TNA nas Terras do Raj #3: Semana Dois. O primeiro campeão é coroado

Então, mais uma edição do que rola com o show feito lá do outro lado do mundo, novidades, ratings, links, cobertura e vídeos dos dois shows dessa semana da Ring Ka King, o novo programa de wrestling preferido dos indianos.

Por onde começar? Bem, semana passada foi onde tudo começou… e o negócio já deu frutos, 2,2 de rating com um pico de 2,9 no fim do show, além de um rating de 1,1 no replay do show, que aconteceu duas horas depois da transmissão. Pode não parecer tanto, mas com o número de pessoas na Índia, metade deste rating ainda seria o dobro do número de pessoas que vêem Impact nos EUA.

Podemos citar como conseqüências disso o novo horário que a Ring Ka King ganhou às segundas e terças com um resumo do show de sábado e domingo e, na minha opinião, a adição de Khali na Elimination Chamber, quero dizer, uma semana depois que um programa de wrestling de tremendo sucesso estréia na India é só uma coincidência o retorno de Great Khali depois de tantos meses fora? Pensem nisso.

Jarrett também falou que haveriam em breve mais conteúdos da Ring Ka King. O que é estranho, pois as gravações dessa já terminaram. Seria já mais um show? Um tour pela Índia? Será que a temporada foi prolongada e durará mais que 13 semanas? Bem, tem muita gente curiosa com a Ring Ka King.

Para quem quiser acompanhar o show mais de perto, aí tenho alguns links

Facebook da Colors TV (leiam facebook da RIng Ka King, porque só postam coisas dela la, rs)

http://www.facebook.com/ColorsTV

Twitter da Ring Ka King

https://twitter.com/#!/Ring_Ka_King

Canal do youtube com todos os episódios em HD

http://www.youtube.com/user/DTFColorsVideos?feature=watch

Agora vamos para a cobertura. Com sorte, semana que vem terei mais notícias para vocês.

Sábado, 04/02/12

Show Completo em HD:

Card:

Scott Steiner vs. Veera

Zema Ion, Jimmy Rave e Roscoe Jackson vs. Hollywood, Broadway e Isaiah Cash (Luke Gallows)

Matt Morgan vs. Sonjay Dutt

Cobertura:

O show começa com um discurso de Singh. Não prestei muita atenção no que ele disse, mas os wrestlers aplaudiram, então devia ser um discurso para levantar a estima deles.

O commissioner, Jazzy Lahoria, começava a conversar com Veera, quando Magnus, Sonjay e Steiner aparecem e começam a xingar Veera e Jazzy… ponto alto desse segment foi Steiner chamando um indiano de lixo branco. Steiner é um mito.

Scott Steiner vs. Veera

O show começa in ring com a entrada de Steiner, muito mais louco que o normal, atacando duas pessoas durante a entrada dele. Pergunto-me se eles eram pessoas pagas para estar lá ou eram apenas fans comuns.

Steiner teve que ser segurado por Magnus e um segurança para não pular para a crowd ambas as vezes. O Big Poppa Pump é um dos pontos altos do show, mesmo em sua entrada para o ringue ele consegue roubar o show.

Veera vai ao ringue na sua entrada muito semelhante a de AJ Styles no Impact. O povo da um bom pop para ele… esses indianos malucos.

A match foi sofrível, mesmo, Veera dominou ela de modo ridículo, mas mesmo assim Steiner conseguiu ganhar de repente com um facebuster DDT. Pelo menos foi rápida e a entrada do Steiner foi épica.

Steiner está na final pelo belt da Ring Ka King no próximo show.

½* (e meia estrela só pela entrada do Steiner que foi épica, porque fora isso…).

Ram, o Jeremy Borash indiano, entrevista Zema Ion, Jimmy Rave e Roscoe Jackson, que dizem que irão fazer uma festa no ringue e que irão acabar com a oposição.

Zema Ion, Jimmy Rave e Roscoe Jackson vs. Hollywood, Broadway e Isaiah Cash (Luke Gallows)

Cash se mostra uma versão da gimmick de motoqueiro badass. Ele diz que ele só luta wrestling para machucar os outros e ganhar títulos.

Com direito a entradinha com moto e tudo, Hollywood e Broadway entram a seguir, logo após vem Jackson, Rave e finalmente Zema, o qual é um dos wrestlers da nova geração que mais boto fé na TNA atual (junto com Magnus, Mark Haskins, Crimson e Aries, que não é tão novo assim).

Essa luta sim foi bem legal. Não tanto quanto a tag team match ou o main event do show passado, mas ainda sim bem passável. Para mim Zema foi o que mais brilhou.

Depois da vitória com seu 450° Splash. Cash tomou conta e afugentou Zema, Rave e Jackson. Broadway e Hollywood o abraçaram, mas ele nocauteou eles. Deixando bem claro que ele age sozinho.

** 2/3

Morgan é entrevista por Ram e diz que ele é o melhor lutador de dois metros do negócio e que vai ganhar o belt amanhã.

Uma promo estranha e totalmente legal é mostrada, um wrestler chamado Jwala diz que ainda não teve a chance de lutar na Ring Ka King, mas quando isso acontecer ele vai dominá-la totalmente.

Adonis Lock Challenge Time

Adonis vai ao ringue com seu tradutor, Shera.

Ele desafia mais um homem da platéia e consegue a vitória com pouquíssima relutância.

Um anão vai ao ringue desafiar Adonis, mas o ex-Masters o pega e o arremessa para fora do ringue, nos braços de um segurança.

De princípio eu não gostava desses segments, mas parece que eles vão tomar um rumo logo no próximo show em que isso acontecer.

Sonjay Dutt vs. Matt Morgan

Ambos vão ao ringue sem nada de excepcional, apenas dão suas entradas normais (gosto do fato dos wrestlers da TNA usarem a mesma música e tron que usam no Impact, dá um toque de que a Ring Ka King realmente é um show da TNA).

Dutt tenta várias vezes atacar Morgan, que reage com nenhum selling, então Magnus decide ajudar o amigo puxando-o para fora do ringue, pedindo um tempo e distraindo Morgan.

Não dá muito certo, a match fica um pouco mais equilibrada, mas Morgan ainda é dominante.

Ele ganha de repente com um carbon footprint saído do nada.

A match poderia ter sido muito melhor se Morgan não fosse esse gigante invencível, entretanto se for pensar isso é um belo jeito para hypar a match entre Steiner e Morgan no próximo show, já que os dois estão sendo bookados de modos semelhantes

**

Considerações sobre esse show: Melhor que o primeiro, mas ainda bem inferior ao segundo.

Em partes o show me entretem bastante por ser algo totalmente diferente do que é apresentado hoje em dia no pro wrestling, mas por enquanto o wrestling ainda está de baixa qualidade,  mas acho que isso é temporário, até a RIng Ka King trilhar seu caminho normal.

Domingo, 05/02/11

Show completo em HD:

 

Card:

Mickie James vs. Alyssa Flash

The Sheiks vs. Chavo Guerrero e Bulldog Hart

Matt Morgan vs. Steiner – Ring Ka King Championship

 

Cobertura:

Mickie James vs. Alyssa Flash

Para quem não sabe Alyssa também é a Raisha Seed, que acompanha os The Sheiks, estranhei eles darem duas pessoas diferentes para ela, mas ela merece, é conhecida como uma das melhores lutadoras femininas do mundo.

Então entra Mickie, que, para mim é a mulher que está mais perto de se tornar uma lenda no PW mainstream atual, ela tem o carisma, a habilidade e a história.

Uma bela match, começamos bem o show e a divisão feminina da Ring Ka King. A crowd ficou do lado da Mickie o tempo todo, provavelmente por ela ser uma ex-WWE famosa.

Um erro de comunicação aqui ou ali, mas foi uma match longa e boa, algo do nível das que a gente vê quase toda semana no Impact Wrestling. Único erro que relevou mais foi que o Tornado DDT da Mickie não foi aplicado com perfeição e saiu feio demais, entretanto não tirou o brilho da vitória da Mickie, que parecia muito feliz de estar fazendo parte do show

***

A seguir temos a pesagem de Steiner e Morgan para a grande luta de hoje, achei desnecessário, mas enfim… sigamos.

Em seguida Bollywood Boys são entrevistados novamente, num segment estranho onde diziam que não iam andar ou correr no ringue, mas sim dançar e cantar. Acho que foi uma piada em relação ao cinema indiano.

The Sheiks vs. Chavo Guerrero e Bulldog Hart

 

Chavo já disse semana passada que traria um wrestler do mesmo pedigree que ele, eis que vêem Bulldog Hart, ex-DH Smith.

Foi uma ótima luta. Hart, assim como Chavo, estão em uma forma infinitas vezes melhor que s que eles tinham na WWE.

Mesmo Chavito e Bulldog não tendo muita química como tag trabalharam bem por serem excelentes wrestlers individuais, assim como os The Sheiks também fizeram um ótimo trabalho com sua química que vem de berço.

O problema da match foi um anão, que foi chamado como Zoravar, o mesmo que interrompeu o segment de American Adonis ontem, foi engraçado, mas tirou um monte de momentum da match.

Quando ela voltou ao normal chants para Chavo começaram, Guerrero e Hart conseguiram uma vitória fácil numa boa match. The Sheiks e Raisha Seed ficaram reclamando com o ref após o fim da luta.

Bela luta, mas a aparição do anão foi desnecessária e interrompeu a match de um modo horrível. Quando ela voltou eu não consegui entrar nela mais.

** ¾ (maldito anão)

Ram entrevista os Phatani Phate, dois indianos que pareciam o Big Show café em escala normal. Eles disseram que eram a tag team mais dominante da Índia.

Scott Steiner vs. Matt Morgan

Eu posso estar louco, mas essa match foi do caralho.

A expectativa gerada, o jeito que os dois foram trabalhados, isso tornou a match muito equilibrada e imprevisível.

In ring ela teve moves bem simples, mas nenhum dos dois dominou a match e a crowd ficou muito ativa na luta, torcendo fortemente para o Morgan.

Fora isso, o storytelling foi sensacional. Magnus e Sonjay tentando interferir, Jazzy impedindo e chamando os Bollywood Boys e Veera para impedir que eles atrapalhassem.

Achei a match muito forte e foi ótimo ver Morgan vencendo, mesmo não gostando dele. Ele é um jovem com muito look e que tinha toda a crowd do lado dele, que vibrou demais com a vitória dele.

No fim Singh leva o belt para o Morgan e ele fica comemorando

**** (acho que estou louco)

Considerações sobre esse show:

Muito bom, melhor que o primeiro, o terceiro e no mesmo nível ou até um pouco superior que o segundo. O show inteiro foi muito forte e consistente e ainda apresentou coisas para a semana que vem. Muito interessante.

E para a semana que vem:

 

 

Anúncios

16 comentários em “TNA nas Terras do Raj #3: Semana Dois. O primeiro campeão é coroado

    • ahsuahsuahsua, acho que dei essa nota mais por tudo q envolvia a match do que ela em si… equilibrada, crowd energica, boa feud…
      E se posso recomendar, o terceiro show vale praticamente so pela match do Zema in ring, agr o quarto ja vale inteiro.

      • Po, mas 4* ainda é muito…. **** é o que a Elimination Chamber da SmackDown recebeu ano passado cara. Aí tu dá essa nota pra luta de Steiner? :S

        Mas de boa, só achei que isso foi muito nada a ver hehe

        Caraca, quando o ônibus passou no buraco saiu tudo errado ‘-‘

  1. Cara, suas coberturas dos shows da TNA são muito boas, dá até vontade de assistir…

    ….. Já passou!

    Gostei do show, pelos videos que tu postou. Estrutura bacana, público interage bem. Muito interessante esse novo projeto da TNA.

    • ahysuahsuasuha, acho q hj em dia, a TNA merece mais uma chance da maioria, o produto tem crescido bastante.
      N acho q eu ainda tenha chegado num nivel aceitavel para reviews, mas ainda estou me habituando… mas gosto de escrever sobre ela e ainda sonho em ser escritor, rs.

  2. embora eu ache o Zema um cara que nao tem carisma nem estetica, concordo que em ring ele seja muito talentoso, otima preview me deu vontade de ver o show so por causa dela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s