Covil do Raposa – “Overdose de luta livre” parte 2

Ahe amigos, volto com a segunda parte da minha viajem para São Paulo na virada cultural, onde acompanhei uma federação por mais de 18 horas seguidas…

Participei do show, fui o “gongo man” e com toda certeza posso dizer que…talvez não exista uma empresa com um clima melhor do que os bastidores da BWF, siga-me na continuação do post para saber disso tudo.

Passamos da meia noite e teríamos mais duas apresentações da BWF, nesse tempo deu pra conversar com o americano Tim Anderson (que é um tremendo nerd, diga-se de passagem hehe), mais uma vez com o profissional que sou fã Ninja (agora devidamente vestido com seu personagem).

Que alias, acorreu um fato curioso, tentei mostrar ao ninja o famoso golpe que fazia quando treinava kung-fu, a “Calda do Dragão”, mas pateticamente fiz isso de calça e coturno sem alongar antes…num chão inclinado…. Tá, já imaginam o que deve ter acontecido…

Entendo porque o pessoal da BWF como Igor Lopes ficou me olhando estranho depois… Mas tudo bem, se fosse algo que me envergonha-se, eu não contaria hehe! Porque se tem uma coisa nesse tipo de situação, é que mais tarde elas se tornam historias divertidas pra se contar…

E eu falei desse ocorrido porque mesmo parecendo um doido varrido ainda pude conversar mais com o Red Calibre (que como citei anteriormente, ligou para lenda Nino Mercury) só pra eu poder conversar com ele… Acho que não tenho palavras pra agradecer essa consideração… Por falar em agradecimentos, tivemos a presença do Zé do Caixão…

Sim ele mesmo, Zé do Caixão apareceu por lá, e tirei uma foto com ele graças ao lutador El Gringo (Que mesmo até agora não me dando a foto, tem toda minha gratidão por isso).

Depois da apresentação chegávamos perto das 4 da manhã, quando a BWF se apresentaria de novo, agora vou falar de um guerreiro…

Bob Junior ainda mantinha sua sanidade mental intacta, após mais de 12 horas trabalhando ainda tinha forças para dar entrevistas e organizar os bastidores.

Dessa vez eu fui o homem do gongo, e é uma certa aflição tocar o gongo sem saber quando a luta vai terminar, bem eu me orientava pelo Bob Junior que mesmo com todo o trabalho que teve, ainda bancou o narrador… eu inventei um processo de antes de começar a luta tocar o gongo duas vezes e quando se encerrar toca-lo 3 vezes… Digo, antes tocava-se uma vez só…

Após a sessão das 4 da manhã que ocorreu muitos imprevistos, chegamos as 6 da manhã, e o pessoal da federação (Pirata em particular) ficaram surpreso ao saber que eu nunca tinha virado uma madrugada acordado…

Oras, cidade de interior é assim, tudo acaba até 1 da manhã e todos voltam pra casa, até os góticos aqui dormem cedo…

Agora quero agradecer imensamente Xandão e Igor Lopes e Vinícius, que deixaram eu descansar na tenda dos lutadores, já que eu não ficaria em nenhum hotel e ia dormir praticamente na  grama lá fora… Depois de poder descansar na tenda, Bob Junor me deu um passe da virada cultural para poder descansar em um lugar preparado pelo evento, para os realizadores das atrações descansarem..

Fico imensamente grato mais uma vez, pois não só os lutadores mencionados, mas assim como o Bob, tiveram essa preocupação com minha pessoa e me deixaram dividir um espaço até então reservado para os lutadores (que mereciam esse descanso mais do que ninguém). E dividir isso com os lutadores me fez sentir parte da família BWF, o que me deixa honrado.

Agora era meio-dia, dei uma lata de energético que tinha trazido para o Jeca Tatu (que estava jogando baralho com outros lutadores) e o outra latinha ofereci pro Bob Junior, que sinceramente depois de 18 horas sem dormir, merecia mais do que ninguém… E ele ainda humildemente guardou o energético e ofereceu dividir comigo… Digo, quem depois de 18 horas sem dormir ainda dividiria um energético com quem não merecia?

Para encurtar a coluna que esta ficando comprida demais, chegamos a ultima sessão da BWF na Virada onde tivemos a final so Sobreviventes que Mano John reteve o título (nessa luta o Pirata machucou o rosto), e agora chegou a minha vez de participar do show…

Anjo Loiro que participou da luta, recebeu um Tiger Dive do Mano e ficou “nocauteado” no ringue, após o final da luta alguém tinha que tira-lo de lá, como um dos  “maqueiros” havia sumido o do meu lado chamou eu pra ajuda-lo…Agora imagine pedirem pra eu fazer uma coisa dessas, sem nem ter pratica nem nada disso, olhei pro Jeca Tatu que concordou com a cabeça então lá fui eu pra carregar o Beto pra fora do ringue até os bastidores…

E foi essa minha participação…Que foi? acharam que eu iria lutar? talvez na próxima vez hehe! Mas só bancar o maqueiro na frente de uma plateia lotada já me deixou nervoso, imagine se eu tive-se que subir no ringue pra outra coisa…

Continuando as finais, tivemos a final do”Rei da Virada” que foi entre Xandão e Sônico em um combate eletrizante que fez o publico todo vibrar, não vou contar a final…Isso vocês assistam no Telecatch, mas digo que foi um final icônico…

Só digo que o cinturão do “Rei da Virada” é muito bonito…Após isso eu fui me despedir do pessoal da BWF pra ir embora, e mesmo “brigando” e azucrinando  Igor Lopes pela internet, o baixinho foi legal e agradeceu minha presença no evento, mas quando fui me despedir do Bob Junior que praticamente fez mais por mim do que eu possa agradecer, ele ainda humildemente agradeceu por eu estar lá e pelo apoio…

Digo, eu não fiz nada, ao contrário, aproveitei os privilégios de ficar nos bastidores (sem encarar a multidão massante que a Virada reúne) e outros benefícios graças ao Bob, e ele ainda agradece…Tipo, não é atitude de uma pessoa normal…. Por isso sempre que vocês verem alguém elogiando o Junior, saiba que isso é pouco, pois sinceramente ele sempre vai merecer a consideração e respeito de todos, pois é alguém fantástico, sem rasgação de seda… Pois nunca fui tão bem tratado (nem pelos meus grupos de colegas em minha cidade) como fui tratado pelo pessoal da BWF, e nem tive tanta consideração como o Junior teve por mim…

Por exemplo, todos nós somos fã da WWE, mas se você for a um show dela, Vince estará cagando e andando pra você, mesmo que compre todos produtos da empresa e faça um grande trabalho de divulgação dela pela internet (como ele tem conhecimento de muitos blogs), você jamais vai ter a oportunidade de visita-los nos bastidores… E não é só porque são uma empresa milionária com milhões de fãs… Eu vos garanto que se a BWF fosse tão grande assim, se você for um fã verdadeiro ou a divulga-la de algum modo na internet, eles te tratariam calorosamente bem… Talvez o mais próximo que temos de reconhecimento da WWE é pertencer ao WWE Street, mas isso é muito mais por interesse deles do que qualquer outra coisa… O que faz você realmente ser um fã de coração,  é de federações menores…Que por ter mais contato com o público, te faz sentir mais parte desse universo…

E por tudo o que vivi no fim de semana da Virada Cultural, posso afirmar que a BWF pode ser pequena financeiramente, mas é gigante no espirito da luta livre e respeito aos fãs…

Matérias:

Reportagem em vídeo da uol.

Fotos da BWF na Virada

Anúncios

19 comentários em “Covil do Raposa – “Overdose de luta livre” parte 2

  1. Nuosaaa… FODA! 😛

    Cara, receber um lugarzinho pra dormir não é pra qualquer um UHAUHA Os caras são bem gentis mesmo!

    Bob deve ser O cara… no dia, cansadaço, eu duvido que ele ficou “apenas” aquilo… acho que ele deve ter acordado de manhãzinha, fazer tudo que tinha pra fazer e mais um pouco, isso já dá mais que um dia sem dormir Hehe! Palmas pra ele!

    É, como já tinha dito na Parte 1, deve ter sido um momento único… Ser “louvado” pelos integrantes, ser agradecido por comparecer ao evento é muita emoção!

    Além disso, “participar” do show foi bem maneiro, ainda mais sendo o maqueiro xD

    Bem, experiência ótima, mas perai… Nunca tinha virado uma madrugada inteira acordado? Pô, imagino como estava dormindo em pé de olhos abertos lá! 😛

    Abs…

  2. Um cara que nunca passou uma noite acordado, ou não tem amigos, ou não tem skype, ou é o Raposa HUASHUASHUASHUASHUAS sem moral 😛 Zueiras a parte, MUITO foda. Sei que você já tinha contato com eles através de outros meios, mas mesmo assim, esse tratamento foi muito acima do que, eu pelo menos, esperava.

    Experiência de vida MESMO, marcará pra sempre, bem bacana. Quando for num show deles, não farei tuuuudo isso, mas espero pelo menos dar um oizinho pros caras, e agradecer por não deixarem a LLN no limbo.

    Boa cara!

  3. Hehehe…
    Então O Raposa é O Raposa 24h por dia? Quem diria… Achei que fosse um “personagem”.
    Mas a técnica de texto continua impecável, procure escrever mais, seus textos fazem falta…

  4. Muito legal, Raposa. Excelente experiência e prova que os caras são excepcionais com seus fãs e valorizam todos aqueles que o fazem por eles também.

    Guarde com carinho todo este dia. Ele “é seu”.

    Parabéns de ir com a cara e coragem. Poucos fariam isto.

    Abraço.

  5. Muito bom isso hein?

    Parabéns pela atitude e pelo texto, faz agente se sentir um pouquinho lá também…

    só achei estranho o negócio lá do rabo do dragão…mas tudo bem…

  6. Tentei deixar um comentário na Parte 1, mas infelizmente deu erro e depois não tive tempo de voltar aqui.
    Só gostaria de dizer que, mesmo com todas as “ranhuras” que sempre tivemos, fico feliz por você, Raposa. Fico feliz porque lendo textos assim, vendo o seu esforço para ir até SP, ter essa experiência com os caras, e da forma que você descrever tudo o que viveu, vê-se que realmente você é um grande amante da Luta Livre Nacional.
    Talvez hoje você consiga entender mais da magia que tem nos bastidores, que felizmente eu e outras pessoas ligadas ao meio tivemos a felicidade de viver desde criança, e pode constatar o clima de família que existe nele. Esse é o lado bonito da LL. Esse sentimento de cooperação, de amizade, a forma de receber as pessoas. Isso é o que tem de mágico nesse meio, e fico mesmo, sem hipocrisia, feliz de ver que você pode viver um pouco disso, pois com nossas brigas ou não, sempre reconheci isso em você, seu amor pela LLN.
    Todos que você teve o prazer de conhecer tem seus méritos e defeitos, mas compartilho e concordo com cada linha escrita sobre duas pessoas que realmente expressam hoje o que realmente é a LLN, no sentido que sempre foi de união e não medir esforços para fazer o show, Bob Junior e Igor Lopes, duas pessoas pelas quais tenho e sempre terei o maior respeito, diria que os únicos que tenho hoje em meu seleto círculo de amizades.
    Com toda a sinceridade, Raposa, fiquei muito feliz lendo seus textos, pois nos refletem ao momento de tudo, você conseguiu nos passar seu sentimento em texto.
    Aliás, acho que já disse que como chargista você é um excelente escritor?
    Abraço

  7. Buenas !
    Não sei se começo chamando vc de Raposa, Gran raposa, El Raposa, mas não importa pois o que li , em seus dois textos, prova que vc já é um lutador, mesmo sem ter pisado em um ringue de verdade.
    Fazer o que vc fez e narrar como vc narrou, só mostra o grande amante da LLN que vc é e agora pode ver, bem de perto, o melhor lado deste mundo da LLN, pois pode conhecer, e viver, o que é um show ao vivo mesmo, por dentro e por fora.
    Sua narrativa,nas 2 partes, me fez entrar no espetaculo, reviver noites de convivencia com amigos e tambem mostrou a todos que a LL não é só hipocrisia, egoismo,amizades falsas e etc..mostrou sim o lado humano,fraterno e de muito sacrificio.
    Vc pode ver e sentir, que neste meio de LLN não tem nada que cai do céu, tudo e conquistado com muita de dedicação e esforços sub humanos. Vc pode ver que SEMPRE por tras de um personagem, existe o ser humano, falho, as vezes arrogante, radical,mas em defesa do que ama vai as ultimas consequencias para mostrar seu trabalho e espera o reconhecimento disto e assim como o fã espera , com ansiedade, ser tratado da forma que vc foi. O que eu posso dizer sobre o tratamento dado a vc, para que vejam que na BWF este carinho é verdadeiro, eu sendo veterano fui tratado da mesma forma e isto eu chamo de pessoas dispostas a mostrar que na LLN existem SIM pessoas diferenciadas e equipes com a vontade de passar este carinho, o mesmo que passam no trabalho deles,ao publico que como eles ama a LL.
    Parabéns Raposa e plagiando nosso amigo Tytan “Guarde com carinho todo este dia. Ele “é seu”.
    Fique com Deus e se possivel faça mais texto sobre a LLN vc escreve muito bem e com clareza.

  8. “E por tudo o que vivi no fim de semana da Virada Cultural, posso afirmar que a BWF pode ser pequena financeiramente, mas é gigante no espirito da luta livre e respeito aos fãs…”

    Preciso dizer algo? Acho que não né… Mais uma vez, ótimo texto….

  9. “Oras, cidade de interior é assim, tudo acaba até 1 da manhã e todos voltam pra casa, até os góticos aqui dormem cedo…”

    Chorei aqui kkk

    otimo texto, e ai raposa qnd vc começar a lutar posso ser seu manager? kkkk

  10. Pingback: O que tenho visto de Luta Livre Nacional « Dentro do Ringue

  11. Muito boa essa segunda parte, o show de madrugada foi embassado, por causa da luta do Kid Abelha que se machucou todo o show foi meio que cancelado.O Texto ficou ótimo, mais uma vez e digo que se metade das pessoas fossem humildes como você, o mundo seria bem melhor.A BWF Realmente é gigante no espírito, concordo plenamente.E o bob Jr ainda ficou bem mais tempo acordado, imagina ter que desmontar o ringue após a performance dos Mexicanos….Deve ter sido cansativo.Mais uma vez, ótimo texto e continue assim!

  12. Opa, li agora o texto… Bem massa isso hein, mas algumas coisas eu não entendo… Como assim vc nunca virou a noite? rs

    No mais, próximo viradão cultural, se tiver BWF, farei de tudo para estar lá também!

    E é aquilo, eu nem posso falar muito sobre o Bob porque não o conheço, mas pelo o que todos falam, não há como ser algo muito diferente do que vocÊ disse…

    Abs

  13. Pingback: Covil do Raposa – A Virada da BWF! | Get Ready To Rumble

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s