“Recordar é viver…”#10

Quem diria que um dia eu postaria esse quadro, afinal, pra alguém que começou sem pretensão alguma, apenas ajudando Corbari com as apostas, virar cronista e conseguir postar algo assim, relembrando passado, é um feito e tanto. Bem, sou novo com esse estilo aqui, mas estava relendo minhas antigas postagens e me deu vontade de fazer isso. ALGUM PROBLEMA? 😛 Sem mais muita demora, se quer conferir meu primeiro texto, com alguns ajustes e detalhes a mais (que estarão em vermelho no texto), já sabe…

Wrestlers Técnicos… (ou a falta deles)

Cadê os wrestlers realmente técnicos na WWE? Técnicos no estilo de Benoit, Malenko, Bret Hart e outros tantos que além de submissões lindas (tema para uma outra crônica) (crônica essa que nem saiu acho, e olha que o tema é legal), demonstravam um desempenho muito bom. Bem, isso é uma questão séria, pois alguns lutam bem, mas poucos são realmente técnicos.

Acompanhamos com o passar do tempo vários gênios da luta livre, como Hulk Hogan, Ultimate Warrior e Sgt. Slaughter (porque eu citei o Ultimate Warrior que eu não gosto, conheço pouco, e está longe de ser gênio?? Vai saber…) que cativaram e ganharam fama pela alegria e carisma contagiante. Não esboçavam técnica refinada, mas cobriam seus “defeitos” e pontos fracos com animação e representação de efeito nas suas gimmicks. Esses nomes foram verdadeiros ícones, mas não se enquadram na estipulação de “lutadores técnicos”. Afinal, quem são esses seres que estamparam o título deste texto? (São caras que com certeza mandam bem no ringue!)

Denomino um wrestler técnico aquele que conhece perfeitamente os “quatro cantos do ringue”, sabe aplicar chaves desbloqueáveis, golpes com perfeição, porém recebem os movimentos com a mesma qualidade (Opa Ziggler, como vai você?). Consegue prender o público em seus movimentos, criando verdadeiros espetáculos repletos de exímia psicologia no ringue, entrosamento com o adversário e momentos de emoção extrema, ou seja, um grande conhecer da fantástica arte do wrestling.

Dois exxemplos de lutadores que sabiam e muito como usar "os quatro cantos do ringue"

Vemos no Main Event da WWE, por exemplo: John Cena, CM Punk, Triple H, Randy Orton e Jeff Hardy(esse agora está fumando na TNA). Desses podemos classificar como técnicos o CM Punk e Orton (Orton, really? Acho que não hein Gustavo…), mesmo que hoje em dia não está mais lutando bem como no começo de sua carreira.  São lutadores que conseguem apresentar bons combates, com talento característico e muita habilidade. Mas, percebemos então que os wrestlers “fortões”, ou aqueles que “vendem bem” estão tomando conta, pelo menos do Main Event. (Sorte que nomes como Del Rio, Miz e Christian vem nos salvando nos últimos tempos)

Talvez por essa falta de técnica vemos lutas tão chatas e tão repetitivas, sempre na mesma fórmula. Ou vai dizer que John Cena vs. Randy Orton tem alguma inovação? Técnicos geralmente conduzem bem a luta, e sabem dar aquela parada pra descanso que sempre se faz nos combates, mas sem deixar a peleja ficar chata e parada. Por isso vemos que uma das melhores e mais longa luta de sempre foi entre dois grandes wrestlers técnicos: Shawn Michaels e Bret “The Hitman” Hart.  Eles souberam levar com perfeição um embate com mais de uma hora. Por isso acho que se a WWE mudasse um pouco o seu ME colocando wrestlers técnicos e também se valorizasse mais os seus wrestlers “high flyers” (tentou, mas o Sin Cara vem cagando né… E agora foi a vez do Bourne ser suspenso) com agilidade e dinâmica nas apresentações, teríamos uma WWE cada vez melhor e todos nós seríamos beneficiados.

Shawn Michaels vs. Bret Hart: dois exímios lutadores que davam show no ringue
 
Claro que todos falamos em inovar o Main Event, que alguns wrestlers já estão repetitivos e não conseguem “causar” no ringue, entretanto sabemos que isso não é feito da noite pro dia, mas se tomassem algumas medidas, isso melhoraria e muito. Pelo menos um pequeno avanço a WWE já está fazendo, como o push de Dolph Ziggler e John Morrison (Ops Morrison… HAHAHA!), ambos técnicos e com capacidades in-ring incríveis. Isso é apenas o começo, mas é o primeiro e importante passo para a melhoria e renovação do Main Event batido e insólito da empresa.

Um dos motivos que resolvi falar desse tema foi a contratação de Bryan Danielson, um dos melhores, senão o melhor wrestler técnico da atualidade e que tem um futuro muito promissor. Mas será que na WWE ele será tão bem aproveitado, ou será privado de demonstrar todo seu talento e habilidade? (Então né… Não podemos responder com total certeza, mas por enquanto, tá mal hein amiguinho!!)

Bryan Danielson: uma futura lenda ou apenas mais um grande lutador mal aproveitado na WWE?

Já vimos vários casos desse gênero com wrestlers (geralmente técnicos e high flyers) que vieram cheios de prestígio da ROH e de outras federações indys, que entretanto, acabaram sendo mal usados e até demitidos pela WWE. Scotty Goldman (stable já entre ele, Marella e Young :P), Low Ki (estranho citá-lo nessa época… Sei que ele saiu mesmo, então…) e até mesmo Paul Burchill são grandes exemplos de como a WWE pode (e muitas vezes consegue) levar um talentoso wrestler de destaque “á lona” em pouco tempo.

Entendo que não precisamos ver apenas grandalhões, medalhões consagrados e “máquinas de dinheiro” no Main Event. A WWE tem um roster com enorme potencial para proporcionar shows magníficos para seu público, mas não o faz. Isso tudo nos faz pensar, será que o público não gosta dos técnicos e prefere ver nomes como Batista no topo? (acho difícil eles quererem isso viu!) Será que os bookers são contra qualidade exacerbada no Main Event? (SIM :P) Ou ainda por uma “ordem natural” os wrestlers técnicos estão cada vez mais escassos? Digo isso porque eu realmente acho que todos nós adoramos ver aquela luta toda bem feita, cheia de golpes bem executados por lutadores técnicos, e aquelas seqüências de reviravoltas de tirar o fôlego.

Quem não se lembra de lutaças como Ricky Steamboat vs Randy Savage, Eddie Guerrero vs. Dean Malenko, Dynamite Kid vs. Tiger Mask (valeu pela indicação Corbari :D ) (Corbari SUCKS) e tantas outras? São clássicos da luta livre mundial e momentos que ficaram eternizados nos anais (UUI!!) da luta livre. Lutadores técnicos que conheciam como poucos a técnica do wrestling, e colocaram seu estilo e nome na história, como wrestlers lendários e ícones do combate “bem tramado”. Nessa nova era da luta livre, vemos muitas vezes apresentações chulas, que nem resquícios lembram o que um dia, foi palco de épicos encontros. (E como vemos viu, e como vemos…)

Acho que a WWE tem material para nos apresentar combates dignos de aplausos. Grandes nomes estão voltando, promessas estão surgindo, grandes contratações foram feitas… Agora é esperar que todas essas peças sejam bem aproveitadas, e assim acompanharemos o que de melhor existe na luta livre, combates com técnicas refinadas.

Por hoje é só. Essa foi a opinião, a minha opinião, de um fã da luta livre e sente que falta técnica bem aproveitada na WWE, principalmente no Main Event, que muitas vezes deixam aquelas lutas chatas de se assistir (vide as lutas do Main Event do Raw). E vocês aí, acham que exagerei ou que falta mesmo técnica na WWE? (ainda falta, mas deram uma melhorada.)

E se quer conferir a postagem original, está aqui: https://getreadytorumble.wordpress.com/2009/08/27/gustavo-ride-wrestlers-tecnicos/. Comentem ai e digam o que acharam dessa minha experiência!

Anúncios

5 comentários em ““Recordar é viver…”#10

  1. Muito bom seu texto cara, bem claro e específico. Gostei 😀

    Em relação ao que você citou, creio que hoje em dia achar um wrestler técnico, é igual a char um político honesto; até que tem, mas é raridade!
    Na minha opinião, o wrestler técnico é o mais completo, e que dá mais “show” no ring. Tanto que meu wrestler favorito é o Shawn Michaels.

    Quando disse que esta difícil de se achar um real wrestler técnico, é porque quando eles vão para as empresas maiores( WWE,TNA) automaticamente, seus arsenais e desenvolvimento, são limitados devido a novas regras e leis impostas por essas empresas de princípio capitalista, e não tradicional. Diferente de uma empresa Indy…

    Quando eu pensava em ME, já vinha na minha cabeça lutadores Powerhouse e bons de Mic. mas hoje já é diferente, e Punk é um dos que esta conseguindo mostrar isso. Esta na hora do Bryan ter a oportunidade de brilhar no ME, junto com os outros que você citou.

  2. cara ce tá certo sexta eu baixei o king of the ring 93 kra e vi mr.perfect vs bret hart,mas cara q luta e tudo na base da técnica,
    outro exemplo benoit vs jericho sslam 2000,só na base da técnica
    .cara na wwe só vejo um cara ou dois nesse estilo,ziggler e bryan
    e na tna o angle

  3. Eu já nem assisto mais as lutas dos caras fortões da WWE , nas primeiras lutas era legal , mas depois cansa de ver a mesma coisa e fica chato e o Wrestling acaba perdendo a graça.
    quando me da uma vontade ver uma boa luta técnica eu tenho que dá umas vasculhadas no YouTube…

    HBK Gênio!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s