeds. AJ Styles ficou limitadíssimo em razão do seu oponente, logo foi obrigado a fazer o
“arroz com feijão”. Ric Flair, que esteve de manager do Matt Hardy, tentou dar um tempero a mais, porém não é sempre que isto funciona e esse tempero quase azedou tudo.

Cada lutador teve seu momento na luta, e quando era o momentum de AJ a crowd suspirava por uns segundos, mas nada que realmente significasse um grande reboliço. Dos momentos de Flair, vale mencionar os que ele distraiu o juiz, e o que ele deu um baita puxão nos “países baixos” de AJ. A revanche veio no final, quando AJ aplicou um baita spinnin kick em Flair, e seguiu encerrando a luta distribuindo o mesmo golpe para Matt, e finalizando com um spiral tap, seguido por pinfall. E é claro, depois da luta AJ puxou os países baixos de Flair para o hemisfério sul de Marte!

Como um colega me disse, AJ é capaz de render **1/2 sozinho, e partindo do princípio que ele lutou sozinho, nada mais justo do que a avaliação abaixo. Um combate entre AJ contra Mr. Anderson ou RVD não seria nada mal, não acham? Mesmo que ignorassem as storylines (que não são das melhores), o que custava pelo menos oferecer algo de qualidade no ringue? Compensaria bastante toda a cagada que já foi feita até aqui, com raras exceções.

Avaliação: **1/2

https://getreadytorumble.files.wordpress.com/2011/03/card-7.jpgMr Anderson vs RVD
#1 Contender Match for the TNA World Heavyweight Title

Algumas vezes os fatos nos calam, ou nos revoltam. Aqui eu simplesmente me revoltei e me calei ao mesmo tempo, não tenho o que dizer. Ao assistir o último Impact e ver que agendaram esta luta para o pay-per-view, o meu sentimento geral era de que o co-main event seria algo muito legal. Mas não foi bem assim que as coisas se sucederam.

Apesar de eu ter visto o combate em menos de 1 hora, eu pouco consigo me lembrar do que houve na luta. Lembro-me basicamente de Anderson trabalhando ataques sobre a perna de RVD, também me recordo de eles conseguirem finalmente uma participação decente da crowd, e para por aí… Não, também lembro de um botch de Mr. Anderson ao passar por baixo de RVD, e outro botch no momento em que RVD prendeu Anderson em um head lock. Como assim eles falharam num simples head lock? A resposta é óbvia: Desmotivação. Quem vai se empenhar decentemente para um combate que teria o fim como este teve?

A genialidade da equipe criativa da TNA nos proporcionou outro momento WCW de viver. Ambos estavam no lado de fora do ringue, quando Anderson aplicou seu finisher sobre RVD e os dois ficaram caídos. O árbitro começou a contagem, 1, 2, 3, 4.. 5… 6… 7… O público já começou a ficar aflito, detalhe para um garoto gritando demasiadamente. 8… 9… 10! What? Uma luta por contender que termina empatada?


Avaliação: VINTAGE RUSSO
https://getreadytorumble.files.wordpress.com/2011/03/card-1.jpg
Sting vs. Jeff Hardy
TNA World Heavyweight Championship Match

Já ouviram aquele dito popular:FUCK THIS COMPANY? Pois é melhor ficar ciente de sua existência… O evento estava mediano, porém ainda assim superior ao Genesis, que ocupava a vaga de pior do ano. Mas a TNA não desiste nunca e conseguiu nos proporcionar algo… Algo… Meu Deus, como posso dizer? Simples, o evento principal durou um minuto e vinte oito segundos. Existe alguma explicação para isto? Pode até ter uma razão, mas nada justifica sacanear e tirar os fãs com cara de otário, não é? O que faria você, se pagasse por um evento que terminasse pateticamente como este terminou? Eu só ainda vejo porque tem o blog, e porque não pago por isto, mas mesmo sem ter pago estou com o sentimento de “quero meu dinheiro de volta.” Antes da luta Bischoff veio a ringue dizer que  não haveriam regras, mas Sting o atacou e logo foi pra cima de Jeff, acabando com o combate por pinfall. Agora eu te pergunto, tem certeza que isso garantirá altos ratings nos próximos Impacts? Ainda mais depois dos fãs (ou sádicos?) gritando BULLSHIT e a confusão que teve…?

A avaliação geral do pay-per-view é:

FUCK THIS COMPANY!

Deixe você também sua insatisfação com o pay-per-view, ou com a minha análise, nos comentários.
Para manter contato, aqui está meu twitter: http://twitter.com/Don_Silveira Abs!

Anúncios

37 comentários em “Overtime #7 – Análise – TNA Victory (Lost) Road

  1. Melhorou muito em relação aquela avaliação que considerei SUER overrated do EC. Agora está bem melhor, com mais explicações e porques, mas mesmo assim, discordo em alguns pontos, mas coisas menores que antes.

    Ultimate X ** e 3/4?? TÁ DOIDO? Foi uma grande luta, concordo, existiram ultimate x’s melhores, mas mesmo assim, essa por si só, merecia no mínimo, MÍNIMO 3,25, pois tivemos spots FODAS, bem movimentados e com poucos erros, além de coisas novas, mesmo esse combate sendo antigo.

    Outro ponto que discordo é na AJ vs. Hardy. Hardy fez de longe sua melhor luta na TNA. Ok, com AJ acho que eu lutaria bem, mas e ai? Não foi rui mdesse jeito não, acredito que uma 3 estrelas estaria de bom tamanho, pela superação do Hardy, pelos golpes legais, e pela volta do spiral tap que… que… *-*

    Acho que dessa vez é só… ESPERE… Discordo e MUITO do ME… COMO NÃO FOI 4,5 ESTRELAS PELO MENOS? Ok, parei de trollar.

    Acho MUITO foda que você faça uma análise tão rápida, menos de 45 minutos depois do término do PPV, mas queria também que você fizese uma após ver, rever e talvez rever² o PPV, pois muito das coisas que discordo, vem de uma única visualizada nos combates, e isso somado ao fato de que você deve ter escrito durante o PPV e durante as lutas, deixa mais complicado, com você podendo perder pontos que mudariam suas notas, ou sua avaliação.

    Num geral achei BEM melhor que o outro, e até eu que tenho paciencia com a TNA, por entender que ela está em mudanças e tal, começo a querer trollar a TNA, de tanta bosta feita, imagina quem já se desiludiu com ela, não é mesmo? Uma pena, pois temos TANTO cara foda na companhia, e só jogá-los juntos e FIM. Mas a TNA consegue cagar até no simples do simples :S

    Espero MUITO que o Lockdown por ser um dos grandes da TNA, especial, e com estipulação especial, cale minha boca e seja FODA, por que se não for… Minhas expectativas e esperanças com a TNA cairão a quase 0.

    • Opa caro amigo Gustavo. Por que a análise do EC foi overrated? 😦 ‘Você’ não gostou do pay-per-view por exatamente o mesmo motivo que eu gostei, aí complica né?

      Ultimate X eu acrescentei 1/4, realmente foi injustiça dar menos que 6 para uma luta onde o Kazarian deu show, agora de resto eu acho impossível considerar 7, como você sugeriu (não sei como bota o asterisco nesse teclado que estou usando). Não trabalharam psicologia nenhuma, e para uma luta que então era pra ser spotfeast, achei fraca em comparação com outras. Recomendo que você assista a ULtimate X do FInal REsolution de 2005, assim como no Destination do mesmo ano, e NO Surrender do ano seguinte… São as tres tidas como melhores lutas desta estipulaçã na história da TNA, FOra que já tiveram muitos outros bons combates que julgo melhores do que o de ontem.

      Sobre o Matt, sinceramente, notei uma melhora sim, mas para lutar com AJ STyles ele não serve, ou não serviu pelo menos. Espero que em 6 meses ele volte a boa forma, e quem sabe realize uma luta decente com AJ.

      Sobre as análises pós-ppv, é aquilo né, eu as vezes faço análise depois de assistir o evento duas ou três vezes, porém this is business, and you know how stuff works. Agora, assim como você disse para eu ver o evento novamente, faço o mesmo convite a você, talvez você concorde comigo 😉

      ENfim, valeu pelo o comentário, e vou pegar pra aperfeiçoar mais ainda, quanto ao LOckdown, se for ruim… O APocalipse que eu citei na primeira análise do ano irá se tornar real, diferentemente do que você e muitos disseram… hehehe abs!

    • Jeff não, por causa de Bischoff e cia ltda. Se o problema é que o Jeff é drogado, então por que dão o cinturão para um drogado???

    • Não sei se viu o PPV, mas viu que o Hardy tava doidão no começo da luta, querendo jogar uma camisa e tal? Ai o Sting deu um super chega pra lá nele no canto do córner… Sting, pelo visto, tava MUITO PUTO ASHUSAHUASHUSHUA!

    • É o que eu lhe disse no msn, meu caro. Ao anunciarem que Hulk Hogan teria sua imagem associada com a da TNA, encomendou-se o caixão. Ao surgirem as storylines envolvendo Fourtune e Immortal, o caixão chegou. No Bound For Glory, abriram a cova. Jeff Hardy se tornar campeão foi o começo da descida do caixão. Mr Anderson ao virar o novo champz significou o momento em que os coveiros descansaram e se apoiaram nas pás. Após o Victory Road, a primeira pá de terra foi lançada…

  2. É Karo Kreator, é aquela história da titica na vala.O que mais me entristece, é que nas mãos de qualquer Troll maldito fanboy de WWE faria algo melhor.Exceção claro do ME, que eu baixei só pra ver ,e perdi bytes e bytes.Cheguei a brochar depois do lutão.
    O VR deste ano, foi o pior PPV´v que eu já vi desde que acompanho PW(Na época do VR’09, eu tava sem net), cara foi decepção

    Eu não vou perder meu precioso tempo comentando o lixo que foi.Luta do Show foi Ray vs Tommy

    FUCK THIS KOMPANY(clima de MK novo)

    #forarussoturkooficial

    • hehehe, imagino teu sentimento, o meu e o de muitos também foi este. Decepção? Talvez não, pois não esperava muita coisa. Mas na certa: Vergonha alheia…

      Abs

  3. Vcs acharam que o resultado da luta pelo contender foi rídiculo??Pois eu acho que o Russo fez certo,não faria sentido fazer qualquer um dos dois fazer um heel turn,e também não faria sentido mais uma mudança de título em tão pouco tempo,então,ele fez o resultado da luta pelo contender ser Double Count-Out,para Sting reter o título,e ninguém fazer heel turn…

    • Quem te disse que precisa ser heel pra enfrentar um face? Eles apenas lutariam, e pronto. E podiam sim colocar os dois, mas de outra forma, porque o jeito que foi esse double count out foi simplesmente ridículo!

        • Ficaria não cara, Mr. Anderson acabou de ser campeão não faz nem 1 mês e está louco pela revanche dele, viu o último Impact? Anderson ensandecido, fazendo até uma boa participaçao na promo.

          RVD talvez, porém seria legal vê-lo lutando pelo World Title.

    • Leonardo, não necessariamente. O Mr. Anderson está como tweener atualmente, e na TNA a regra dos faces e heels não é seguida, e você assim como todo mundo aqui sabe disto, prova-mor é Jeff sendo aplaudido ao entrar no ringue.

      Combates face vs. face sempre ocorreram na história do wrestling, Triple H vs Undertaker, main event da WrestleMania, vai ser face vs. face…

      • Mas aí é diferente,é pq é a streak do Taker que está em jogo,qualquer um quer derrotá-lo no WM,não importa se é face ou heel…
        É,tem razão,essa regra não é seguida na TNA,e já que o Mr. Anderson tem uma gimmick de SCSA…Mudei minha opinião,faria sentido sim…

        • No caso de ter citado HHH e Undertaker, é porque lendo seu cometário eu creio ter entendido que você disse que não faria sentido por ser dois faces lutando, né? Enfim… Abs

  4. Ricardo, cara, gosto muito do seu estilo de escrita. Gera uma leitura gostosa que não enjooa. Sobre o PPV, você disse tudo que eu tinha a disser. O booking da TNA tá afundando a federação e a Carter que num manda em porra nenhuma se mostra indiferente.

    Ouvi rumores de que o ME foi work, o que deixa a cagada mais cagada. Foi work? Bad booking. Não foi work e realmente deixaram o hardy lutar naquelas condições? Bad booking.

    A verdade é que a TNA só não foi pro saco poque tewm fotes empresas lhe patrocinando e limpando todas as cagadas que faz. A questão que fica: se uma federação como a ROH ou até mesmo uma menor como a CHIKARA tivessem os meios da TNA, onde eslas estariam hoje?

    Abraços.

    • Opa, valeu pelo comentário e elogios Bernado!

      Aliás, a Dixie faz o que nessa empresa? Será que ela consegue olhar para 2005 e comparar com 2011 e ver a que rumo as coisas chegaram? Ok, tem mais visibilidade, porém isso é óbvio que teria: Ric Flair, Kurt Angle, Hulk Hogan, Jeff Hardy, Mr. Anderson… Mas olha a maneira como esses caras estão sendo utilizados? É de começar a questionar a capacidade intelectual ou ótica de certos empresários, não é possível…

      Sobre o ME, eu também li esses rumores. Agora eu me pergunto: Custava então, depois da cagada, chegar e dizer que Anderson e RVD, em consequência de terem empatado iriam enfrentar Sting agora mesmo, em razão da luta ter sido muito rápida e os fãs merecerem um show, numa Triple Threat Match? E podia inclusive mudar o booking do combate anterior, fazendo um double pinfall, assim teriamos o argumento: “os dois venceram”, embora “os dois tenham perdido”. As alternativas são imensas, porém como sempre digo, a TNA tem a incrível capacidade de escolher a pior delas.

      E como vocÊ disse e eu concordo plenamente, se não tivesse Panda e a família Carter não fosse cheia da grana, TNA a essa altura do campeonato já estaria bem prejudicada. Sem esquecer também que aquilo de ontem sujou a imagem da companhia mediante várias empresas, ou melhor, diante o mundo inteiro.

      Sobre a ROH, meu sonho é um dia vê-la tendo destaque, porém tenho medo de acontecer o mesmo com a TNA, de ao chegar no mainstream começar a decadência em qualidade em detrimento dos ratings. Afinal de contas, os shows da TNA tem sido programados para aumentar rating, e isto é notório. Agora com a ROH na ESPN aparentemente iremos ver algo do gênero, ou não. Enfim, abs!

  5. Tá bom, quer que eu comente?? Então ta!

    Ótimo texto Ricardo, concordo com tudo que vc disse!

    Pronto… Feliz? 😛

    Aliás, só não comentei ainda o PPV, pq ainda nem tive o tempo de rever, já que tenho coisas pessoais à fazer e ainda coisas aqui pro Blog. Com isso, se quiser ver um Comment sobre a sua Análise e do PPV, vai ter que esperar um pouco! 🙂

  6. É muito ruim ver que uma federação que tinha tudo pra crescer e ser um motivo de alegria pros fãs de pro wrestling, vai definhando por conta de três incompetentes… Bom texto, mostrou realmente o que foi o PPV e não tenho muito o que acrescentar.

    • Havia duplicado o comentário aí né? Ajeitei aqui já. Enfim, todos nós concordamos com isto. É engraçado até que Hogan foi wrestler e tals, Bischoff tá nisso há tempos, Russo também, como pode eles não aprenderem nada? 😦

      Abs

  7. Pingback: Podcast Ready To Rumble #35 – Dissecando o TNA Victory Road « Get Ready To Rumble

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s