Corbari Madness Pit – 5 momentos finais mais surpreendentes do Monday Night Raw

E o Corbari Madness Pit retorna ao Get Ready to Rumble. Depois de um top 20 relâmpago sobre as melhores tag team’s da história da luta livre, reanimo meu espaço neste blog para começar com uma outra série de artigos semelhante a um top, mas não é, entende….!? Com vocês, os 5 mais surpreendentes momentos finais da Monday Night Raw…

Os shows semanais da WWE, ultimamente, não empolgam como há anos atrás. Podemos citar vários motivos para tal fato, mas todos estão cansados de ouvir reclamações e choramingas sobre a “nova era” da empresa.

O Monday Night Raw, evento semanal ao vivo, é um constante gradiente entre programas bons e ruins, mas uma coisa é certa, você não deixa de assistir o show até o fim, pois é nos momentos finais que, geralmente, acontece os momentos que determinam a qualidade do show…

É disso que estou falando!

São aqueles CINCO minutinhos finais, até aparecer o logotipo da RAW e a transmissão acabar, que desde a criação do programa, chocam e ficam na memória do telespectador. Por isso, nessa edição do Corbari Madness Pit, vou retratar CINCO dos melhores CINCO minutos finais do Monday Night Raw.

E não, não será um TOP FIVE, e sim os cinco melhores sem nenhuma ordem definida.

Seilá, nunca gostei de Top’s…


RANDY ORTON É SURPREENDIDO POR SHAWN MICHAELS

Após a elétrica rivalidade entre a DX e Rated RKO, Randy Orton continuou com sua missão de acabar com lendas, e após uma vitória sobre Shawn Michaels no Judgment Day 2007, executou um Punt Kick na cabeça de HBK, o deixando inconsciente e fora da WWE por um bom tempo.

Nas semanas seguintes, Orton entrou em rivalidade com o campeão da WWE John Cena, onde herdou o título no PPV No Mercy 2007, após contusão de Cena. No entanto, logo na primeira luta do PPV, Orton perdeu o título em um reinado de poucos minutos, para ainda, na última luta do evento, recuperar o cinturão derrotando Triple H em uma Last Man Standing Match.

Sim, isso mesmo, o título da WWE mudou três vezes de mãos em um único PPV.

No dia seguinte, no Monday Night RAW, Vince McMahon (que na época era uma espécie de protetor do Orton e estava em conflito com Triple H) ordenou que todos os lutadores do roster fossem até a arena para saudar o campeão Orton. Entretanto, Triple H não apareceu. Vince diz para Orton ir buscar Triple H nos backstages, mas quando o Legend Killer sobe a rampa de acesso, toca a música da lenda Shawn Michaels, que surpreende todos em um retorno inesperado, ataca Orton, SweetChinMusicando o campeão e faz o público presente gritar como nunca.

O show termina com Shawn Michaels comemorando o retorno com o público, Orton caído sobre o tapete vermelho estendido para saudar o campeão, e o início de uma rivalidade entre ambos pelo cinturão.

 

ECW INVADE A RAW E O COMEÇO DA ALIANÇA COM A WCW

A data é 09 de julho de 2001 – Monday Night RAW, época em que Vince McMahon anunciou que comprou a WCW, no entanto é surpreendido por seu filho Shane, que se antecipou nos negócios e se declara como o novo dono da WCW. Uma guerra estava instaurada entre as duas empresas.

No RAW já citado, a luta final é Chris Jericho e Kane contra Lance Storm e Mike Awesome (ambos Ex-ECW). Mas quando a luta estava se encaminhando para o final e uma vitória da dupla dos medalhões da WWF era dado como certa, Tommy Dreamer e Rob Van Dam aparecem do meio do público e ajuda Storm e Awesome a atacar Jericho e Kane, entretanto, uma legião de lutadores da WWF correm para ajudar seus “comparsas”, porém, essa legião de lutadores da WWF era composta por Tazz, Dudley Boyz, Justin Credible, Rhyno, e Raven, ex lutadores e lendas da federação Extreme. Quando parece que vieram para salvar Jericho e Kane, o grupo se volta para os mesmos, e destroem os dois lutadores da WWF.

Nesse momento, Paul Heyman, o líder da ECW e comentarista do RAW vai ao ringue e discursa que está cansado de ser comentarista e só falar sobre WCW contra a WWE, e que estão esquecendo do poder da ECW, e que agora a storyline da Invasão a WWE acabou de ser levada ao extremo.

A RAW acaba com os principais nomes da ECW comemorando no ringue e o inicio de uma das melhores storylines que o mundo do wrestling já viu.

 

SHAWN MICHAELS ATACA HULK HOGAN E UMA “DREAM MATCH” OCORRE

No começo do ano de 2005, Hulk Hogan retornou a WWE com seu personagem de “Real American Man”, deixando de lado a gimmick do vingativo Hollywood Hulk Hogan. Não é nem preciso dizer que o público vibrava muito com a lenda maior da luta livre americana desfilando pelos ringues da WWE. Nessa época iniciou uma campanha de “One more Match” para Hulk Hogan, o que ganhou força após o Hulkamania salvar Shawn Michaels de ser espancado por Hassan e Daivari (dois personagens do oriente médio, então vocês imaginam como eram odiados e como Hogan era exaltado quando se voltava contra eles).

No RAW de 04 de Julho de 2005, finalmente foi marcada uma luta entre Shawm Michaels e Hulk Hogan contra Carlito e Kurt Angle. Finalmente, a tão esperada “One More Match” de Hogan aconteceria.

O combate foi vencido com Shawn e Hogan, e quando faziam a característica comemoração da vitória, HBK aplica um Sweet Chin Music no Hulkamania, chocando a todos.

A RAW termina com Hogan caído e Shawn Michaels de pé, olhando com um ar de superioridade, marcando para o PPV seguinte, o Summerslam, aquela que era a Dream Match da luta livre americana… Ao menos no papel.

 

UNDERTAKER SACRIFICA STONE COLD

Undertaker já teve várias “eras” dentro da WWE. Desde o coveiro com poucas palavras até o motoqueiro americano descolado, mas a mais impactante e sombria, com certeza, foi sua faceta como líder da Ministry of Darkness, sua seita satânica onde ele fazia as mais tenebrosas e assustadores maldades.

Após um combate entre Stone Cold e Mankind contra The Rock e Undertaker, Stone Cold é atingido por fortes golpes com uma cadeira de aço, proveniente de Undertaker, o deixando inconsciente. Nesse momento, uma legião de druidas (seguidores de Undertaker) levam encaminham Stone Cold até o símbolo da Ministry of Darkeness (uma espécie de cruz infernal), amarrando o Texas Rattlesnake nela, o crucificando em uma das cenas mais assustadoras de sempre no Monday Night RAW e o segmento mais icônico da Attitude Era, demonstrando também o quão dominante seria essa nova faceta de Undertaker.

A RAW termina com Stone Cold crucificado, esbravejando com Undertaker, o público chocado e amedrontado, e a frase marcante de Undertaker: “ Austin, eu tenho você, tenho sua mente, seu corpo e sua alma, a única coisa que falta é enterrar você…. vivo”.

Esse segmento deu muito o que falar e repercutiu de várias formas para a WWE, sendo até criticada fortemente por grupos religiosos.

 

MICK FOLEY RETORNA E VAI PARA O MAIN EVENT DA WRESTLEMANIA.

Para quem ainda não sabe, Mick Foley foi por três ocasiões campeão mundial da WWE, provando que além de provocar fraturas e hematomas nos adversário, e principalmente em si mesmo, como se não houvesse amanhã, ele agarrava as boas oportunidades e levantou o cinturão principal da empresa em três ocasiões, em uma época que nomes como Jericho, Triple H, Shawn Michaels, Undertaker, The Rock e Stone Cold brigavam pelo mesmo…

Sua terceira conquista veio após derrotar Triple H e Stone Cold em uma Triple Threat Match, no Summerslam 1999, entretanto, perdeu o título para Triple H na RAW seguinte. Aí se instaurou uma memorável feud entre Mick Foley e suas múltiplas personalidades e Triple H, que culminou em lutas fantásticas como uma Street Fight e uma Hell in a cell, com a estipulação que se Cactus Jack (a personalidade mais hardcore de Mick Foley) perdesse, Foley seria despedido da WWE. Triple H venceu ambas e o wrestler mais carismático do momento estava fora da empresa, para a tristeza da legião de fãs.

O tempo passou, e alguns meses depois ocorreria a Wrestlemania do ano 2000, cercada de misticismo e um card sensacional. O main event estava decretado, onde Triple H defenderia seu cinturão contra The Rock e Big Show… Até o RAW anterior ao evento.
Nos minutos finais do RAW, após um embate entre Big Show, The Rock e Triple H, Linda McMahon decreta que o Main Event da Wrestlemania não será o mesmo, e sim uma Fatal Four Way, entre o detentor do título Triple H, o campeão do Royal Rumble The Rock, Big Show e, para a surpresa de todos, principalmente de Triple H…. Mick Foley.

Nem é preciso dizer que o público ficou ensandecido com a notícia e foi ao delírio. Mick Foley estava há meses sem nenhuma aparição na WWE, e retornou no último momento para garantir sua vaga no main event da Wrestlemania 2000. Pra completar a noite, Foley atacou Triple H e Big Show, empunhando o cinturão e mostrando o bom e velho “multi-persona” da WWE estava de volta

E o show acaba com Foley segurando o cinturão e a expectativa do público para uma das melhores Wrestlemania da história.


 

E por hoje é isso pessoal.

Até a próxima edição…

E não se esqueça: Se está achando o RAW chato e sem emoção, espere até os 5 minutos finais…

Anúncios

30 comentários em “Corbari Madness Pit – 5 momentos finais mais surpreendentes do Monday Night Raw

  1. Gostei da ideia, e foi esperto, afinal, se fizesse como um top, seria difícil decidir as posições.

    O pop pro Foley foi inacreditável. Até o pop do Michaels ficou juvenil perto do dele, incrível como ele é carismático e único (mesmo sendo vários, se é que me entendem)!

    Acho que poderia ter colocado a shoot promo do Punk, que fez ele virar o que é hoje, e o colocou de vez no Main-event e tal.

    Ps: e dizem que o Kane e o Taker na fase áurea deles não eram assustadores. Claro, queria ver se isso ocorresse nas arenas atuais, cheia de criancinhas. Iriam sair com as calças cheias!

  2. Belo texto Corbari, e como o gordo falou, bela idéia!

    Até eu me assustei quando vi a crucificação do SCSA pela primeira vez, muito medonho.

    O pop do Foley foi foda demais, nunca tinha visto esse vídeo, e além disso, a Linda McMahon é muito sem sal ao microfone, ainda bem que ela saiu fora de toda parte atual da WWE.

    Quando HBK deu o Sweet Chin Music no Hulk Hogan a arena veio pra baixo, ficou muda por uns três segundos, quase tão grande quanto a ovação atual do Heath Slater.

    A storyline da Invasion foi muito foda, foi genial o seu começo, com os ex-ECW atacando o Jericho e o Kane foi demais.

    HBK retornando contra o Orton foi bem legal também, mas não mer recordo muito da feud. 😛

    Parabéns Corba, mais um ótimo texto.

    Abraços.

    PS: Gustavo, a shoot promo do CM Punk não foi no final do show, faltavam ainda uns dez, quinze minutos pra acabar . 😀

    • Po, ele chegou pra promo faltando exatos 7 minutos pra acabar o show, e a promo foi o que encerrou o programa. Daria pra por ai facilmente né!!!

    • Valeu Tiago Paiva.
      O pop do Foley é demais, adoro ver vídeos da reação do público, e essa reação do retorno do Foley eu revi por várias vezes…

    • Valeu John. Mas não gosta da storyline da Invasion? Tem algum motivo?..

      Eu achei sensacional, a cada show era algo genial e inesperado que ocorria…

      • eu não gosto muito pois muitos kras como ddp,tazz,raven,mike awesome,rhyno não foram aproveitados,também não gostei muito dessa enfâse que deram demais aos
        Mcmahons,mas em ring foi teve boas lutas,mas a storyline em si não gostei

    • Valeu, e pelo seu nick eu imagino porque você colocaria a promo do Punk também, hehehe…
      Mas essa promo dele vai entrar em uma outra edição que já imaginei, para esse espaço.

  3. Muito foda essa edição do CMP… unk! xD’

    Cara, eu sinceramente me assustei agora e certamente estaria me cagando se fosse a primeira vez que estaria vendo WWE, nessa crucificação do SCSA. Vei, já tenho um certo cagaço quando ouço essa música dos Druids quando eles entram, imagina como foi ver o meu ídolo sendo crucificado! D:

    Os outros eu já tinha visto.

    Sobre o Hogan e o HBK, se não me engano o Hogan já tinha tido uma luta antes dessa Dream Match aê. No Backlash 2005 ele o próprio Michaels lutaram contra o Daivari e o Muhammad Hassan, daria pra consertar… E falando do Segmento, foi realmente foda. Os dois eram tinham tantos Pops nessa época que o HBK mesmo tendo um Heel Turn ali, continuou sendo Face.

    Eu particularmente acho que o Austin tendo um retorno batendo em todos da ECW, foi um pouco melhor do que o começo da invasão da ECW, mas mesmo assim foi foda. só faltou um pouco do Pop da plateia, mas ai estavam todos chocados mesmo…

    A do Orton ali é épica… Primeira vez que vi foi muito foda mesmo. Orton era bem foda nessa época e o HBK foi surpreendente mesmo.

    E o Foley pra mim é o melhor entre os 5 aê. Pop do caralho, e inclusive tinha visto esse vídeo há alguns dias atrás, e coincidentemente veio parar aqui! xD’ Só que o Foley lutou no RR e no NWO contra o HHH, como assim ficou MESES fora da WWE? :S

    Parabéns pela edição!

    • “CMP…unk!” PQP, nunca tinha me tocado nisso, hehe…
      Sobre o Hogan, relendo agora eu não deixei muito claro, até porque o último momento que escrevi foi esse, hehe, mas na verdade eu queria linkar a “One More Match” com a luta contra o Shawn Michaels. Quando o Hogan retorna para salvar o HBK tem um monte de cartazes espalhados na crowd com esses dizerem e a foto do Hogan lado ao do Shawn Michaels, e o público queria porque queria ver os dois prediletos Ever se confrontarem…

      Quando você comentou sobre o Foley e os meses fora da WWE, foi quando eu me toquei que a Road to Wrestlemania dura só um mês, hehe, até hoje eu pensava que durava 1 mês e meio/ 2 meses, SÉRIO MESMO! hehehehe.

      E o complicado de colocar ação de Stone Cold em um momento surpreendente é que do Stone Cold a gente pode esperar tudo, logo, nada surpreende, hehehe.

  4. Boa Corba. Quanto tempo que não tem um texto a sério teu aqui no blog hein?

    Só falta o Jack votlar agora… =D

    Esse retorno do Mick Foley em 2000 é retratado em uma das storylines do jogo WWF No Mercy, sendo que invés do Foley, o personagem acaba sendo você, dependendo da situação em que se encontrar. (quem joga sabe que tem uma cacetada de situações que pode ocorrer hehehe)

    Acho que dava para fazer um top tranquilamente dos 5 ultimos 5 minutos, Corbari.

    5º, HBK retorna atacando Orton.
    4º, HBK ataca Hulk Hogan
    3º, Mick Foley retorna indo para o Main Event da WrestleMania.
    2º, Undertaker crucifica “invés de sacrifica” Stone Cold
    E em 1º, obviamente, a ECW Invasion…

    Enfim, ainda estou esperando pelo primeiro lugar do TOP do Jack =P Acho que o hiato será maior do que o do seu rápido TOP 20 Tag Teams =P

    • Nem sabia dessa do Jogo WWF No Mercy, até porque eu ficava puto com o modo carreira desse jogo e nunca ía longe.
      Ah, seilá, se fosse fazer um top 5, eu colocava a do Foley primeiro, porque sou fã extremo do cara.
      E sobre o top do Jack, ouvi dizer que a edição final vai sair quando ele postar a segunda edição da Jack TV, então aguardem, hehehehe.

      • Por isso colocaria o Foley num top 10 de todos os tempos. O cara inovou de muitas maneiras, e mostrou que qualquer um pode ser um astro da luta-livre!

  5. Corbari is back! madness Pit is back! Que alegria de viver einh:D
    Muito foda esses cinco minutos finais dessas Raw’s, eu já conhecia algumas, como a do retorno do Shawn Michaels e o da invasão da ECW. Mas o que mais me impressionou foi a crucificação do SCSA ‘-‘ Nuca tinha visto aquilo, um tanto quanto tenebroso…
    O que ajuda bastante também para esses momentos ficarem imortalizados, são a crowd, como aconteceu no Retorno de Mick Foley, onde o cara foi mais ovacionado que um desfile da Playboy :P, tanto que o segmento foi perfeito, fechando a RAW com chave de ouro. Já a do retorno do HBK, a crowd fdp avacalhou com o segmento do cara, deixando a desejar ( E olha que sou fã do HBK!)

    Mas muito boa essa edição, quando eu vi postada no facebook, eu entrei logo aqui para ler xD. Se quiser uma dica, faça uma edição com os 5 momentos mais decepcionantes do wrestling ( ou da TNA kkkkkkkkkk)

    • Valeu Ma Jin, :p
      Cara, fiquei impressionado que pouca gente viu essa crucificação do Stone Cold. Marcante demais, e meio que marcou a attitude era.
      E a animação do público é tudo. Por isso acho chato muitas lutas que geral acha bacana, na atualidade, porque o público não vibra, e parece que não tem emoção o bastante.
      Ao menos eu acho isso.

      E valeu pela dica, é uma boa hein, de se pensar isso aí, porque tem muitos pra escolher só 5, hehehe.
      Abs.

  6. Ae,legal!
    Undertaker é o cara,dava pra ver o pânico na cara do SCSA na crucificação,deve ter sido muito tenso pra quem tava lá,só fico imaginando depois que acaba o Raw,descem o Stone Cold,e acaba toda a mística do momento hehe.
    O Foley é incrível,ele levanta a multidão muito fácil,qualquer besteira e o público se anima meoldeos,ele é demais,mas já passou da hora de parar,mal ficar de pé consegue :S
    A ECW invadindo a WWF é demais,sendo que a ECW era bem melhor que a WCW,só pra constar 😛
    Beleza,acho que só isso,e a promo do Punk merecia entrar viu?Acho que só aquela promo dele já lhe garantiu no HoF hein?
    Bom quadro (de novo),e publica mais rápido pô,vc escreve muito bem.

  7. Ele nos deixa longos meses na míngua, mas quando volta faz bonito. Foi uma ótima seleção de fato, foram todos segmentos mt bons. Entretanto, concordo com mts q dizem q dava para enfiar a Promo do Punk aí no meio, e acho q a do Orton e a do Shawn Michaels n devia entrar. A plateia n tava tão animada, e acho q isso é crucial. O público interfere muito no desenvolvimento de um show, desde as lutas até o segmento. Como o último Impact, onde a plateia inglesa fez a total diferença, ou nos outros segmentos aí mostrados: a mudez total da plateia ao ver seu ídolo atirado no chão, o pop imenso para o Foley, enfim, são esses detalhes q tornam o momento menos ou mais especial…

    De qualquer forma, ótima edição, ótimo texto, ve se não porque quem perde somos nós. Grande abraço…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s