Editorial – WWE no Brasil…

Olá caros leitores do Get Ready To Rumble. Trago hoje este editorial para expor algumas opiniões que gostaria que ficassem bem esclarecidas a todos os fãs de wrestling da blogosfera. Então sinta-se livre para citá-lo/copiá-lo em seu blog.

Bem, como alguns já devem ter visto CM Punk e Jack Swagger aparentemente confirmaram um crescente e constante rumor de que a WWE, depois de 4 anos, finalmente está retornando ao Brasil. Seja como for, antes de se empolgarem, gostaria de expor alguns fatos de uma pessoa razoável, como eu.

A audiência da WWE no Esporte Interativo garante a possibilidade de um House Show no Brasil? Essa é uma pergunta que será respondida em Maio. Eu verdadeiramente não acredito tanto nesta possibilidade, mesmo possuindo informações internas há muito tempo de que poderia ocorrer sim em Setembro algum show da WWE. Um dos fatores que me faz acreditar que o Brasil não seja um mercado para shows da WWE, ainda, é o fato de que a moda do momento inibe o telecatch, apesar desta chama ainda estar acesa em muitos brasileiros, como pude confirmar sábado passado, ao descobrir um fã de luta livre na UERJ, ou até mesmo no Rock’n Rio quando encontrei algumas camisetas de Stone Cold Steve Austin e John Cena. Quando The Rock veio ao Rio, na calçada do Copacabana Palace tive uma suave prosa com outro fã de longa data, diga-se de passagem.

Existem muitos fãs de longa data perdidos por aí. E vocês também são fãs, e estão espalhados por todos os cantos do Brasil. Em caso de haver um evento, muitos irão gastar um dinheirinho maneiro para conhecer a cidade maravilhosa, ou a cidade mais engarrafada do Brasil. Se o evento vai ser um sucesso ou um fracasso isto já não é de minha conta, uma vez que outros são responsáveis por isto, não eu, são pessoas que trabalham com isto todos os dias e podem ser demitidos no menor dos erros.

Mas okay, cogitemos então a hipótese da WWE vir a realizar um house show. E aí?

Bem, basicamente aqui vai um pedido meu, e creio que seja o pedido de qualquer pessoa com bom senso. Não sejam idiotas! Simples assim. Não quero que sujem a imagem do Brasil fazendo estupidez. Seja lá o que possa ser, pense antes de fazer, se isto se tratar de WWE e Brasil. Se algum de vocês for entrevistado, não venham com a famosa “é novela para macho”. Não venham fazer cover Marilyn Manson, nem nada do gênero. E se você tiver menos do que 15 anos, fique em casa, por favor? No vídeo abaixo me dá raiva em ver tanta criança no mesmo lugar. Não, não gosto de criança e isto traz uma preocupação mais latente do que pode ocorrer se houver um excesso de fedelhos por lá, ainda mais lembrando-se de que estamos falando do… Brasil.

O vídeo acima mostra inúmeras gafes aceitáveis, e outras nem tanto (porra mano, você é viado? Ficar falando mal da luta da Melina? Pago os 5 mil dólares dela fácil para um show particular aqui em casa…). Quem aqui não se lembra de ter visto sobre WWE no pânico na TV? Bem, agora que reavivei vossa memória gostaria de dar-lhes uma ducha de água fria. Sou muito cético quanto a hipótese da WWE estar vindo a realizar um show aqui. Em países com tradição na luta livre ela não pisa há anos, por que logo então o Brasil, onde o preconceito com o telecatch é tão grande?

Então não se espantem, se no final das contas, todo esse show na HSBC Arena ou no Ginásio do Ibirapuera não passarem de meeting events, para promover provavelmente um WWE Shop BR, e divulgar mais a marca bem como citar que a programação terá o atraso diminuído para de uma semana, e quem sabe, até mesmo promover a transmissão em pay-per-view por tv a cabo, e a renovação ou acerto com um outro canal de maior visibilidade. São todos rumores que já circulam há tempos, e lembrem-se também que o contrato da Raw com o Esporte Interativo era de um ano.

Enfim, espero que tenham entendido a mensagem e a gama de possibilidades que isto pode ter. Pode até mesmo se resumir a uma mera noite de autógrafos. O fato é, não sejamos estúpidos. E para quem está curioso, o preço dos ingressos em House Show variam de acordo com a arena, mas normalmente vão de 17 dólares (30 reais) a 62 dólares (120 reais).

Mas como eu disse, não sejam idiotas. Vocês querem ver um exemplo de idiota?

Enfim, por isto… Nesse carnaval, usem camisinha! Nem que seja com a sua própria mão, não é Gustavo?

Aproveitando o gancho eu gostaria de ver aqui a oportunidade para lhes perguntar de que estado são, e vermos se, em caso de House Show, podemos garantir uma “caravana Ready To Rumble!”. Gostaram da ideia?

E aproveitando a postagem novamente, gostaria de fazer algumas recomendações.

Este é um vídeo do antigo membro do blog, Jhames Malakian, que tem se dedicado a um canal no youtube com trash videoclips. É bem legal, recomendo. Acho que toda semana ele divulga algo novo lá.

Ah, e olha um vídeo que achei perdido pelo youtube…

Esse cara é um fã de longa data, colecionador de action figures… E sabe tocar themes da WWE no teclado…

Era bem isso mesmo que tinha pra dizer.

Anúncios

64 comentários em “Editorial – WWE no Brasil…

  1. Hehehehe, bom texto Ricardo. Penso que se a WWE vier fazer algum house show aqui, talvez alguns brasileiros com certeza vão fazer merda. Mas não é nenhuma novidade isso, penso eu. Qualquer lugar que vc vá terá algum retardado. O que te faz pensar que nos outros países não tiveram retardados fazendo a sua especialidade: merda?
    Aí se paira a duvida, e poderemos ver isso somente no dia, se é que esse dia chegará, que afinal tbm é outra duvida.
    Fora isso, meus agradecimentos por ter promovido meus videos. Eu não coloco prazos para postar pq sei que nem sempre poderei cumpri-los, mas tento fazer um novo a toda semana.
    Vlw.

  2. Então caro chará. Você acaba de tocar no ponto que eu sempre falo sobre WWE no Brasil. Já escrevi no meu texto, que não é um bom momento da WWE vir em terras tupiniquins, nao somos tradicionais com Wrestling e isto é um fato, a base de fã que temos são alguns boçais que vimos nos videos.

    É um avanço a WWE no Brasil? É com uma recompensa ao trabalho “meia boca” do E+I, mas acho que novamente a WWE ta sofrendo de ejaculação precoce, deixa o produto crescer um pouco mais no Brasil, pra depois cogitar uma vinda. Mas os caras querem ver dinheiro e não conhecem o Brasil.

    Mas reforço o que o Ricardo disse: NÃO SEJAM IDIOTAS, POR MAIS DIFICIL QUE SEJA.

  3. Vish, eis um assunto complicadíssimo…

    Primeiramente acho, que pra sair um rumor desses, afirmado e confirmado por dois WWE Superstars, incluíndo o WWE Champion é a algo para se levar a sério.

    Ninguém sabe em números, mas que a audiência da WWE no E+I deve ser altíssima pro padrão do canal deve ser, pois pouco tempo depois de começarem a exibir a Raw começaram a exibir a Smackdow, e pouco tempo depois começaram a disponibilizar Pay-Per-Views.

    Mas aí que vem a questão que o Ricardo falou, na qual em concordo plenamente em quase tudo.

    A única coisa que eu discordo é o seguinte trecho:

    “E se você tiver menos do que 15 anos, fique em casa, por favor?”

    Eu sou novo, tenho exatamente 15 anos, porém tem algumas pessoas novas com mais sensatez e inteligência do que pessoas na faculdade, com diploma ou seja lá o que for.

    Não generalizo, afinal tem muita gente nova que ainda precisa de desenvolver no mundo do wrestling, porém isso não é fator pra evitar que elas compareção à seja o que for que a WWE faça aqui no Brasil, afinal, atualmente o maior público-alvo da WWE são os jovens entre 12 à 10 anos.

    Abraços.

  4. É muito complicado nos prevermos quais são os reais interesses dessa possível vinda da wwe ao Brasil em maio.
    e oq mais me intriga é q a WWE já está anunciando house-shows no japão q serão em agosto e no Brasil ainda nd foi anunciado além de postagens no twitter do CM Punk e do Swagger e tbm se esses kras já tiveram a permissão de anunciar a wwe no Brasil, pq a msm ainda não fez nenhuma divulgação sobre isso.
    Oq consequentemente se torna inviavel para a divulgação de algum suposto house-show em maio, pq para um país q praticamente não tem nenhuma tradição no wrestling uma divulgação deveria ser feita com muita antecedência e tbm deveria ser feito um marketing muito forte.
    Mas é justamente para isso q eu acho q eles virão ao Brasil em maio, será para divulgar, popularizar e expandir seu produto no nosso país, já q a WWE está percebendo q hj o Brasil é um forte mercado econômico.
    Depois q eles fizerem isso ai sim eu acredito em algum possível house-show no em terras brasileiras. Porque a wwe pode fazer muitas cagadas, mas ele são muito inteligentes quando envolve uma coisa DINHEIRO e eu dúvido muito q eles faram a besteira de vir realizar algum house-show precocemente no Brasil

  5. Vamos por partes:

    1. A WWE não está retornando ao Brasil depois de 4 anos. Se você está se referindo ao evento para lançamento no SBT, vale lembrar o Evan Bourne no ano passado.

    2. O Brasil é mercado para qualquer coisa que faça sucesso no mundo, desde que haja uma promoção para tal. And 1, Globetrotters e UFC estão aí para provar que um fenômeno mundial é modinha e brasileiro segue modinha.

    3. Idiota ou não vai da cabeça de quem está de fora. Alguns pedem para autografarem nas fezes, outros xingam no Twitter. Por que esse preconceito com quem tem menos de 15 anos? O produto é tão voltado a eles quanto aos que têm mais de 15 anos. Você não gostar de criança é uma coisa. Daí a proibi-las de verem seus heróis favoritos já é bem diferente.

    4. Por que logo o Brasil (preconceito com telecatch) e não países com tradição na luta livre? Porque o Brasil é o país da moda, onde o mundo está convergindo. O preconceito com o telecatch pode ser grande, mas coloca um show com alguns atores de Hollywood, pirotecnia, merchan forte… vê se não atiça a curiosidade. Se na Virada Cultural a arena de luta livre estava lotada (99% de gente de SP), por que um show da WWE estaria vazio?

    5. 17 dólares (30 reais) a 62 dólares (120 reais) afastaria o público? Um ingresso mediano para o UFC custava 250 reais e tinha ingresso de mais de 1000 reais, a arena estava lotada.

    Esse não é o momento de ser pessimista, mas sim de celebrar um sonho antigo. A WWF/E já esteve na TV do Brasil nos anos 80, 90 e 2000 e nunca sequer cogitaram vir fazer um show. Se estão cogitando agora, é porque a WWE tem a certeza de que será um bom evento. Eu não me importo com gente gritando histericamente, eu quero é estar lá e ver de perto. O resto é consequência.

    Por fim, gostei muito deste último video. O cara é talentoso!

    • Cara, concordo totalmente com suas colocações…

      Mas sempre há pessoas como o Ricardo que só querem ver a parte que não dá certo….

      E que bobeira essa de “E se você tiver menos do que 15 anos, fique em casa, por favor? No vídeo abaixo me dá raiva em ver tanta criança no mesmo lugar.”. Mais um dos comentários boçais do Ricardo, lamentavelmente…
      Um pirralhão total, achando que é super maturo…. Prfffffff!!!

        • Ricardo, tinha tempo que eu não fazia um comentário no seus post, mas devo concordar com o Corbari, esse papo de mulekada de 15 anos ficar em casa, foi no mínimo boçal mesmo.

          Se não fosse essa gurizada, nem existiria essa porra de WWE!

          Você como sempre se superando em falar asneiras aqui no blog.

          E o corba num tem nada que reclamar , pq foi ele que botou o Ricardo aqui! hehe

      • Concordo totalmente com o Corbari…Ricardo só viu a parte ruim do negócio… Ser pessimista não adiantar nada. O certo é ficar cada um na sua e esperar a WWE fazer a magia dela, porque quando a WWE quer, ela vai lá e faz.

        O público da WWE está entre essa idade, não adianta. Você acha que a WWE está vindo para o Brasil só para agradar as pessoas de 20,30 anos? Claro que não. Ela vem para pegar públicos futuros, ela sempre pensa no futuro.

        É igual aquilo que a gente conversou Ricardo. Não é só porque você nasceu dois anos antes que eu, que você é de otura geração entendeu?

    • “1. A WWE não está retornando ao Brasil depois de 4 anos. Se você está se referindo ao evento para lançamento no SBT, vale lembrar o Evan Bourne no ano passado.”

      Não, o meeting é considerado algo. A vinda do Evan Bourne foi só a vinda do Evan Bourne, não teve nada dedicado aos fãs, como fora o caso em 2007. Então sim, a WWE está voltando depois de 4 anos.

      “2. O Brasil é mercado para qualquer coisa que faça sucesso no mundo, desde que haja uma promoção para tal. And 1, Globetrotters e UFC estão aí para provar que um fenômeno mundial é modinha e brasileiro segue modinha.”

      Mas leva-se mais do que um ano para modinha virar modinha. E no caso, a luta livre não é uma modinha há muito e muito tempo.

      4. Porque na virada cultural estavam lá para um monte de outras coisas e calharam de ir ver a luta livre.

      5. Eu não quis afastar ninguém, só informei a édia de preços.

      E o cara do último vídeo é mó mala.

  6. Aham, muito bom texto.
    E, realmente, discordo da parte do “menores de 15 anos, fiquem em casa”. Vai chover gente com 12, 13 anos lá. E vai ter muita gente também que não acompanha “os blogs”, assistem no E+I, e talz. Eles vão ovacionar o Cena e nós vamos ter que lidar com isso. A maioria aqui já foi noob que ficava falando besteira por aí.
    E eu moro em São Paulo, Litoral 😛

  7. Bem, se é pra tentar fazer uma cartilha para os comportamento dos fãs, então vamos mais uma: Não tente falar inglês para não passar vergonha… xD

    Sobre a audiência da WWE no EI, segundo o que eu sei, ela mesmo sendo no EI, consegue bater pelo menos mais de 1 ponto de audiência, o que no Brasil, significa muita coisa… Sem falar que no WI teve gente comentando que não sei quantas mil pessoas assistem SÓ em São Paulo, capital e pelo modo q falavam era algo com base e não só um chute deles…

    E sobre a entrevista, é vergonha só pra gente que é fã chato de wrestling, mas a parte da “novela pra macho” como definição de pro wrestling é muito melhor do que “lutas coreografadas e ensaiadas” e muito mais simples do que qualquer definição que possam sugerir…

    Sobre o comportamento, não vou nem comentar essa ideiazinha de Ricardo que quem tem menos de 15 deve ficar em casa pq bem… É ideia de Ricardo mesmo…. Mas tenho muito mais medo dos “adultos” que tentarão bancar os engraçadinhos do q das crianças…

    E sinceramente, não entendo daonde as pessoas veem tanto preconceito com o Telecatch e como enxergam isso como o maior problema do mundo, é tudo questão de divulgação, o MMA era dois homens se agarrando numa coisa muito gay até dois anos atrás, agora é o esporte do momento, eu acho que um lutador lá na WWE ajudaria muito isso, mas como não temos perspectivas próximas disso, é claro q é possível isso…

    • Godói, mas temos uma legião boa de fãs do Telecatch, pessoal que tava no Anime Friends o ano passado sabe, e o pessoal que tava curtindo a BWF não era publico alvo de WWE não. E que com certeza irá em um show da WWE. O medo é do pessoal fazer o Brasil passar vergonha com Empty Arena Matches, ou os fãs boçais fazerem merda mesmo.

      Já disse: se a WWE vier, ta vindo em época errada, deixa a marca se fortalecer um pouco mais. Gostaria de saber os dados de quantos ppv’s que o E+I vende da WWE. O que fode é que eu tenho NET, e a NET não tem a porra do E+I e se eu comprar um ppv é pra mim assistir na Minha TV, e não no meu laptop ou no desktop. Se soubessemos da quantidade de ppv’s que eles vendem a gente teria uma base boa se dá ou não pra fazer um Live Event com umas 3.000 ou 4.000 pessoas.

      É esperar pra ver, eu como fã de Wrestling com certeza estarei em São Paulo e dependendo do caso até no Rio de Janeiro, pra prestigiar o evento

      • Cara, fãs boçais vão existir sempre. No mundial de beach soccer, os uruguaios não devolveram a bola para os argentinos e a torcida brasileira invadiu para agredir os argentinos só por serem argentinos. Um dos detidos na confusão tinha não sei quantas condenações e era considerado foragido. No UFC, os lutadores passam, nego mete a mão para roubar boné, carteira, anel de ouro, relógio… lembre-se que estamos falando de Brasil.

        E como eu disse, desde 1984 a WWF/E está tentando emplacar programa no Brasil e até hoje não emplacou. Se não vier ao Brasil, a chamada “hora certa” nunca vai acontecer, pois a marca não irá se fortalecer jamais, ao passo que se vier, aí sim fortalece a marca. Só para se ter uma idéia, meu irmão não é fã de WWE, mas disse para mim que iria assistir se eles fizessem um show aqui no Brasil…

        • Mas João, justamente por saber que sempre irão existir fãs boçais que gostaria de alertar pelo menos a galera dos blogs e que visitam para não serem boçais. Porque se a WWE chegar aqui e se deparar com fãs assim, dependendo da boçalidade obviamente, pode ser que planos mudem.

    • Cara, mas o preconceito com o MMA era diferente. Era mais dos “éticos e moralistas”. Agora, em relação ao telecatch, é deles, e dos que não são também.

      E a gurizada é gurizada e continuará a ser gurizada, quem discorda de mim, basta ver os vídeos que foram postados.

  8. Eu achei um otimo texto cara.

    E como o Pedro discordo na parte de “menores de 15 fiquem em casa”, nao só pq eu tenho 13 mas pq existem muitos fãs jovens de Wrestling que conhecem muito, desde WCW e WWE até as Indys (eu xD). E obviamente boa parte dos que vão estar nos house show (se tiver) vão ser fãs do E+I que vão falar muita besteira.

    E eu moro em RS, mas tenho parente em SP e RJ, entao quando confirmarem ja ligo pedindo pousada xD

    • Eu tenho 13 também cara, e já falei muita merda pelos blogs por ai, por isso procuro sempre ler todos os comentários de certo post, ler bastante colunas pra aprofundar meu conhecimento. E também sou um grande fã de indy XD.

  9. Meu defeito é ir muito na opinião dos outros. Eu sempre espero lutas sensacionais na NJPW, ROH, EVOLVE, e tenho um certo preconceito com os shows semanais da WWE, acho que as lutas de lá nem sempre são boas. Mas tem lutas que até são boas, e algumas lutas de indys não são tão superiores quanto ás da WWE.

  10. Cara, eu acho que tem como sim botar um Live Event no Brasil, mas não agora. Como tinha dito antes, esse ano ainda dá, lá pra Setembro até o final do ano seria muito bom pra WWE. Dificilmente teremos umevento no BRasil se ficar enrolando mais uns dois anos e talz, nem adianta nada, até porque muita gente vai preferir guardar o seu dinheiro pra copa, copa das confederações. O melhor é que tenha esse ano mesmo, e não acho que será um desastre.

    E PQP hein… Se quem tem menos de 15 é melhor não ir, ai sim é que estaremos perdendo bastante espaço! ¬¬

    Só apoio a ideia da Caravana! 😀

  11. Só uma coisa, Ricardo, e que fique bem claro….

    NÃO POSTE NADA NO BLOG COM O TEMA DE “EDITORIAL” QUANDO QUER EXPOR SUA, ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE SUA, OPINIÃO!

    Essa não é opinião do blog ou do grupo de colaboradores que aqui estão..
    Na próxima, fired sem dó….

    Grato.

  12. Muito bom, muito bom, eu ri no seu texto xD metade desse vídeos eu já tinha visto, inclusive a do Pânico e o da UOL. Eu tenho também vídeos toscos que eu fiz com meus primos, mas vocês nunca verão MUHUAHAHAHA!

    House Show ou não, o que importa é que a WWE vem pra cá, e eu estou dispoto a fazer alguns sacrifícios para ver o que eles tem para trazer pra gente. Eu ainda tenho um pensamento positivo sobre isso, mas é claro, sempre tenho um pé atrás, porque todos nós sabemos das difilcudades e preconceitos que o wrestling sofre no nosso país, é até clichê falar isso, but it’s true!

    Mas vamos ver, já estou rezando bastante aqui. Se isso aconter será um sonho realizado, e uma porta se abrindo para o mundo do wrestling no Brasil.

  13. Não sei, a WWE não avisar antes (mesmo que maio seja bem adiante, se pensarmos bem) e ser do modo como está sendo (via twitter, sem outro meio de divulgação) deixa tudo estranho. Mas, “do nada”, dois lutadores em uma semana, falarem do Brasil no twitter, mostra que, PELO MENOS, o país é comentado e conhecido, e tem chances de entrar na lista de países com show da empresa.

    Eu não acredito ainda… Talvez seja pelo excesso de notícias falsas e erradas (mesmo isso não sendo notícia, e sim algo que todos viram no twitter) ou então por eu só acreditar vendo, sei que, se eles vierem pelo menos pra dar um “oi” devemos ir em peso, afinal, será um jeito de eles verem que temos fãs aqui sim.

    Li agora sobre Emirados Árabes, e, mesmo eles sendo podres de rico e tal, será MESMO que eles merecem show lá, e nós não? E não só merecer, mas sim pelo mercado em si. Brasil uma das 10 maiores economias mundiais, Copa e Olimpíadas, e o sucesso estrondoso do UFC aqui, que, querendo ou não, chama a atenção de outras empresas sim. Se fosse a WWE, viria pra cá, até porque, tirando tudo isso, temos já a exibição da empresa no Brasil, mesmo que em um canal relativamente pequeno.

    Não sei se virão, sei que uma arena de 5000 pessoas, creio eu, SP pelo menos enche. Não cito RJ, pois não sou daí, e não quero falar besteira. Claro, se o preço não for assaltante, e ficar na faixa citada pelo Ricardo, ainda mais provável de lotar.

    Finalizando, qualquer coisa que tenha, tentarei ir, seja no aeroporto, afinal, chegarão por Cumbica, e moro em Guarulhos, seja em alguma sessão de autógrafos, seja, CLARO E PRINCIPALMENTE, num house-show.

    Ps: entendo em partes o comentário do Ricardo sobre o pessoal de 15 anos, mas deixa, se nos EUA temos noobs aos montes que só gritam quando veem o Cena e o Hardy, porque aqui não podemos ter os nossos? E outra, abaixo dessa faixa etária citada, a probabilidade de ter menos cabeça e ser menos conhecedor (a.k.a. noob) é maior, mas não podemos generalizar de forma alguma, pois temos várias exceções. Além de que temos caras de 20, 25 anos, na própria blogosfera, que dão migué, mentem e arranjam mais confusão do que 90% da “molecada” com menos de 15 anos.

  14. Nunca parou pra pensar que o Wrestling pode ser verdadeiramente muito cativante, ao invés de julgar, seja lá quem for, de idiota? Eu não tenho nada contra os caras “brincarem” de luta, pois quem gosta, demonstra esse gosto da forma que quiser, e da forma que acha mais divertido. Mas se você acha isso idiotice, então todas as pessoas que jogam bola e não são profissionais, são idiotas.

    E o Brasil não está preparado pra isso, por vários fatores que já foram discutidos nos comentários, e eu apoio essa teoria. Pra mim, deveria esperar mais um pouco, o E+I ainda está conquistando fãs, e ao contrário a você, não tenho nada contra em eles irem ao ginásio e apoiarem seus ídolos, até acho bom eles irem, pois Heels devem ser vaiados, por mais talentoso que seja, e Faces ovacionados, afinal, isso é tudo parte do show, e é assim que a coisa funciona na indústria da luta livre.

    E se ocorrer mesmo essa Tour em Maio, deveria ser divulgado faz muito tempo, no mínimo um ano, pois como bem sabem, a popularidade do pro-wrestling aqui no Brasil é fraca, “sad but true”.

    Bom texto, Ricardo, discordo de alguns pontos, mas o que seria de um texto, sem algumas pessoas pensarem de forma diferente?

    Abraço.

  15. Lendo o texto de novo aqui, eu acho que o Ricardo se precipitou em dizer que não gosta de “criança”, no caso, menores de 15 anos. Mas devemos fazer críticas construtivas e não ficar xingando o cara, até por que eu sou menor de 15 e não me senti ofendido, apenas acho que ele se precipitou em certos momentos naquele parágrafo.

  16. Quem está me xingando é no mínimo hipócrita ou não sabe ler. A questão principal aqui é que a WWE nunca fez um evento no Brasil. Lá nos Estados Unidos eles (as crianças) podem ser idiotas o quanto quiserem, afinal o show é comum lá. Mas aqui no Brasil não, aqui é tudo diferente, e uma estupidez poderia comprometer a imagem da WWE aqui. E quem geralmente possui atitudes estúpidas ao ponto de fazer algo assim é a galera da faixa etária que eu citei. Eu já tive 15 anos e vejo que as pessoas até essa idade ainda não possuem maturidade o suficiente.

    Só que para ser hipócrita não tem idade, como vi em uns comentários.

  17. E ao meu ver, se a WWE vim, quanto mais “crianças idiotas” gritarem retardadamente por um lutador, melhor seria, pois assim tal lutador iria aumentar a popularidade da WWE, venderia mais produtos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s