I Hear Voices # 7 – A dependência da velha guarda

É isso ai pessoal, quando menos se espera eis que ressurge das sombras Gui The Phenom com mais um texto para alegrar o dia dos leitores, só para avisar estou meio sumido por causa que eu estou trabalhando.

Hoje trago a vocês um texto que fala sobre a dependência da WWE de wrestlers considerados “Clássicos”, o texto ficou um pouquinho grande, mas leia se quiser, então quem quiser já sabe.

A dependência da “velha guarda”

Hoje nos encontramos em um período interessante na organização, nos projetos e na atual gestão da WWE, vários wrestlers muito importantes na empresa acabaram saindo entre 2010 e 2011, como Edge, Shawn Michaels, e alguns com lesões que pareciam que realmente não voltariam mais ao ringue, como Triple H, Kane entre outros. Sendo assim a responsabilidade de tocar a empresa pra frente foi passada aos “garotos” da WWE, a nova remessa de wrestler estaria tendo sua oportunidade de “comandar” os shows da empresa, sendo assim o sonho de milhares de fãs de wrestling ficaram felizes, por verem vários wrestlers de qualidade tendo a sua oportunidade pelo main-event, alguns nos surpreendendo muito como The Miz, CM Punk(que nem é novato) basicamente os “veteranos” da empresa viraram John Cena e Randy Orton que não são tão veteranos assim.


A história começa com o cansativo predomínio de Cena, Randy Orton, Triple H nos main-events da empresa, cansei de ver fãs postarem comentários pelos blogs da vida com os dizeres: “Sheamus é wrestler de main-event” “Jack Swagger luta muito”, realmente não discordo de nenhum desses comentários, porém mesmo assim o predomínio dos “tiozões” continuava, até que talvez por obra do destino temos a perda de vários wrestlers importantes e “tiozões” da WWE como Shawn Michales a perder uma luta espetacular para Undertaker que por acaso já virou palhaçada na WWE lutando apenas uma vez por ano e também está fora por lesões, depois tivemos a aposentadoria voluntária de Edge, lesão de Triple H, só sobraram mesmo John Cena (que nunca se machuca) e Randy Orton (que é de porcelana) além de wrestler “velhos” na empresa, porém muito mal usados como Christian, Mark Henry entre outros. Ai você pensa: “Caraca essa é a hora, os novos wrestlers da WWE vão apavorar geral”, isso realmente aconteceu? Bem a WWE tentou, vamos ver como:

Jack Swagger: Reinado chulo, chato, talvez não por culpa do wrestler, mas sim dos bookers em geral, porém realmente não vingou no main-event e voltou para o mid-carder onde está atualmente e está totalmente APAGADO na empresa.


Christian: Também não vingou, mas não por causa dele mesmo esse sim foi totalmente prejudicado por bookagens escrotas entre outras coisas.  Perdeu uma série de lutas imensas para Randy Orton (John Cena 2) , chegou a ganhar o World Heavyweight Championship, mas por causa da bookagem escrota acabava perdendo-o absurdamente rápido, sendo assim foi substituído por Mark Henry que acabou se saindo bem melhor que ele e também está esquecido.

Alberto del Rio: Luta bem, fala bem no microfone, mas é wrestler de mid-carder, me desculpem quem descorda, mas na minha opinião, apesar dos reinados de Del Rio serem curtos são extremamente chatos, os únicos momentos legais do mexicano, foram suas tentativas de cash-in que eu achava hilária ele saído correndo, tentando fazer o Fall no primeiro que ele via pela frente e sempre acabava dando merda, além do fato daquele manager dele ser um bosta.

Daniel Bryan: Luta pra caramba e na sua participação no NXT mostrou que também tem um bom estilo ao microfone, consegue interagir bem com as crowds do show, porém a WWE caga demais no coitado, Bryan é um wrestler no nível de Austin Aries que está ganhando luta até da Dixie Carter lá na TNA enquanto Bryan está aqui lutando no WWE Superstars, programa para os Jobbers poderem se divertirem um pouco no ringue, não sei nem se essa merda existe ainda ou já acabou, foda-se, Bryan teve seu momento bom ganhando a Smackdown Money In The Bank Match no PPV homônimo, de lá pra cá nada, fiquemos na espera para ver o que a WWE nos prepara.

The Nexus:  Eu diria que a Nexus fica no meio termo entre Fracasso e Sucesso, foi uma stable foda, atormentou a vida de vários main eventers tradicionais da empresa, vendeu camiseta mais do que camelo da 25 de Março, tinha seus pontos fracos como Michael Tarver, Skip Sheffield que nasceram para jobbar mesmo. Foi bom enquanto durou, mas durou pouco tempo, a WWE até tentou um escape montando a The Core, porém não teve jeito mesmo e acabou. Os membros ou foram demitidos, ou então estão jobbando em algum canto da empresa, somente mesmo o que deu mais sorte foi Wade Barret que ainda está em uma posição favorável dentro da empresa.

Para não ser injusto, nós também tivemos bons casos desse mesmo tipo como:

The Miz: O cara é simplesmente foda, onde ele toca vira ouro, qualquer tag com ele funciona inclusive a ótima Awesome Truth que acabou por causa do maconheiro do Truth, porém foi boa enquanto durou, teve reinados ótimos como WWE Champion, venceu Cena em uma Wrestlemania um feito que é para MUITO mais MUITO poucos na WWE, se firmou no main-event, sempre está em destaque de uma ou outra forma, se a WWE investir nesse cara ele realmente vai longe, ele tem futuro.

Sheamus: Teve um reinado ótimo como WWE Champion, porém também foi cagado pela WWE e virou mero Jobber hoje, conseguiu uma luta com Triple H em uma  Wrestlemania feito para poucos, durante sua época no main-event fez bem o seu papel, sua gimnick não é fantástica, mas também não é horrível, outro em que a WWE deveria parar de cagar e investir nele.

Mark Henry: Desse eu já fiz um texto somente para falar dele e da sua evolução, não é novato na empresa, mas era um puro jobber que tirou a sorte grande dentro da empresa, com problemas com lesões ou wrestler que não deram certo, a Smackdown se viu sem nenhum Top Heel, sendo assim Mark Henry ocupou o posto e deu certo, bateu demais em Randy Orton que também estava com uma sequência de vitórias muito grande, e está firme no main event, o mais legal de Henry é que ninguém esperava merda nenhuma dele, sendo assim calou a boca de muita gente por ai (inclusive a minha), sendo assim tem a chance até de lutar contra Undertaker em uma Wrestlemania. Você já imaginou o limitadíssimo Mark Henry acabando com a streak de Undertaker feita sobre wrestlers como Shawn Michaels (2x), Edge, Triple H, entre tantos outros? Existem grandes chances de isso acontecer.

Cody Rhodes: Está foda ultimamente também, vem entrando em uma feud contra Randy Orton, teve moral para trazer um cinturão clássico de volta para a WWE. Cinturão esse que foi usado por wrestlers como Shawn Michales, Diesel, entre outras lendas dentro da WWE. Particularmente o acho melhor que o pai dentro do ringue, outra coisa interessante é que ele não se esconde na sombra do seu Pai o “American Dream Dusty Rhodes”, ele é o lado da família que deu certo no wrestling, pois é irmão de Goldust que não deu tão certo assim.

Existem muitos outros que não foram citados acima como John Morrison que foi demitido recentemente, Ted Dibiase entre outros caras por ai.

Mas onde quero chegar é as atitudes que a WWE está tendo ultimamente, em um pouco espaço de tempo tivemos a volta de Triple H, de Kevin Nash, The Rock que não pisava no ringue a 700 anos e já estava vivendo sua vidinha em Hollywood, Big Show também retornou, o mais recente Kane “Masked”, além da promo que está rolando na RAW o “itbegins” , que indica a volta de algum wrestler, ou stable sei lá, eu realmente acredito que se trate de Chris Jericho, o que significaria a volta de outro “tiozão” a empresa. Sinceramente todos nós gostamos de ver Chris Jericho contra Triple H, ou então novamente The Rock contra Stone Cold Steve Austin, mas é hora de uma reformulação dentro da empresa, eu acredito que foi difícil para os fãs da época trocar wrestlers como Bret Hart, Hulk Hogan, pelos jovens HHH, The Rock entre outros, mas acabou dando certo, o público acabou se acostumando, o mesmo deve acontecer agora, os wrestlers antigos devem começar dar mais espaços aos novos, não que eu seja contra os clássicos lutarem, porém eles não deveriam tomar o lugar de wrestlers novos.


O que a WWE deveria fazer era começar treinar esses wrestlers para serem futuras estrelas dentro da empresa, colocando-os para lutarem com wrestlers de prestigío em eventos de prestígio, como foi a Awesome Truth contra Cena e Rock no Survivor Series, também não adianta colocarem os novatos para lutarem e os fazer serem humilhados no ringue sem nem ao menos ter a oportunidade de mostrar potencial (The Rock se tomou 5 socos na luta foi muito), a WWE precisa pensar seriamente no assunto, porque Cena e Orton não irão durar para sempre, outra parte importante são os fãs entenderem isso, não somente criticar a empresa por colocar wrestlers assim para lutarem, sendo assim no futuro poderemos ver uma nova geração de wrestlers vitoriosos.

Anúncios

2 comentários em “I Hear Voices # 7 – A dependência da velha guarda

  1. Gostei do texto mas tenho a leve impressão de que se confundiu um pouco.

    Sei lá, a WWE pra mim vem começando a botar e a construir novos Main Eventers, e que já estão prontos. Olha o Ziggler e o Rhodes ai, prontos para o ME e com dois reinados fodas, e olha que estão no Mid Card. Rhodes lutando contra o Booker T, uma lenda, no TLC e o Ziggler vencendo Orton, lutando contra vários caras bons ai, de igual pra igual, em nenhum momento tendo a aparência medrosa.
    Sheamus só falta mesmo é um esqueminha pra entrar no Main Event, mesmo que esteja começando a enjoar, já que virar Superman tão “novo” assim não presta pra ninguém. Del Rio é um caso à parte. Pra nós, ele parece que é novo por entrar agora, mas ele já está velho pra continuar por tanto tempo assim, dependendo de quando ele quer se aposentar, por isso a WWE já insistiu tanto em pouco tempo o levando pro ME, claro, cagando um pouco.
    No caso do Bryan, é de tempo mesmo. Vejo ele como um World Champion muito bom, o problema é essa Storyline que bookaram pra ele, em ter que efetuar o Cash-In apenas na WM, fica difícil pra levar a maleta por tanto tempo assim, numa boa, mas garanto que a WWE vai saber o que fazer com ele.

    Miz e Punk pra mim serão as Faces da WWE no futuro, os dois porta-vozes. Punk já vem mostrando uma futura lenda, se bancando “sozinho” pra sua própria carreira e até cogitado pra enfrentar HoF, como o SCSA. O Miz durante WWE Champion expandia seu reinado e o Marketing da WWE pra todo lugar, e faz isso até hoje. É entrevistado, está presente em vários eventos e já é tratado como Main Event. Falta pouco mesmo pra virar O cara da WWE.

    No caso dos “tiozões”, pra mim é um prêmio, uma homenagem pra esses caras. Henry nunca teve jeito pra ser um Main Eventer, e por que venceu o World Title depois de 15 e quase pra se aposentar? Uma homenagem, já que esperou tanto tempo “numa boa”, diferente do Morrison que não soube esperar 5 meses e já saiu falando merda ai. Nash merecia uma Feud boa pra se aposentar de vez, e ainda pode ser fundamental para a criação de novos Wrestlers. Ele pode dar conselhos, ensinar como fazer uma Promo e talz, cairia muito bem um papel desses, assim como pro Foley, que voltou pra WWE pra se aposentar e ter uma última luta. HHH, Jericho e Kane são os únicos pra mim que estão pra disputar mesmo, mas no máximo por mais dois anos, depois disso vem a aposentadoria e acabou, só aparições pra não falar que não liga mais pra WWE.

    O único caso é Cena e Orton mesmo, que chegam até a dar um arrepio, pois o Cena com 34 anos, no auge da sua Gimmick PG, com 4 Title à menos pra bater o recorde de World Titles, fica estranho ele passando lendas maiores que ele. O Orton é caso de vida ou morte, pois a qualquer hora pode reclamar de qualquer coisinha e estragar um Push foda de alguém, como fez com o Kofi quando ainda era foda e do Kennedy, que era outro prontíssimo pro ME!

    É isso, bom texto, bom tema!

  2. Apesar de alguns “errinhos” no texto e de algumas/várias partes que discordo, o que você quis dizer foi bom, deu pra captar, e teve bons argumentos.

    Só acho que não é necessário tirar todos os “velhos”, ou colocá-los com menos espaço que os jovens, afinal, eles merecem, em muitos casos, o ME, a fama, por terem se matado antes pela empresa. O necessário é exatamente a WWE fazer esses caras gerarem outros. Lembremos que o Orton começou a crescer através dos mais velhos/lendas. Desde a Evolution, que tinham dois caras lendários, até a gimmick de Legend Killer, cujo qual exterminou várias e várias lendas e com isso conseguiu a fama.

    Acho que The Rock vs. Cena é boa para colocar o Cena de vez na história da empresa e sucessor do Rock, assim como o Rock foi do Hogan. Acho também que agora é a hora do Cena ajudar a elevar outros, como vem fazendo constantemente com o Ryder (participando do programa do YT, ajudando em promos e até em lutas, e provavelmente o ajudará no TLC a levar o title).

    O problema são feuds de “grandes” vs. “pequenos” que não servem de nada, apenas pro grande humilhar mais, como Rhodes e Orton, onde Rhodes perdeu todas, e só serviu mesmo pra ele perder a máscara (apesar que isso poderia ter sido feito de “n” maneiras). O certo é a geração passada dar a “tocha” pra presente, e isso a WWE tem pecado em alguns pontos, mas pelo menos tem tentado.

    É isso ai, boa Gui!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s