Na Teia do Aranha #45

Salve, galera.

Em mais um pensamento nesse humilde espaço, abordaremos um tema que vem irritando as empresas e vem alegrando os bolsos alheios. Quer saber qual é? Clique abaixo, leia, reflita, comente, debata e divirta-se. Não esqueça de deixar sugestões para os próximos pensamentos junto aos comentários.

Abraços e valeu!

Fofoca, Fofoca, Fofoca…

                Um dos maiores sentimentos que o ser humano desenvolve quando ele começa a adentrar dentro de um hobby ou de admirar alguém mais fortemente é o de pertença. Afinal, a partir do momento em que se faz parte do universo que envolve aquela atividade, os movimentos e acontecimentos que estão dentro desse ambiente ganham quase que um caminho direto para o conhecimento dele. E não importa sobre o que seja o assunto, mas a pessoa quer saber incondicionalmente, tomar posse daquilo e quase manipular o que se sabe do jeito que tornar aquilo mais benéfico a própria pessoa. Um dos maiores exemplos que temos no nosso país são os inúmeros meios de comunicação, que usam e modelam a informação original de acordo com o que se pretende. E uma das áreas que são mais bombardeadas com isso são as intimidades, aquele tipo de informação que te deixa mais próximo do que nunca do seu objeto de pertença.

            No universo do pro wrestling, a história não é diferente. Todos os lutadores são inseridos no mundo do sports-entertainment, nome que a WWE usa bastante e que muitos odeiam, mas todos estão nele, não importa a federação. Afinal, os homens e as mulheres ali não apenas lutam, mas participam de filmes, séries de TV, clipes, programas televisivos, gravam CDs e DVDs musicais e tudo o que envolve o show biz. Então, invariavelmente, estão expostos mais do que o suficiente para que os fofoqueiros de plantão possam usar de qualquer vacilo da vida pessoal ou profissional que tenham para estampas as capas de jornais, revistas e inundam a internet com imagens e comentários pejorativos sobre as pessoas.

            Porém, o que falta, tanto para a mídia quanto para parte dos fãs de luta livre e até para os próprios lutadores são dois pontos: ponderação e reflexão. Primeiramente, é muito saudável para qualquer pessoa que trabalhe em algo ligado para o sports-entretainment que tenha seu nome noticiado de forma positiva nos meios de divulgação. Mas, há que se pensar que no pensamento de grande parte da massa, o que vende, o que dá lucro e audiência é a desgraça humana alheia. O atleta tem que pensar em ser uma pessoa que tenha foco nas atividades que exerce e nas horas vagas, que saiba aonde vai, pois as lentes e microfones podem estar onde menos se espera.

            Os fãs de pro wrestling tem que saber o que realmente interessa para a nossa opinião sobre aquela pessoa. Vemos que as pessoas dão opiniões em cima de situações de vida da pessoa ditas por algum veículo de comunicação que pouco vão influir no resultado da pessoa dentro do ringue. E o que realmente importa, que é um resultado positivo de dopping ou de algum lutador que falou mal da empresa e teve um atrito que vai prejudicar o andamento da carreira dele dentro da empresa, são bastante ignorados, desde que não haja algum fator que incite a desgraça na vida da pessoa. Lembrem-se: o que realmente vai influenciar na vida dele dentro da empresa?

            Abre-se um  parêntesis final para as empresas de luta livre, que deixam a vida dos seus funcionários correr solta e não educam os mesmos para que saibam manter seu nome perante a mídia. Cada empresa deve direcionar os seus lutadores para o controle de suas atividades, pois isso pode, em alguns casos pequenos que acabam virando tragédias homéricas por conta dessa mesma mídia, ajudar a manter o nome do lutador e da empresa, e quem não aceitar os procedimentos, que não seja aceito nas empresas. O profissionalismo do pro wrestling também tem que passar pelo pulso firme dos seus dirigentes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s