Uma Cobertura de Impacto #2: 19/01/12

Devido a problemas meus (problemas nada, vou viajar para a praia, rs), fiz a cobertura do Impact assim que o show acabou, buscando terminar o mais rápido que pude, então qualquer erro me desculpe.

Para encurtar um pouco as coisas, dispensei os segments de menor relevância e já deixei minha opinião contida nos segments.

Segment Inicial: Storm e Hardy pedem o seu contender pendente.

Storm entra e fala sobre a sua luta semana passada contra Kurt Angle, dizendo que ele venceu o melhor wrestler que já pisou no ringue da TNA, mas ele venceu por ser um pouquiinho melhor, então sorry about you… toca a música de Hardy, até agora um belo segment, a entonação, o look e o esforço do Storm são louváveis e se torna perceptível que ele se baseia em muitos outros wrestlers lendários assistindo segments sobre eles o dia todo no youtube, como ele mesmo já disse.

Hardy diz que ele foi ferrado no Genesis, foi ferrado no Impact passado e criaturas da noite não gostam de serem ferradas, por isso, ninguém terá uma title shot antes de ele mais uma chance contra Roode, até agora o segment ainda está ótimo, Hardy não é nenhum mito na mic, mas o povo ama ele demais.

Roode chega e só precisa colocar o pé para fora para as vaias já começarem, nesse momento, Roode usa uma lógica incrível “Você ganhou sua contender contra o Angle para quem ganhasse a luta entre eu e Hardy semana passada, Storm, parabéns, entretanto a luta não teve vencedor. Então seu contender é inválido” genial.

Para terminar o segment, eis que surge Sting, fazendo sua rápida aparição para marcar uma luta entre Storm e Hardy hoje pelo contender, apenas para fechar um belo segment para abrir o show.

Gunner (com Ric Flair) vs. AJ Styles

É muito bom ver Gunner com push, ele ainda não mostrou nada sensacional na TNA, mas eu conheço o potencial dele, principalmente em sua época de NWA Mid Atlantic, onde era Phil Shatter.

AJ, sem comentários, uma das maiores lendas da história da TNA, sempre excelente in ring.

Luta muito boa, com boa duração, bem equilibrada, entretanto o fim não foi de muito agrado, Gunner ganhou após uma interferência de Kaz e Daniels com um DDT muito bem aplicado… no fim os dois continuaram seus caminhos.

Acho que Flair não tem muito a ver com Gunner e só está lá para dar um look de grandeza para ele, mas é algo bom pro midcard.

** 3/4

Magnus vs. Crimson

Luta rápida, uma squash match com vitória de Crimson que não me agradou, pois os dois competidores estão de igual para igual numa feud e lutas rápidas assim só enfraquecem Joe e Magnus.

Entretanto devo dizer que os dois pareceram ótimos, principalmente Magnus, um dos nomes mais cotados na empresa para segurar um belt de importância num futuro próximo dentro das esferas da TNA – tanto na Ring Ka King, como no Impact, como na AAA.

O brawl que veio a seguir foi maior que a luta em si e foi muito interessante na questão de Joe e Magnus saírem por cima dos monstros gigantes, Crimson e Morgan.

DUD

Steel Cage Match – Mickie James vs. Madison Rayne

ISSO SIM É UMA LUTA FEMININA.

Longa, equilibrada, com ótimos moves, eu realmente achei essa match uma das melhores lutas femininas mainstream em muito tempo, melhor até que Gail vs. Mickie no main event do Impact há algumas semanas atrás.

Mickie ganhou, o que não foi surpresa, mas o que me deixou pasmo foi que Madison fez um trabalho muito além do que achei que ela era capaz, grande match.

O único problema na minha opinião foi que a match usou a cage em si muitas poucas vezes e que a TNA deveria dar uma importância maior para essa adendo para a luta, como podemos citar uma luta memorável que foi Tara vs. Mickie no Impact em 2010 onde ambas se lesionaram com a intensidade da match.

*** (e poderia ter até mais se o uso da cage fosse maior)

Austin Aries celebra o fato de ninguém conseguir derrotá-lo e um grande wrestler retorna a TNA.

Honestamente, não sei expressar como Aries é espetacular, é um campeão midcard que não aparece com freqüência nos shows semanais e não só consegue arrancar heat da crowd com poucas palavras, como também não precisou de muitos minutos para chegar perto do topo dos trending topics mundiais.

Ele faz o discurso novamente, já que a história não mudou desde seu último segment num show semanal, ele derrotou cada wrestler que lhe foi mandado, ele chutou toda a X division da TNA e ninguém conseguiu pegar o belt dele.

Nesse momento a crowd gritava “you suck”, então ele fez uma pergunta: “Se eu sou tão ruim,  por quê, depois de tanto tempo, o belt ainda é meu?”

Toca uma música que eu na ouvia há meses e que me deixou realmente feliz de ouvir, a Motor City Machine Guns está de volta… ou pelo menos sua titantron, música e metade dela, Alex Shelley retorna, parecendo uma calopsita.

Aqui temos uma mina de ouro, uma química incrível e um segment realmente bom. Shelley pede sua title shot para Aries… nesse momento Shelley também estava nos trending topics mundiais.

Eric Young vs. Angelina Love (com Winter)

Não vou dizer que eu não apreciei novamente essa feud entre ODB e Young contra Winter e Love que está acontecendo, pois esse casal continua fazendo ouro.

Não foi realmente uma luta, foi mais um segment funny disfarçado de luta – mais que na semana anterior, eu diria.

Young usou o ref como escudo contra Love, o que fez esse senhor um bastardo muito sortudo, então ela chutou as bolas de Young e a luta acabou, nisso Winter invadiu e depois ODB veio ajudar Young a limpar a casa.

Pode parecer desperdício de um talento incrível, como discuti essa tarde com algumas pessoas, mas Young está aparecendo toda semana e tendo um destaque a ponto de ser o co ME da noite e de ganhar belts periodicamente, sem falar do fato que não lembro uma semana em que o nome dele não tenha pulado facilmente entre as melhores posições dos trending topics – não que eu ou a TNA liguemos para isso, mas é um referencial da popularidade dele trendar três vezes no mesmo show onde apenas Storm, Aries, Shelley e ele ocuparam tal lista.

NR

1° Contender Match: James Storm vs. Jeff Hardy

Luta boa e que dividiu a crowd mais do que eu esperava – claro que Hardy ainda foi maioria, mas para mim um bom número ficou do lado do Cowboy, o que é essencial para uma futura introdução dele como top face da TNA.

Não foi do nível de nenhum dos main events da semana passada, que foram realmente fodas, principalmente porque Hardy repetiu alguns spots de sua luta semana passada com Roode (que, pior ainda, foram spots repetidos da luta do Genesis), mas a luta teve belos momentos, principalmente por parte do Storm, que brilhou principalmente no superplex em Hardy.

Os nearfalls foram muito bons, entretanto a match não deu muita reação a eles, pois eram dois faces que o povo queria que ganhassem, quase que igualmente, isso atrapalhou um pouco no clima da luta.

Então o que deixar o povo mais contente do que ninguém sair perdendo? Bem, não é essa a visão, mas o resultado final foi esse. Bully Ray deu o ar da graça novamente.

Ele primeiramente espantou não só o mini Hebner como o Hebner pai do ringue, em seguida, usando a corrente, deu alguns golpes nas costas de Hardy e Storm, ambos caídos.

Para fechar sua atuação ele pegou a cerveja, um dos penduricalhos habituais de Storm, para cuspir um pouco em Storm, mas então que chega Sting com seu bastão de baseball para tirar Ray do ringue.

Acabou? Não, Roode tem que aparecer no main event, ele é o campeão oras.

Depois de acertar tanto Storm como Hardy com o belt, ele faz um pequeno discurso, dizendo que a luta havia acabado em no contest, então ele não só não tinha oponente, como também ainda era o World Heavyweight Champion, fechando o Impact dessa semana.

*** ¼

Considerações finais:

Um show bem melhor que o da semana passada em muitos fatores, mas principalmente muito mais equilibrado.

Os segments foram ótimos, com destaque para Aries e Shelley e o main event, novamente, enalteceu ainda mais a grande dupla de heels, Ray e Roode.

Todos trabalharam bem e tudo pareceu muito bem encaminhado para o Against All Odds e o show do Wembley, daqui a algumas semanas.

Desde o segment inicial até o final, eu achei um ótimo show, mais um para a conta de Prichard.

Para quando eu voltar de viagem, farei um artigo especial para minha nova coluna, TNA nas terras de Raj, explicando tudo sobre o novo show da TNA, a Ring Ka King.

 

 

Anúncios

9 comentários em “Uma Cobertura de Impacto #2: 19/01/12

  1. Eu não tinha assistido o show, mas quando eu vi sua coluna postada aqui, eu cliquei para dar uma conferida. Que foda! Pela ótima cobertura que você fez, vi que o show foi interessante, Alex Shelley esta de volta, eo principal: Motor City Machine Guns esta de volta!! Quero muito ver Shelley vs Aries pelo X Division Championship, mas enquanto não rola, amanhã verei o show completo. Muito boa a análise, e boa viajem 😉

    • Uau, achei que eu era o único acordado a essa hora aushaushausah
      O show foi realmente interessante, pois teve momentos legais do começo ao fim, o que eu gosto do Impact, pois eles dão um valor quase que igual para tudo que tem no show.
      Com Shelley retornando mano, a X division vai ser de encher os olhos, vale a pena conferir
      E obrigado pelos elogios e pelo desejo de boa viagem, rs.

  2. Gostei. Pra mim foi um Show superior e mais impactante do que semana passada.
    Boa volta do Shelley, e um ótimo Segment.
    Segment inicial foi muito bem executado, e muito bem finalizado com o Sting e suas palavras que estão a cada semana melhores.

    Foi muito divertido o papel que Ypung executou na luta. Eu particularmente ahco muito engraçado o “cumprimento” que o Young adotou, e melhor ainda quando é com o Ref! xD’

    E por fim, só não gostei da maneira que a lutado Main Event terminou. O ref mesmo vacilou ali, até porque esperou MUITO para ir ao outro lado, para ser atacado pelo Ray, e ainda pior, por que esperou para começar a contagem, já que o Storm foi finalizar o Hardy? Muito feia essas coisas que os Referees da TNA fazem, eles não sabem atuar, tanto ele no Main Event, quanto o Earl Hebner que consegue fazer coisas piores.

    Continue com as boas Reviews!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s