Review – TNA Bound For Glory 2011

Oláá pessoal enquanto o Concorda ou Discorda não sai trago a vocês, um pouquinho atrasado a Review do mais recente PPV da TNA o Bound For Glory que aconteceu nesse domingo, então sem mais delongas vamos ao resto do post.

Detalhe: Alguem me faz um banner por caridade xD

 

Austin Aries venceu Brian Kendrick por Pinfall e reteu o X-Division Chamionship

Luta com os seus altos e baixos, o começo foi bem ruim com muitos arm drags e golpes de submission que não surtiram efeito, porém do meio até o final da luta, foi interessante de se ver, Aries e Kendrick souberam trabalhar bem seus golpes de efeito, apesar de uns dois botches por parte de Kendrick, mas nada que afetasse a luta, destaques para um lindo “The Kendrick” e um “Suicide Dive” de Aries. O final da luta veio depois de alguns reversals de Aries, o Brainbuster e o Pinfall. A TNA deve mudar essa gimnick do Kendrick porque não está legal.

Nota:** 2/5

Segmento de backstage com as divas: Traci Brooks está em seu camarim com várias crianças quando entra Karen Jarret e pede as crianças para se retirarem para elas poderem conversar, Karen aparece com uma roupa de referee para Traci Brooks, e anuncia que ela será a Special Referee da luta de Knockouts dessa noite, Traci reclama, mas acaba aceitando.

Promo sobre a feud entre Jerry Lynn x Rob Van Dan

Rob Van Dan venceu Jerry Lynn via Pinfall

Luta legal de se assistir, bem trabalhada, com vários golpes de impacto e o público dando um show a parte gritando ECW! ECW! ECW! A todo o momento, porém a TNA poderia ter explorado um pouco melhor a parte hardcore da luta, já que os dois lutadores eram especialistas no assunto, houve alguns botches por parte dos dois wrestlers, mas nada que atrapalhe a luta, Rob Van Dan dominou a maior parte da luta. O final veio depois de um lindo Coast to Coast de Rob Van Dan com uma escada no rosto de Jerry e o pinfall. No final da luta Jerry Lynn cumprimenta Rob Van Dan que retribui o respeito.

Nota:** 2/5

Vemos Dixie Carter chegando à arena em Filadélfia

Promo sobre a Threeway Match da noite

Crimson venceu Samoa Joe e Matt Morgan

Deixou muito a desejar os bookers não souberam aproveitar bem os três wrestlers de altíssima qualidade que tinham a disposição, poucos golpes de efeito e nenhum spot, porém a luta teve os seus pontos interessantes, como um Flying Suicide de Samoa Joe, o final da luta veio com uma tentativa de um Muscle Buster por parte de Joe em Crimson, porém Matt Morgan não permite, com isso o “Blueprint” tenta um “Running knee”, porém Joe desvia, Crimson aproveita, manda um spear no gordinho e finaliza a luta.

Nota: ** 2/5

O entrevistador fala sobre o Pay-Per-View quando Bully Ray aparece atrás dele e começa a falar, ele diz que não precisa ser introduzido que todos sabem quem ele é, ele se auto proclama o melhor, mais fodástico, mais “bolachinha recheada do pacote” no wrestling dos dias de hoje. Ele pergunta se Anderson pensa que ele pode deter Bully Ray em qualquer lugar, pois o desafiou a uma Falls Count Anywhere na cidade de Filadélfia, ele fala mal da cidade que se aproveita dos moradores dali e é muito vaiado pela plateia local. Ele diz ainda que vai ganhar de Anderson nessa noite, e diz “Foda-se você e Foda-se Filadélfia,eu sou de New York City.”

Mr. Anderson venceu Bully Ray – Philadélfia Falls Count Anywhere Match

Em minha opinião lutaça, ao contrário do que acontece na maioria das lutas de hoje, a estipulação foi bem aproveitada pelos bookers, ou seja, tivemos combates nos backstages, no meio de público, e também tivemos vários elemento do “Hardcore” como cadeiradas, mesas quebradas ao meio, guard rails e tudo o mais, destaque para um belo Piledriver de Bully Ray nos backstages. O fato de Bully Ray ser um ótimo heel também ajudou bastante na luta, a todo o tempo falando mal da cidade de Philadélfia, e o público participou bem do combate, dando “armas” para os lutadores e gritando “You Suck” para Bully Ray. O final da luta veio após uma tentativa de um “Splash Senton” na mesa muito botchado por Mr. Anderson, e logo após um tipo de “Facebuster’ que parte à mesa ao meio e finaliza a luta

Nota:*** 3/5

Segmento de backstage entre Eric Bischoff e um referee que é o seu filho, ele diz como isso é um grande momento para a carreira de seu filho, que ele deve estar emocionado e tudo mais, ele diz que uma coisa tem que obrigatoriamente acontecer Hogan deve vencer a luta.

Velvet Sky venceu Mickie James, Winter e Madison Rayne – TNA Knockouts Champiosnhip Match

Dentro dos ringues as Knockouts estão de parabéns, lutaram muito bem, deram golpes que muitos lutadores masculinos da WWE não se atrevem a dar, como Bulldogs e tudo mais, porém a luta foi extremamente prejudicada por fatores diversos com as regras, foi uma luta muito confusa, ainda não sei que merda que eles fizeram ali, e Karen Jarret que foi uma puta irritante durante toda a luta, além do fato de como Traci Brooks pode entrar assim crrendo no ringue como referee? Muito mal explicado isso, acabou cagando na luta interira.

Nota:* 1/5

Comentários: Depois da entrance da Velvet Sky ela deveria ser dona da empresa.

Entrevista com Kazarian dizendo que não concorda com a luta entre Daniels e AJ Styles

Promo sobre a feud de AJ Styles e Daniels

AJ Styles venceu Daniels em uma I Quit Match

Ótima luta apesar da estipulação que não me agrada muito, A Mic-Skill de Daniels foi muito bem trabalhada na luta, como ele dizendo que sempre sonhava em matar AJ, até falando indiretamente com a esposa de AJ Wendy, a luta foi muito bem distribuída, ou seja, cada wrestler teve o seu momento de domínio, Daniels tentou machucar AJ com uma chave de fenda, cadeiras, o final, porém foi desagradável, a luta terminou após AJ Styles aplicar o seu Styles Clash, e logo após ameaçar Daniels com a chave de fenda, fazendo assim Daniels dizer I Quit. Alguem deveria dizer ao referee que não tem Ropebreak em I Quit Matches

Depois da luta Daniels ataca AJ na entrada da rampa da arena.

Nota:*** 3/5

Jeff Jarret entra na arena xingando o público e com cara de poucos amigos pede um microfone e começa a falar sob vaias, ele fala sobre Jeff Hardy, disse que falou para Jeff três dias antes para não por os pés na cidade dos idiotas Filadélfia, mas mesmo assim ele o fez, ele diz que isso não é caso de cidade ou de qualquer outra coisa, mas sim de uma empresa a qual ele não faz parte, ele diz que nenhuma área da empresa tem algo a fazer com Hardy, ele fala sobre a história de amor entre ele e Karen, ele diz que Hardy nunca mais pisará no ringue, continua  dizendo que fará isso pela empresa, ele chama Jeff Hardy ao ringue e diz que do mesmo modo em que ele o colocou dentro da empresa ele o tirará nessa mesma noite, Jeff Hardy entra na arena pega o microfone e diz Jeff(Jarret) eu só quero te dizer uma coisa e começa a massacrar Jarret, vários seguranças, referees e pessoas do backstage vêm para apartar a briga, porém os dois insistem muito em lutar, até que conseguem levar Jarret para fora do Stage e Jeff Hardy fica interagindo com o público.

Passa uma promo sobre a entrada de Hogan na empresa e sobre como foi o seu caminho até conseguir o controle da companhia

Sting venceu Hulk Hogan

Um lixo de luta, socos lentos, golpes de pouco efeito, muito ruim mesmo, o que ainda deu uma salvadinha foi a participação de Falir na luta, mas de resto foi tudo uma droga, Sting é foda e Hogan luta mal desde sempre, é um grande cara, merece muito respeito, mais deixa muito a desejar no ringue luta ruim, o final da luta veio após Sting bater em Falir fazer a submission em Hogan que pediu penico.

Logo após o final da luta a Inmortal começa a massacrar Sting no ringue, quando entra Bischoff e também começa a bater no “Icon” porém o seu filho o impede e também apanha muito da Inmortal, Sting pede a ajuda de Hogan, depois Hogan rasga a camisa e começa a bater nos seus companheiros de stable, ajudando Sting, logo após isso os dois se cumprimentam e ficam interagindo com o público

Nota:* 1/5, porém o segmento final foi muito bom.

Promo sobre a luta de Bobby Roode e Kurt Angle

Kurt Angle venceu Bobby Roode e reteu o TNA World Heavyweight Championship

Lutão, os dois wrestlers são muito bons e fizeram uma ótima luta, com trocação de golpes lindos como os Germans Suplexes de Angle que são muito legais, tivemos bastante Submissions Holds também, mas nada que apaga-se o brilho da luta que em minha opinião foi ótima, o final da luta veio depois de uma série de tentativas de suplexes revertidas pelos dois wrestler, até que Angle conseguiu encaixar o Angle Slam e fazer o Pinfall com a ajuda das cordas, ganhando assim ROUBADO.

Nota:*** 3/5

Opinião sobre o PPV:

A TNA fez realmente o que tinha de fazer, um bom PPV para poder se recuperar da sequencia de lixos que vinha tendo, sendo que não apresentava um bom PPV desde o Destination X, cumpriu o cronograma certinho, as lutas foram boas, as promos e segmentos também foram bons, assim honrando o nome do maior PPV da TNA.

Nota:*** 3/5

Anúncios
por Guilherme Basilio Postado em Análises

6 comentários em “Review – TNA Bound For Glory 2011

  1. Cara, muito boa a sua Review, imagens e talz, que continue, hehe.

    Pelo card até aparentava que poderia ser um bom show, mas quando acabou, vi muita gente reclamando que foi ruim e mimimimis….

    O segmento final do Hogan eu achei muito bom, hehehe. Esse é o velho e bom Hogan, rasgando a camisa e salvando alguém. Quando querem inventar algo mais mentalista, sempre cagam no personagem, 😛 heehhe.

    Abraço.

    Ps.: Gui The Phenon >>>>>>>>>>>>>>> Ricardo Criador

    • Ahh, se quiser, faça, mas não precisa se matar, pois creio que haverá, apenas nos PPV’s da WWE, o review do Ricardo também. Mas por terem estilos diferentes e, talvez, pensamento diferentes, acho que pode ter os dois por aqui, afinal, quanto mais, melhor.

  2. Boa Review!

    Gostei bastante do BFG, e realmente superou as expectativas que haviam, mesmo que algumas coisas deixaram a desejar.

    Falo isso porque AJ e Daniels deviam realizar algo melhor no ringue. Pra mim ficou muito sem sal, assim como no DX. A Triple Threat deveria ser um pouco melhor por ter três monstros no ringue, e Roode vs. Angle, merecia um resultado melhor e cagaram tudo o que armaram pro Roode.

    Quanto a Hogan vs. Sting, só o segmento final foi algo bom. Deu pra entreter bastante e o Pop foi sensacional, pena que o desenvolvimento foi uma desgraça com a lentidão do Hogan!

    É isso, a TNA conseguiu abrir novamente os olhos dos fãs com esse PPV!

  3. Bela review, gostei muito!! ACHO QUE O RICARDO JÁ PODE SAIR SABE SAHUASHUASHUASAHUS brincadeira, estilos diferentes, mas ambos muito bons!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s