Espaço Cedido – Retrospectiva BWF 2011

Pessoal, na continuação do Post, vocês conferem o resumo do ano da BWF. Lembramos que caso a FILL ou qualquer federação de Luta Livre queira postar um texto aqui, o espaço esta aberto.

Retrospectiva BWF 2011

2011 foi um ano de grandes realizações. Foi o ano em que a BWF começou a colher os frutos do que vem produzindo há anos com profissionalismo e determinação de toda a equipe, lutando para levar a Luta Livre Nacional de volta ao topo.

No primeiro semestre começamos o ano com uma gratificante participação no programa MTV Roadies 8: Shortcut to Hell, um reality show produzido pela MTV Índia que teve a oitava temporada produzida no Brasil.

Em abril a BWF teve a grande oportunidade de mostrar seu trabalho ao público em massa na Virada Cultural em SP. Foram oito shows realizados revezando com shows da equipe mexicana CMLL, nos quais foi disputado o campeonato Rei da Virada que terminou coroando Sonico como o primeiro Rei do Ringue da BWF, o terceiro título criado pela empresa.

Como resultado e em reconhecimento ao trabalho realizado na Virada Cultural, no segundo semestre a Yamato Corporation convida a BWF a participar do evento Anime Friends, um dos maiores eventos de cultura japonesa, anime e cultura pop da América Latina. Foram realizados dez shows ao longo dos seis dias de evento, ocorrido em julho, com workshop para o público presente, participação do lutador norte americano Q.T. Marshall e coroação de Pirata Alma Negra como Campeão Terremoto e de Anjo Loiro como Campeão da Copa Anime Friends, em lutas especiais promovidas exclusivamente neste evento.

Chega setembro e o tradicional show da BWF no “templo” da luta livre, o Ginásio 7 de Setembro, serve de palco para o fim da rivalidades e para a coroação de Nocaute Jack como Campeão Brasileiro da BWF em um combate tenso e muito disputado contra o então campeão Xandão.

No mês de outubro foi a vez do Shopping Eldorado receber a BWF em parceria com o Club Social na promoção El Desafio. Foram dezoito dias de workshop gratuito para o público, atendendo mais de trezentas pessoas, e ao final do mês foi realizado um show da BWF com cobertura da mídia e com a participação especial das celebridades escolhidas pelo público Geisy Arruda e Juju Salimeni, em uma luta eletrizante no evento principal da tarde.

Foi em outubro também que o canal Esporte Interativo apresentou duas matérias especiais sobre a BWF, mostrando o trabalho profissional realizado pela empresa no Brasil, junto à transmissão dos programas Smackdown e RAW da WWE.

Em novembro a MixTV realizou uma matéria com a BWF para o programa JAM mostrando também um pouco do que a luta livre nacional vem produzindo.

Neste mesmo mês, Bia e Mano John romperam barreiras e foram os primeiros lutadores da BWF a representar a empresa fora do país, em um combate de duplas contra Bruno “Nitro” Sandretti e Alison Evans na XNL/NWA no Chile, em um show beneficente promovido pela empresa. Apresentação essa que teve grande repercussão e divulgação a BWF e a XNL.

Em dezembro fechamos o ano com chave de ouro no Ressaca Friends, também produzido pela Yamato Corporation que não teve dúvida em incluir a BWF no seu roteiro após o grande trabalho realizado no Anime Friends. Desta vez o destaque ficou por conta das participações de Bruno “Nitro” Sandretti que realizou um combate contra Sonico e outro para acerto de contas contra o Rapper Mano John.

Um grande feito que merece destaque em nossa retrospectiva deste ano foram as participações da BWF no programa Qual é o Seu Talento? do SBT, cujo pontapé inicial foi dado pelo Pirata Alma Negra.

Foram quatro participações ao longo do segundo semestre: Na primeira eliminatória, Pirata Alma Negra e Max Miller levaram a BWF as semi-finais. Semanas depois, Bia e Caveira Killinger arrancaram elogios e levaram a BWF Divas a diante na competição. Na terceira participação, Anjo Loiro, Xandão e Sonico, com Bob Jr como arbitro convidado, fizeram uma excelente apresentação que, por questões desconhecidas, mesmo sendo excelente ao ver dos jurados, não conseguiu conquistar os quatro votos verdes dos mesmos. Foi este também o resultado da apresentação de Bia vs Zara, com invasões de Caveira Killinger e Anne Maquiavélica, com participação de Edgard Chiarelli. O feedback foi o melhor possível, mas o resultado positivo, infelizmente, não veio.

Apesar da eliminação, o resultado final, a exibição na grande vitrine que é o SBT e o profissionalismo da equipe levou a BWF a participar do programa Cante Se Puder, e fica a promessa de mais aparições em 2012.

Todos estes eventos, participações e aparições proporcionaram não só a BWF mas a Luta Livre Nacional uma enorme exposição na mídia virtual, escrita e televisiva durante o ano todo, pois o trabalho realizado agradou muita gente, e grande parte deste mérito vai para você fã que nos acompanha, divulga e prestigia, e é para vocês o nosso grande obrigado e nossas promessas de realizar um trabalho cada vez mais profissional em 2012 e nos anos seguintes.

Tudo teria sido perfeito neste ano se não tivéssemos sido deixados pelo Pirata Alma Negra. Seu nome já é referencia na Luta Livre Nacional, e sua presença faz falta a todos.

Desde seus primeiros dias junto à equipe, Douglas sem mostrava um rapaz determinado não só a crescer como profissional, mas em levar a BWF e a Luta Livre Nacional ao topo. Com um jeito tímido conquistou seu espaço e virou ídolo frente ao público e nos bastidores. Não faltava a um show sequer, estava presente em todos os momentos, bons ou ruins. Ajudava na produção do show, criava, estimulava todos, ajudava no treinamento de novos talentos. Era cheio de vida, de energia, alegrava todos, e com seu jeito único se tornou membro principal, peça chave, e em to pouco tempo incrivelmente fez o que muitos não fazem em anos de carreira, em todos os aspectos.

Não se sabe dizer exatamente o porque, mas Pirata começou a mudar, e não expunha a ninguém o que estava acontecendo. Sua saúde possivelmente estava debilitada e isso iria lhe custar um tempo fora do que mais amava fazer, e se tratando de um artista e ser humano nato, exigente de perfeição e executor de tudo o que propunha a fazer, possivelmente ele fez a escolha errada e escondeu a realidade da família, amigos e parceiros de trabalho.

No final de seu ultimo combate, após excelente exibição e fazendo tudo o que estava proposto a ser feito, Pirata desacordou e, três semanas depois, após complicações hospitalares, deixou família, amigos e fãs marcados, e certamente muito feridos com a perda. Certamente a maior perda para todos nós, amigos, família e fã. Só quem conviveu com ele para saber do que se trata e da dor que fica.

Agradecemos imensamente tudo e qualquer coisa que você fã tenha feito pela BWF neste ano.

Agradecemos aos produtores e veiculadores de mídia pelo trabalho quem fizeram ao nosso favor levando a Luta Livre Nacional de volta a mídia, reconhecendo nosso trabalho sério e profissional e assim nos tratando, com seriedade e profissionalismo, nos dando a oportunidade de mostrar nosso trabalho.

E agradecemos a toda a família BWF pelo grande avanço e pela força que unimos neste ano conquistando muitas vitórias e abrindo portas para prosperar muito mais no futuro.

 

 

Um excelente 2012 cheio de saúde, paz, alegrias e prosperidade para todos, que Deus vos abençoe.

 

 

Grato,

BWF – Brazilian Wrestling Federation.

Anúncios

Um comentário em “Espaço Cedido – Retrospectiva BWF 2011

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s